.Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
28
29
30

.Sondagem

.ROINES RUTIS

O site - www.rutis.org

.Comentários

Em 1974 estava com 40 anos. Vivi esses tempos ante...
Para quem não conheça, o Museu Fotografia Vicentes...
Foi a última morada do Prof. Marcelo Caetano em Po...

.Arquivos

AGENDA ROINESXXI

.Links

.SENIORS - MAYORES - ANZIANI - 前輩 > SENIOR LIFE IN THE WORLD

ROINESXXI = SÉNIOR do século XXI | Journal du XXI siècle - Journal of XXI century - Diario del siglo XXI – Jornal do século XXI - Journal di XXI secolo | Portugal tem 245 universidades seniores, 35 mil alunos e 4.500 professores voluntários | Museu do Louvre (Paris) recebe 10 milhões de turistas/ano, Portugal recebe (2019) 27 milhões de turistas | Portugal apresenta o mais baixo nível salarial dentro da Zona Euro | Lisboa é das cidades mais "baratas" da Europa, Zurique é a mais cara | Mais de 692 mil pessoas já viram este blog | Tríade para ser feliz: QUERER, APRENDER, FAZER | A Constituição Portuguesa tem 296 artigos | Portugal tem 308 municípios e 3 091 freguesias | Dia dos roinesianos é a 19 de Fevereiro | Existem no mundo mais de 2.700 línguas, a mais falada é o mandarim | Cabo Girão (na Madeira) é o promontório mais alto da Europa e o 2.º mais alto do Mundo | A igreja Católica em Portugal tem 52 bispos e 3.797 padres | Blog ROINESXXI / address > https://roinesxxi.blogs.sapo.pt/
Quarta-feira, 1 de Julho de 2020

AMÁLIA, CENTENÁRIO QUE HOJE SE ASSINALA

Fado de Portugal para o mundo

a.jpg

Voz incontornável e emblemática do Fado, Amália (da Piedade Rebordão) Rodrigues nasceu há cem anos, no dia 1 de Julho, em Lisboa, quando os seus pais estavam de visita aos avós maternos, avós com quem a fadista passaria a viver a partir de um ano e pouco, quando os seus progenitores regressaram à terra, no Fundão.

A partir dos seis anos vive no Bairro de Alcântara, onde mais tarde se tornará notada pelas suas interpretações musicais, ao mesmo que trabalha em várias actividades para ajudar a família. Tinha 15 anos, foi escolhida para cantar na “Marcha Popular” do seu bairro com o "Fado Alcântara". A partir dos 18 anos, participa em concursos para a eleição da “Rainha do Fado” e canta em vários ambientes fadistas da cidade de Lisboa, com destaque para o “Retiro da Severa”, onde fez a sua estreia profissional. A partir de então, o seu percurso de grande artista e intérprete foi sempre a subir, de forma imparável, com várias actuações em Portugal e no estrangeiro, pelos cinco continentes, em auditórios famosos, no meio dos maiores aplausos e homenagens, como por exemplo no Olympia de Paris (oito vezes). Participa ainda em espectáculos na televisão, no teatro, no cinema, e em inúmeras gravações discográficas.

Com uma vasta popularidade, Amália Rodrigues manifestou também o seu interesse pelos grandes poetas, clássicos e contemporâneos, desde Camões, Pedro Homem de Mello, David Mourão-Ferreira,  Alexandre O’Neill, José Régio, Vasco de Lima Couto, e até os “revolucionários” Manuel Alegre e José Carlos Ary dos Santos, mesmo antes do “25 de Abril”.  Amália foi também autora de poemas que a celebrizaram, como "Estranha forma de vida", "Lágrima", "Asa de vento", "Grito", "Gostava de ser quem era", "Trago o Fado nos sentidos", "Entrei na vida a cantar", "Ai esta pena de mim", "Lavava no rio lavava", "Teus olhos são duas fontes", "Fui ao mar buscar sardinhas"….

Muito já se escreveu sobre as suas “cumplicidades” com o antigo regime, mas nunca se pôs em causa a sua enorme competência que marcou a “canção nacional” no século XX, pelo que se deve falar do Fado antes e depois de Amália Rodrigues.

av.jpg

Amália Rodrigues com o a actor Virgílio Teixeira, no filme "Fado, História de uma Cantadeira (1947). O actor fez brilhante carreira em Hollywood, ao nível de Richard Burton e Yul Brynner, galãs do cinema mundial.

Em 1989, celebraram-se os seus 50 anos de carreira de Amália com diversas iniciativas. Despediu-se dos palcos em 1994, mas continuou a ser “convidada de honra” em muitos eventos culturais e recebeu durante a “Expo'98”, no Parque das Nações, uma enorme homenagem pública.

Faleceu em Outubro de 1999. O seu funeral resultou numa grandiosa manifestação de saudade, como nunca se tinha assistido… Em Julho de 2001, os seus restos mortais foram transladados do Cemitério dos Prazeres para o Panteão Nacional.

Sobre Amália Rodrigues, há muitas obras e livros de investigação que estão disponíveis no mercado. Talvez seja interessante ler e ouvir quem privou com Amália, através de encontros da cultura e de entrevistas, como o jornalista e escritor Fernando Dacosta que recentemente publicou “A Ressureição”. O autor desfia histórias a que assistiu, em que foi interveniente, que lhe contaram, ou que foram testemunhadas publicamente, como um concerto no Coliseu dos Recreios, após o 25 de Abril de 1974, que juntou a fadista e José Afonso (1929-1987). "No final, ela espicaça Zeca Afonso: 'Então, acha que eu canto bem?'. Este olha-a surpreso e, depois de um curto silêncio, exclama: 'Se a Amália não canta bem, quem canta bem neste país?'", escreve Fernando Dacosta. Amália Rodrigues "fez questão de ir a um jantar de homenagem (o último) prestado pelos amigos a Zeca Afonso", conta Dacosta, segundo o qual "os dois reconheciam a estatura que tinham no mundo da cultura".

Fernando Dacosta, relata ainda outros factos, nomeadamente que serviços secretos como a PIDE, KGB, CIA e a Mossad "vigiaram" Amália Rodrigues e o então Presidente do Conselho de Ministros, Oliveira Salazar, "receava vê-la passar-se para a oposição". Episódios curiosos e verídicos que só enobrecem a personalidade de Amália e renovam a admiração dos portugueses em geral, neste dia centenário do seu nascimento.

Canção > https://www.youtube.com/watch?v=v6P68KXeBy4

publicado por j.gouveia às 09:38

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres





REDE
UNIVERSAL
DE NOTÍCIAS

João Godim

FREELANCER


contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla



Mil Canções
dos últimos 30 anos


>REPORTAGENS

>EUROPA DIRECT

>METEOROLOGIA

>SOS URGENCIAS

>AEROPORTO LISBOA

>AEROPORTO MADEIRA

>TABELA DE MARÉS

.Fotos


GALERIA ROINESXXI
ROINES NOS MEDIA

.subscrever feeds

.pesquisar

 

EUROMILHÔES


BLOGS RECOMENDADOS


Ecclesia
Museu da Imprensa
Regador do Frei Boléo
Começar de Novo
Contextos Históricos
Portugalidade
USTV
Diversidades
Motivo(s) em foco
Guiné - Bart 1914
A TERRA E A GENTE
Actualidade
O Guardião
Fernando Pessoa
Eça de Queiroz
Laurinda Alves
Livros
Leituras
Livros em português
Hábito de Leitura
Casa dos Poetas
Biblioteca Nacional
Observatório da Língua
Língua Portuguesa no Mundo
NOVA ORTOGRAFIA
Português no Mundo Árabe
Observatório da Emigração


José Régio/João Vilaret
A Procissão/João Vilaret
Pablo Neruda
Gabriel Garcia Marques


Coro da Catedral
Projecto Tio
Televisão Saloia
U.Sénior Machico
U.Sénior Funchal
Academia Sénior
Gastronomia Madeirense

PAISES DO MUNDO

11 DE SETEMBRO 2001

ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL

FILMES DE OURO

FILMES PORTUGUESES

LA BALLADE DES GENS HEUREUX
LA VIE EN ROSE
ODE TO MAASTRICHT

VIDEOS MUSICAIS

Amália Rodrigues
Conjunto Académico João Paulo / Sérgio Borges
Manuel Freire
António Prieto
Love Story
Demiss Roussos
Frank Sinatra
Sinatra e Jobim
Vinicius de Moraes
Roberto Carlos
Julio Iglesias
Chico Buarque
Elvis Presley
Conjunto João Paulo
Música árabe
Música céltica
Maria Callas
Laura Pausini
Andrea Bocelli
Música relaxante
Vangelis
Mozart
You light up my Life
Beethoven
Franz Liszt
BeachBoys
Beatles
Elton John
Gigliola Cinquentti
Edith Piaf
Celine Dion
Pavarotti
Louis Armstrong
Nat King Cole
Dont Worry Be Happy

AS MAIS FAMOSAS CANÇÕES DE NATAL

VIOLA OK
Viola clássica Viola/Guitarra
Guitarra/Carlos Paredes
Viola/Gips Kings
Viola/intantil!
Viola/genial!!!
Guitarra Espanhola
Viola:Over the Rainbow
Viola: Kenny Rogers
Viola:José Feliciano