.Abril 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
26
27
28
29
30

.Sondagem

.ROINES RUTIS

O site - www.rutis.org

.Comentários

As lutas entre religiões dura desde que o mundo é ...
A verdadeira solidariedade, passados poucos dias d...
Só sabemos o que conhecemos e esta descoberta vem ...

.Arquivos

AGENDA ROINESXXI

.Links

.SENIORS - MAYORES - ANZIANI - 前輩 > SENIOR LIFE IN THE WORLD

ROINESXXI = SÉNIOR do século XXI | Journal du XXI siècle - Journal of XXI century - Diario del siglo XXI – Jornal do século XXI - Journal di XXI secolo | Portugal tem 245 universidades seniores, 35 mil alunos e 4.500 professores voluntários | Museu do Louvre (Paris) recebe 10 milhões de turistas/ano, Portugal recebe 18 milhões de turistas | Portugal apresenta o mais baixo nível salarial dentro da Zona Euro | Lisboa é das cidades mais "baratas" da Europa, Zurique é a mais cara | Mais de 455 mil pessoas já viram este blog | Tríade para ser feliz: QUERER, APRENDER, FAZER | A Constituição Portuguesa tem 296 artigos | Portugal tem 308 municípios e 3 091 freguesias | Dia dos roinesianos é a 19 de Fevereiro | Existem no mundo mais de 2.700 línguas, a mais falada é o mandarim | Cabo Girão (na Madeira) é o promontório mais alto da Europa e o 2.º mais alto do Mundo | A igreja Católica em Portugal tem 52 bispos e 3.797 padres | Blog ROINESXXI / address > https://roinesxxi.blogs.sapo.pt/
Sábado, 9 de Março de 2019

CRÓNICA, PLURALISMO RELIGIOSO

Tem dado origem a alguns equívocos por causa de uma frase relativa ao pluralismo religioso nos desígnios de Deus (equívocos que foram bem dissipados num artigo do Pe. Gonçalo Portocarrero de Almada publicado no Observador). Mas, para além desses equívocos, parecem-me de salientar outros aspetos que contribuem para atribuir um alcance histórico ao Documento sobre a Fraternidade em prol da Paz Mundial e da Convivência Comum assinado pelo Papa Francisco e pela máxima autoridade do Islão sunita (não equiparável, porém, à autoridade do Papa na Igreja Católica), o Grande Imã da universidade Al-Azhar, Ahmad Al-Tayyeb.

ccc.pngConvém salientar que os signatários representam (de formas diferentes – é certo) as duas confissões religiosas com que se identificam o maior número de pessoas em todo o mundo. Vivemos num contexto em que se teme o chamado conflito de civilizações, que colocaria em confronto, entre outras, as civilizações influenciadas pelo cristianismo e pelo Islão (como sucedeu em séculos passados). A religião islâmica é apontada por muitos como intrinsecamente violenta.

Em muitos países é em nome dela que são perseguidas minorias cristãs. Os conflitos históricos entre religiões servem de motivo para a tese de que é necessariamente nefasta a sua influência social A globalização torna incontornável a convivência entre pessoas de diferentes culturas e religiões e entre cristãos e muçulmanos.

Neste contexto, o que nos diz este documento?

Diz-nos que «as religiões nunca incitam à guerra e não solicitam sentimentos de ódio, hostilidade, extremismo, nem convidam à violência ou ao derramamento de sangue. Estas calamidades são fruto de desvio dos ensinamentos religiosos, do uso político das religiões e também das interpretações de grupos de homens de religião que abusaram – nalgumas fases da história – da influência do sentimento religioso sobre os corações dos homens para os levar à realização daquilo que não tem nada a ver com a verdade da religião, para alcançar fins políticos e económicos mundanos e míopes.»

c.jpg

Afirma que «entre as causas mais importantes da crise do mundo moderno, se contam uma consciência humana anestesiada e o afastamento dos valores religiosos, bem como o predomínio do individualismo e das filosofias materialistas que divinizam o homem e colocam os valores mundanos e materiais no lugar dos princípios supremos e transcendentes.»

Afirma o valor da liberdade religiosa, rejeitando «o facto de forçar as pessoas a aderir a uma determinada religião» (o que – não podemos esquecer - sucede em países onde são punidas as conversões do Islão ao cristianismo).

Afirma valores que vão contra a cultura hoje dominante. O da vida como um dom «que ninguém tem o direito de tirar, ameaçar ou manipular a seu bel-prazer», que todos devem preservar «desde o seu início até à morte natural». Por isso, condena «todas as práticas que ameaçam a vida, como os genocídios, os atos terroristas, os deslocamentos forçados, o tráfico de órgãos humanos, o aborto e a eutanásia e as políticas que apoiam tudo isto.»

maryb.jpegAfirma também o valor da família «como núcleo fundamental da sociedade e da humanidade, para dar à luz filhos, criá-los, educá-los, proporcionar-lhes uma moral sólida e a proteção familiar». Por isso, atacar «a instituição familiar, desprezando-a ou duvidando da importância de seu papel, constitui um dos males mais perigosos do nosso tempo.»

Sobretudo estas, mas também outras afirmações, solenes e firmes, conferem um alcance histórico a este documento. Há que fazer tudo para que ela tenha repercussão prática, pois, como disse a propósito o Papa Francisco, «ou construímos juntos o futuro, ou não haverá futuro».

> Pedro Vaz Patto

publicado por j.gouveia às 10:20

link do post | comentar | favorito


REDE
UNIVERSAL
DE NOTÍCIAS

João Godim

FREELANCER


contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla



Mil Canções
dos últimos 30 anos


>REPORTAGENS

>EUROPA DIRECT

>METEOROLOGIA

>SOS URGENCIAS

>AEROPORTO LISBOA

>AEROPORTO MADEIRA

>TABELA DE MARÉS

.Fotos


GALERIA ROINESXXI
ROINES NOS MEDIA

.subscrever feeds

.pesquisar

 

EUROMILHÔES


BLOGS RECOMENDADOS


Ecclesia
Museu da Imprensa
Regador do Frei Boléo
Começar de Novo
Contextos Históricos
Portugalidade
USTV
Diversidades
Motivo(s) em foco
Guiné - Bart 1914
A TERRA E A GENTE
Actualidade
O Guardião
Fernando Pessoa
Eça de Queiroz
Laurinda Alves
Livros
Leituras
Livros em português
Hábito de Leitura
Casa dos Poetas
Biblioteca Nacional
Observatório da Língua
Língua Portuguesa no Mundo
NOVA ORTOGRAFIA
Português no Mundo Árabe
Observatório da Emigração


José Régio/João Vilaret
A Procissão/João Vilaret
Pablo Neruda
Gabriel Garcia Marques


Coro da Catedral
Projecto Tio
Televisão Saloia
U.Sénior Machico
U.Sénior Funchal
Academia Sénior
Gastronomia Madeirense

PAISES DO MUNDO

11 DE SETEMBRO 2001

ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL

FILMES DE OURO

FILMES PORTUGUESES

LA BALLADE DES GENS HEUREUX
LA VIE EN ROSE
ODE TO MAASTRICHT

VIDEOS MUSICAIS

Amália Rodrigues
Conjunto Académico João Paulo / Sérgio Borges
Manuel Freire
António Prieto
Love Story
Demiss Roussos
Frank Sinatra
Sinatra e Jobim
Vinicius de Moraes
Roberto Carlos
Julio Iglesias
Chico Buarque
Elvis Presley
Conjunto João Paulo
Música árabe
Música céltica
Maria Callas
Laura Pausini
Andrea Bocelli
Música relaxante
Vangelis
Mozart
You light up my Life
Beethoven
Franz Liszt
BeachBoys
Beatles
Elton John
Gigliola Cinquentti
Edith Piaf
Celine Dion
Pavarotti
Louis Armstrong
Nat King Cole
Dont Worry Be Happy

AS MAIS FAMOSAS CANÇÕES DE NATAL

VIOLA OK
Viola clássica Viola/Guitarra
Guitarra/Carlos Paredes
Viola/Gips Kings
Viola/intantil!
Viola/genial!!!
Guitarra Espanhola
Viola:Over the Rainbow
Viola: Kenny Rogers
Viola:José Feliciano