.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Sondagem

.ROINES RUTIS

O site - www.rutis.org

.Comentários

Muito engraçado. Nunca imaginei um présepio de sal...
É verdade que todos os natais são iguais mas há un...
Este dicionário vem onfirmar que sem ontraditório ...

.Arquivos

AGENDA ROINESXXI

.Links

.SENIORS - MAYORES - ANZIANI - 前輩 > SENIOR LIFE IN THE WORLD

ROINESXXI = SÉNIOR do século XXI | Journal du XXI siècle - Journal of XXI century - Diario del siglo XXI – Jornal do século XXI - Journal di XXI secolo | Portugal tem 245 universidades seniores, 35 mil alunos e 4.500 professores voluntários | Museu do Louvre (Paris) recebe 10 milhões de turistas/ano, Portugal recebe 18 milhões de turistas | Portugal apresenta o mais baixo nível salarial dentro da Zona Euro | Lisboa é das cidades mais "baratas" da Europa, Zurique é a mais cara | Mais de 455 mil pessoas já viram este blog | Tríade para ser feliz: QUERER, APRENDER, FAZER | A Constituição Portuguesa tem 296 artigos | Portugal tem 308 municípios e 3 091 freguesias | Dia dos roinesianos é a 19 de Fevereiro | Existem no mundo mais de 2.700 línguas, a mais falada é o mandarim | Cabo Girão (na Madeira) é o promontório mais alto da Europa e o 2.º mais alto do Mundo | A igreja Católica em Portugal tem 52 bispos e 3.797 padres | Blog ROINESXXI / address > https://roinesxxi.blogs.sapo.pt/
Terça-feira, 6 de Novembro de 2018

TEMA PARA O DIA MUNDIAL DA PAZ

Foi anunciado hoje (6 de Novembro) pelo Vaticano o tema do 52º o Dia Mundial da Paz, a celebrar no dia 1 de Janeiro de 2019: “A boa política está ao serviço da paz”.

A Sala de Imprensa da Santa Sé sublinha em comunicado que “a responsabilidade política pertence a cada cidadão”, nomeadamente “quem recebeu o mandato de proteger e governar”, salvaguarda o direito e incentiva “ao diálogo entre os actores da sociedade, entre gerações e culturas”.

Segundo o texto, “quando o homem é respeitado nos seus direitos, como recordava São João XXIII na Encíclica "Pacem in Terris" (1963), germina nele o sentido do dever de respeitar os direitos dos outros”.

paz.jpg

> Os direitos e deveres do ser humano aumentam a consciência de pertencer a uma mesma comunidade, com os outros e com Deus. Portanto, somos chamados a levar e anunciar a paz como a boa nova de um futuro em que todo o ser vivo será considerado em sua dignidade e seus direitos”, conclui a nota da Sala de Imprensa do Vaticano, em que se divulga o tema da Mensagem do Papa Francisco para o próximo Dia Mundial da Paz.

publicado por j.gouveia às 18:36

link do post | comentar | favorito

NECs, LAICISMO E LIBERDADE

Fui convidado pelo núcleo de estudantes católicos (nec) de uma faculdade de uma universidade pública de Lisboa para uma sessão por ele organizada sobre um tema de reflexão clássico e incontornável: o sentido do sofrimento. A sessão estava programada para as instalações dessa faculdade.

Poucos dias antes, disseram-me que seria antes realizada nas instalações de uma igreja próxima, porque a direção dessa faculdade não autorizava que se realizasse nas suas instalações, invocando a laicidade das universidades públicas.

Dizem-me que episódios semelhantes, de obstáculo à ação de núcleos de estudantes católicos, e até à sua existência, têm ocorrido noutras faculdades de universidades públicas. A recolha de inscrições para a participação na Missão País, por exemplo, e as reuniões a ela relativas, teriam de ser efetuadas fora das instalações da faculdade.

E tem havido oposição a que esses núcleos se identifiquem com referência ao nome de determinadas faculdades, porque isso supostamente comprometeria a sua laicidade. Tal não se verifica, porém, em muitas outras faculdades de universidades públicas, onde não são colocados quaisquer obstáculos à ação desses núcleos.

r.jpg

Tais obstáculos à ação dos núcleos de estudantes católicos refletem uma conceção de laicidade errada e que se esperaria de há muito ultrapassada. Laicidade supõe a neutralidade religiosa do Estado, mas não a hostilidade para com a religião, ou a indiferença ou ignorância do papel da religião na vida das pessoas, na sociedade e na cultura. A laicidade não se confunde com o laicismo.

O Estado hostil para com a religião deixa de ser neutro, assume uma filosofia própria, que é, precisamente, o laicismo. O Estado laico não assume uma profissão de fé religiosa ou filosófica, mas não pode impor essa neutralidade às pessoas, à sociedade e à cultura. A religião não pode ser confinada ao domínio da privacidade, porque também assume um relevo social e cultural.

O espaço público de uma sociedade regida pela laicidade do Estado é um espaço de diálogo onde podem ter lugar e voz diferentes propostas religiosas e filosóficas, sem que nenhuma delas se imponha como única, mas também sem que qualquer delas, ou todas elas, sejam silenciadas.

r2.jpg

Uma universidade pública deve ser esse espaço de diálogo. Não é só dentro de uma igreja que se pode falar de religião e do sentido da vida e do sofrimento.

Impressionou-me, neste caso em particular, que numa universidade não haja espaço para debater uma questão como a do sentido do sofrimento. A universidade, seja ela qual for, não pode ver reduzida a sua função à formação de técnicos e profissionais, deve contribuir para a formação integral da pessoa.

A busca do sentido é talvez o que mais caracteriza a pessoa humana como tal e nessa busca se insere a reflexão sobre o sentido do sofrimento. Impressiona-me que esta reflexão (independentemente da resposta que lhe possa ser dada) não possa ter lugar numa universidade pública e laica, seja qual for a matéria que nela se ensina.

R3.JPG

Que só se possa falar do sentido do sofrimento nas instalações de uma igreja e que um núcleo de estudantes interessado em refletir sobre essa questão encontre obstáculos à sua ação que não encontram núcleos de estudantes dedicados ao ciclismo e atividades subaquáticas.

Em relatórios relativos à situação da liberdade religiosa em Portugal quase não têm sido referidas violações dessa liberdade, e ainda bem que assim é. A Comissão de Liberdade Religiosa também não tem tido motivos para denunciar atentados a essa liberdade ocorridos entre nós. Mas talvez se justifique que se pronuncie sobre os obstáculos à ação dos núcleos de estudantes católicos em universidades públicas. Porque esses obstáculos representam uma violação da liberdade religiosa.

> Pedro Vaz Patto (texto escrito com novo acordo ortográfico)

publicado por j.gouveia às 11:19

link do post | comentar | favorito


REDE
UNIVERSAL
DE NOTÍCIAS

João Godim

FREELANCER


contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla



Mil Canções
dos últimos 30 anos


>REPORTAGENS

>EUROPA DIRECT

>METEOROLOGIA

>SOS URGENCIAS

>AEROPORTO LISBOA

>AEROPORTO MADEIRA

>TABELA DE MARÉS

.Fotos


GALERIA ROINESXXI
ROINES NOS MEDIA

.subscrever feeds

.pesquisar

 

EUROMILHÔES


BLOGS RECOMENDADOS


Ecclesia
Museu da Imprensa
Regador do Frei Boléo
Começar de Novo
Contextos Históricos
Portugalidade
USTV
Diversidades
Motivo(s) em foco
Guiné - Bart 1914
A TERRA E A GENTE
Actualidade
O Guardião
Fernando Pessoa
Eça de Queiroz
Laurinda Alves
Livros
Leituras
Livros em português
Hábito de Leitura
Casa dos Poetas
Biblioteca Nacional
Observatório da Língua
Língua Portuguesa no Mundo
NOVA ORTOGRAFIA
Português no Mundo Árabe
Observatório da Emigração


José Régio/João Vilaret
A Procissão/João Vilaret
Pablo Neruda
Gabriel Garcia Marques


Coro da Catedral
Projecto Tio
Televisão Saloia
U.Sénior Machico
U.Sénior Funchal
Academia Sénior
Gastronomia Madeirense

PAISES DO MUNDO

11 DE SETEMBRO 2001

ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL

FILMES DE OURO

FILMES PORTUGUESES

LA BALLADE DES GENS HEUREUX
LA VIE EN ROSE
ODE TO MAASTRICHT

VIDEOS MUSICAIS

Amália Rodrigues
Conjunto Académico João Paulo / Sérgio Borges
Manuel Freire
António Prieto
Love Story
Demiss Roussos
Frank Sinatra
Sinatra e Jobim
Vinicius de Moraes
Roberto Carlos
Julio Iglesias
Chico Buarque
Elvis Presley
Conjunto João Paulo
Música árabe
Música céltica
Maria Callas
Laura Pausini
Andrea Bocelli
Música relaxante
Vangelis
Mozart
You light up my Life
Beethoven
Franz Liszt
BeachBoys
Beatles
Elton John
Gigliola Cinquentti
Edith Piaf
Celine Dion
Pavarotti
Louis Armstrong
Nat King Cole
Dont Worry Be Happy

AS MAIS FAMOSAS CANÇÕES DE NATAL

VIOLA OK
Viola clássica Viola/Guitarra
Guitarra/Carlos Paredes
Viola/Gips Kings
Viola/intantil!
Viola/genial!!!
Guitarra Espanhola
Viola:Over the Rainbow
Viola: Kenny Rogers
Viola:José Feliciano