.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Sondagem

.ROINES RUTIS

O site - www.rutis.org

.Comentários

Valeu ouvir uma matéria que diz qualquer coisa a t...
Saramago é mais lido lá fora, nomeadamente em Espa...
Eu gosto muito de ler sobre "os lugares", mas depo...

.Arquivos

AGENDA ROINESXXI

.Links

.SENIORS - MAYORES - ANZIANI - 前輩 > SENIOR LIFE IN THE WORLD

ROINESXXI = SÉNIOR do século XXI | Journal du XXI siècle - Journal of XXI century - Diario del siglo XXI – Jornal do século XXI - Journal di XXI secolo | Portugal tem 245 universidades seniores, 35 mil alunos e 4.500 professores voluntários | Museu do Louvre (Paris) recebe 10 milhões de turistas/ano, Portugal recebe 18 milhões de turistas | Portugal apresenta o mais baixo nível salarial dentro da Zona Euro | Lisboa é das cidades mais "baratas" da Europa, Zurique é a mais cara | Mais de 455 mil pessoas já viram este blog | Tríade para ser feliz: QUERER, APRENDER, FAZER | A Constituição Portuguesa tem 296 artigos | Portugal tem 308 municípios e 3 091 freguesias | Dia dos roinesianos é a 19 de Fevereiro | Existem no mundo mais de 2.700 línguas, a mais falada é o mandarim | Cabo Girão (na Madeira) é o promontório mais alto da Europa e o 2.º mais alto do Mundo | A igreja Católica em Portugal tem 52 bispos e 3.797 padres | Blog ROINESXXI / address > https://roinesxxi.blogs.sapo.pt/
Segunda-feira, 11 de Abril de 2016

MEMÓRIA DE ANTÓNIO SPINOLA

UM BOM MILITAR... UM MAU POLÍTICO

Nasceu há 106 anos (em Estremoz, 11 de abril de 1910) e foi um dos mais destacados líderes militares do Exército português (da arma de Cavalaria) no século XX. António de Spínola, era filho de uma família abastada, o seu pai (António Sebastião de Spínola) foi inspetor-geral de Finanças e chefe de gabinete de Salazar no Ministério das Finanças.

Desportista hípico premiado na década de 1950, antigo governador da Guiné, depois da atividade militar na guerra colonial de Angola (1961-63). Vice-chefe do Estado-maior General das Forças Armadas, entre 1973 e 1974; escreveu "Portugal e o Futuro".

 

Após o golpe militar de 25 de abril de 1974, assume a presidência da Junta de Salvação Nacional, por vontade do Movimento dos Capitães, e, por inerência, a Presidência da República, até 28 de setembro de 1974. Envolve-se na conjura militar de 11 de março de 1975. Em dezembro de 1981 foi nomeado chanceler das Antigas Ordens Militares. Morreu em 1996.

O Marechal António de Spínola ficará para a nossa história como símbolo de tradição dos regimes autoritários de Salazar e Caetano para uma democracia pluralista. Foi admirado por uns, e, odiado por outros, por ser um bom militar, mas um mau político.

O seu importante contributo para a democracia foi oficialmente reconhecido, em 1987, pelo então Presidente da República Mário Soares que o condecorou com as insígnias da Grã Cruz da Ordem Militar da Torre e Espada, pelos seus "feitos de heroísmo militar e cívico e, por ter sido, símbolo da Revolução de Abril e o primeiro Presidente da República após o período de ditadura".

  

O seu pensamento político-militar está expresso em algumas obras que publicou ainda antes da Revolução do 25 de Abril: Por Uma Guiné Melhor, em 1970; Linha de Acção, em 1971; No Caminho do Futuro, em 1972; e Por Uma Portugalidade Renovada, em 1973, obras reunidas em quatro volumes. Ainda: Portugal e o Futuro, publicado em 1974; Ao Serviço de Portugal, em 1976; e País sem Rumo, publicado em 1978.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=hiUWYGu1Qco

Guiné > https://www.youtube.com/watch?v=FOpqcUBzBXc

publicado por j.gouveia às 07:55

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Joaquim Cosme a 12 de Abril de 2016 às 08:01
Se Spinola nasceu em 1910 nasceu há 106 anos e não há 116 anos.
Parece-me que as tuas contas estão erradas no blog ou será que eu não sei fazer contas.
Um abraço. Cosme
---
Tem toda a razão, são 106 e não 116 anos. Bem observado.
Abraço.
De Sérgio Machado a 12 de Abril de 2016 às 08:07
Esteve por um fio a guerra civil em Portugal com aquela aventura de Spínola que o levou a fugir para Espanha...
Isto não quer dizer que tenha sido um mau político nem que foi um bom militar. Maus políticos terão sido todos que entraram na revolta de 1974, era malta inexperiente, "jovens na época".
Gostei da notícia.
Sérgio Machado
De José Ferreira a 22 de Outubro de 2018 às 10:32
Bom Militar ? desde quando ? qual a batalha, campanha ou guerra que ganhou ? ofereceu-se como voluntário para Angola em 61 por pura ambição : não queria ser ultrapassado por oficiais mais novos - entradas de Leão saídas de sendeiro : sai de Angola em 63 Psicologicamente derrotado : para ele a guerra não se pode ganhar : isto num comandante é desastroso. Se em Angola o batalhão 345 apresenta um resultado aceitável isso se deve a um Herói esquecido o Capitão Justino Clara Pinto, que lhe disse na cara as verdades que os seus camaradas oficiais não ousavam - e por isso pagou caro. Foi a partir daí que Spínola se viu forçado a passar a sair com as suas tropas : deixou de exigir parvoíces e desceu á terra e com isso pouparam-se muitas vidas de tropas em Angola.
Quando foi para a Guiné já ia derrotado e tudo o que fez foi dar ânimo à guerrilha que sentiu que era o chefe das tropas o primeiro a dar-se por derrotado - o resto é história : com um incompetente como este como Vice Chefe do estado maior do exercito não admira que tivesse havido o 25A e a perda das províncias Ultramarinas e implicitamente da guerra do Ultramar.
Nunca ninguém explicou como se eleva á condição de Marechal um tipo que nunca ganhou uma batalha, uma campanha militar , uma guerra. por alguma razão e sentido mínimo da realidade Ramalho Eanes recusou tal distinção.
Ambicioso, peneirento, cínico e incompetente é o que foi

A melhor "biografia" até hoje publicada que retrata minimamente a personalidade de António de Spínola foi no CM:

http://www.cmjornal.pt/mais-cm/domingo/detalhe/o-nascimento-de-um-mito

É um mito e como tal um embuste. Falem com os militares (não os lambe botas dos oficiais que compunham a companhia de comando) mas com os outros e perguntem quando deixaram de morrer os militares do batalhão 345

Comentar post



REDE
UNIVERSAL
DE NOTÍCIAS

João Godim

FREELANCER


contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla



Mil Canções
dos últimos 30 anos


>REPORTAGENS

>EUROPA DIRECT

>METEOROLOGIA

>SOS URGENCIAS

>AEROPORTO LISBOA

>AEROPORTO MADEIRA

>TABELA DE MARÉS

.Fotos


GALERIA ROINESXXI
ROINES NOS MEDIA

.subscrever feeds

.pesquisar

 

EUROMILHÔES


BLOGS RECOMENDADOS


Ecclesia
Museu da Imprensa
Regador do Frei Boléo
Começar de Novo
Contextos Históricos
Portugalidade
USTV
Diversidades
Motivo(s) em foco
Guiné - Bart 1914
A TERRA E A GENTE
Actualidade
O Guardião
Fernando Pessoa
Eça de Queiroz
Laurinda Alves
Livros
Leituras
Livros em português
Hábito de Leitura
Casa dos Poetas
Biblioteca Nacional
Observatório da Língua
Língua Portuguesa no Mundo
NOVA ORTOGRAFIA
Português no Mundo Árabe
Observatório da Emigração


José Régio/João Vilaret
A Procissão/João Vilaret
Pablo Neruda
Gabriel Garcia Marques


Coro da Catedral
Projecto Tio
Televisão Saloia
U.Sénior Machico
U.Sénior Funchal
Academia Sénior
Gastronomia Madeirense

PAISES DO MUNDO

11 DE SETEMBRO 2001

ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL

FILMES DE OURO

FILMES PORTUGUESES

LA BALLADE DES GENS HEUREUX
LA VIE EN ROSE
ODE TO MAASTRICHT

VIDEOS MUSICAIS

Amália Rodrigues
Conjunto Académico João Paulo / Sérgio Borges
Manuel Freire
António Prieto
Love Story
Demiss Roussos
Frank Sinatra
Sinatra e Jobim
Vinicius de Moraes
Roberto Carlos
Julio Iglesias
Chico Buarque
Elvis Presley
Conjunto João Paulo
Música árabe
Música céltica
Maria Callas
Laura Pausini
Andrea Bocelli
Música relaxante
Vangelis
Mozart
You light up my Life
Beethoven
Franz Liszt
BeachBoys
Beatles
Elton John
Gigliola Cinquentti
Edith Piaf
Celine Dion
Pavarotti
Louis Armstrong
Nat King Cole
Dont Worry Be Happy

AS MAIS FAMOSAS CANÇÕES DE NATAL

VIOLA OK
Viola clássica Viola/Guitarra
Guitarra/Carlos Paredes
Viola/Gips Kings
Viola/intantil!
Viola/genial!!!
Guitarra Espanhola
Viola:Over the Rainbow
Viola: Kenny Rogers
Viola:José Feliciano