.Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Sondagem

.ROINES RUTIS

O site - www.rutis.org

.Comentários

Nunca nenhum outro historiador contou a história d...
É verginhosa a maneira como a senhora, historiador...
Pois é, falta de solidariedade. O ser gaga é antes...

.Arquivos

AGENDA ROINESXXI

.Links

.SENIORS - MAYORES - ANZIANI - 前輩 > SENIOR LIFE IN THE WORLD

ROINESXXI = SÉNIOR do século XXI | Journal du XXI siècle - Journal of XXI century - Diario del siglo XXI – Jornal do século XXI - Journal di XXI secolo | Portugal tem 245 universidades seniores, 35 mil alunos e 4.500 professores voluntários | Museu do Louvre (Paris) recebe 10 milhões de turistas/ano, Portugal recebe 18 milhões de turistas | Portugal apresenta o mais baixo nível salarial dentro da Zona Euro | Lisboa é das cidades mais "baratas" da Europa, Zurique é a mais cara | Mais de 455 mil pessoas já viram este blog | Tríade para ser feliz: QUERER, APRENDER, FAZER | A Constituição Portuguesa tem 296 artigos | Portugal tem 308 municípios e 3 091 freguesias | Dia dos roinesianos é a 19 de Fevereiro | Existem no mundo mais de 2.700 línguas, a mais falada é o mandarim | Cabo Girão (na Madeira) é o promontório mais alto da Europa e o 2.º mais alto do Mundo | A igreja Católica em Portugal tem 52 bispos e 3.797 padres | Blog ROINESXXI / address > https://roinesxxi.blogs.sapo.pt/
Segunda-feira, 3 de Junho de 2019

AGUSTINA BESSA-LUÍS, FALECEU

a.jpg

Faleceu, hoje, a escritora Agustina Bessa-Luís, aos 96 anos. Há muito que estava doente (AVC). A missa de corpo presente irá decorrre, esta tarde, a partir das 16 horas, na Sé do Porto. O funeral acontece amanhã (terça-feira), no Peso da Régua. Agustina Bessa-Luís nasceu em Vila Meã, Amarante, a 15 de Outubro de 1922, tendo se estreado como romancista em 1948, com a novela "Mundo Fechado".

Agustina.jpg

"Nós somos relação de pessoas", dizia-nos Agustina Bessa-Luís na entrevista que nos concedeu, nos anos 80 (do século XX). A pessoa que parte, fisicamente, mas perpetua a relação da obra que nos deixa e muito enriqueceu a literatura portuguesa. Sobre a morte, dizia: "Quem tem medo de morrer... Enfim, era melhor não nascer". Paz à sua alma.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=BrvDXCBtPlo

ag.jpgAgustina Bessa-Luís (1922-2019), considerada por muitos a maior escritora portuguesa de ficção do século XX, morreu esta segunda-feira (3 de Junho), após quase duas décadas de retiro em casa, devido a doença. Deixou-nos fisicamente a grande autora de uma vasta bibliografia que irá perpetuar a sua memória e intervenção cívica através da cultura. Como ela própria reconheceu um dia: “Poucos são os que me lêem, mas muitíssimo mais os que me conhecem”.

Foi assim na vida, sempre a escrever ou a assumir cargos directivos de relevância. Começou cedo nas letras e a publicar, mas só tardiamente foi apoiada pelos seus pares, devido a preconceitos de ser mulher ou de causar alguma inveja aos mais incapazes.

Viajou muito e nos seus escritos deixou várias apreciações dos lugares por onde andou, interpretou histórias verídicas de modo magistral e foi incansável na divulgação das paisagens humanas e naturais de Portugal, como atestam muitos dos seus romances e livros passados em localidades muito conhecidas, como aquele que escreveu sobre a Madeira, intitulado A Corte do Norte (mais tarde passado ao cinema por João Botelho. Escrito na década de 80 do século passado.

corte.jpg

A Corte do Norte relata cinco gerações de mulheres, num cenário "pós-romântico de traições, paixões e desacertos", cercado de um ambiente insular característico que molda a natureza e a personalidade.

Na época em que escreveu este livro, Agustina Bessa-Luís esteve algumas vezes no Funchal, onde foi bem acolhida, convidada a dar conferências e entrevistada pelos órgãos de comunicação social. Resta, agora, continuar a manter a sua memória viva, em particular pela leitura dos seus inúmeros livros, ou reler o seu título mais conhecido - A Sibila.

publicado por j.gouveia às 12:37

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

ANGOLA, A MORTE ASSASSÍNIA DE SAVIMBI

savi.jpg

O funeral de Jonas Savimbi, fundador e líder na UNITA, foi por estes dias um acontecimento histórico em Angola. Dezassete anos após ter sido assassinado pelo MPLA, Savimbi foi enterrado sem honra oficial mas em evocação feita por mais de dez mil angolanos que sempre fizeram questão de velar por quem tudo fez para tornar Angola num país com valores democráticos.

Savimbi foi abatido pelas forças militares do MPLA há 17 anos, depois de agressiva perseguição de autêntica caça ao homem. A ordem sempre foi de abater e não prender, como se o líder da UNITA fosse um assassino perigoso. Eliminar faz parte dos fracos ante os mais fortes, como testemunham os assassínios de outros altos políticos revolucionários africanos, com excepção para Nelson Mandela.

Foi um revolucionário humanista e um guerrilheiro estratega. Frequentou a Faculdade de Medicina de Lisboa mas não acabou o curso por pressão do regime salazarista, sob vigilância da PIDE. Foi para a Suiça onde se licenciou em Ciências Sociais e Politicas pela Universidade de Lausanne, em Genebra. Savimbi foi considerado um dos políticos mais cultos de África e falava fluentemente o português, inglês, francês e línguas autóctones angolanas.

sav.jpg

Jonas Savimbi (03.08.1934 – 22.02.2002) lutou por uma Angola livre do jugo colonial para ser assassinado por ordem do poder angolano instituído. Um herói que a história do seu país e de África jamais vão olvidar. A morte assassínia de Savimbi teve todos os contornos de eliminar para reinar.

publicado por j.gouveia às 11:47

link do post | comentar | favorito


REDE
UNIVERSAL
DE NOTÍCIAS

João Godim

FREELANCER


contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla



Mil Canções
dos últimos 30 anos


>REPORTAGENS

>EUROPA DIRECT

>METEOROLOGIA

>SOS URGENCIAS

>AEROPORTO LISBOA

>AEROPORTO MADEIRA

>TABELA DE MARÉS

.Fotos


GALERIA ROINESXXI
ROINES NOS MEDIA

.subscrever feeds

.pesquisar

 

EUROMILHÔES


BLOGS RECOMENDADOS


Ecclesia
Museu da Imprensa
Regador do Frei Boléo
Começar de Novo
Contextos Históricos
Portugalidade
USTV
Diversidades
Motivo(s) em foco
Guiné - Bart 1914
A TERRA E A GENTE
Actualidade
O Guardião
Fernando Pessoa
Eça de Queiroz
Laurinda Alves
Livros
Leituras
Livros em português
Hábito de Leitura
Casa dos Poetas
Biblioteca Nacional
Observatório da Língua
Língua Portuguesa no Mundo
NOVA ORTOGRAFIA
Português no Mundo Árabe
Observatório da Emigração


José Régio/João Vilaret
A Procissão/João Vilaret
Pablo Neruda
Gabriel Garcia Marques


Coro da Catedral
Projecto Tio
Televisão Saloia
U.Sénior Machico
U.Sénior Funchal
Academia Sénior
Gastronomia Madeirense

PAISES DO MUNDO

11 DE SETEMBRO 2001

ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL

FILMES DE OURO

FILMES PORTUGUESES

LA BALLADE DES GENS HEUREUX
LA VIE EN ROSE
ODE TO MAASTRICHT

VIDEOS MUSICAIS

Amália Rodrigues
Conjunto Académico João Paulo / Sérgio Borges
Manuel Freire
António Prieto
Love Story
Demiss Roussos
Frank Sinatra
Sinatra e Jobim
Vinicius de Moraes
Roberto Carlos
Julio Iglesias
Chico Buarque
Elvis Presley
Conjunto João Paulo
Música árabe
Música céltica
Maria Callas
Laura Pausini
Andrea Bocelli
Música relaxante
Vangelis
Mozart
You light up my Life
Beethoven
Franz Liszt
BeachBoys
Beatles
Elton John
Gigliola Cinquentti
Edith Piaf
Celine Dion
Pavarotti
Louis Armstrong
Nat King Cole
Dont Worry Be Happy

AS MAIS FAMOSAS CANÇÕES DE NATAL

VIOLA OK
Viola clássica Viola/Guitarra
Guitarra/Carlos Paredes
Viola/Gips Kings
Viola/intantil!
Viola/genial!!!
Guitarra Espanhola
Viola:Over the Rainbow
Viola: Kenny Rogers
Viola:José Feliciano