PORTUGAL

.Setembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
29
30

.Sondagem

.ROINES RUTIS

O site - www.rutis.org

.Comentários

Sempre que recebo amigos estrangeiros vou mostrar-...
É um negócio de milhões . Os EUA e a Rússia são os...
Uma notícia com algo que não conhecida de todo. Pa...

.Arquivos

AGENDA ROINESXXI

.Links

.SENIORS - MAYORES - ANZIANI - 前輩 > SENIOR LIFE IN THE WORLD

ROINESXXI = SÉNIOR do século XXI | Journal du XXI siècle - Journal of XXI century - Diario del siglo XXI – Jornal do século XXI - Journal di XXI secolo | Portugal tem 245 universidades seniores, 35 mil alunos e 4.500 professores voluntários | Museu do Louvre (Paris) recebe 10 milhões de turistas/ano, Portugal recebe 18 milhões de turistas | Portugal apresenta o mais baixo nível salarial dentro da Zona Euro | Lisboa é das cidades mais "baratas" da Europa, Zurique é a mais cara | Mais de 455 mil pessoas já viram este blog | Tríade para ser feliz: QUERER, APRENDER, FAZER | A Constituição Portuguesa tem 296 artigos | Portugal tem 308 municípios e 3 091 freguesias | Dia dos roinesianos é a 19 de Fevereiro | Existem no mundo mais de 2.700 línguas, a mais falada é o mandarim | Cabo Girão (na Madeira) é o promontório mais alto da Europa e o 2.º mais alto do Mundo | A igreja Católica em Portugal tem 52 bispos e 3.797 padres | Blog ROINESXXI / address > http://roinesxxi.blogs.sapo.pt/
Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

GUINÉ-BISSAU: O "CHEFE DE TABANCA" MENTIU?

Quando chegámos à Guiné, em março de 1970, uma das nossas primeiras curiosidades foi a de saber se havia no território animais selvagens, como leões, chimpanzés, leopardos, antílopes, hipopótamos, crocodilos e outras espécies. Um idoso indígena, sábio “chefe de tabanca”, foi peremptório: “Eu nunca vi, mas pode ser que haja. Eu andei muitos anos no mato”.elefantes.jpg

Estávamos em África, numa Guiné densamente povoada de floresta (savana e estepe), com rios e suas ramificações, bolanhas e terrenos alagadiços. Habitais e climas eventualmente propícios a tais espécies.

Na Guiné permanecemos cerca de dois anos, em missão militar e traiçoeiro ambiente de guerra. Percorremos vastas áreas, selva adentro, muitas vezes em condições extremas, e o máximo que vimos foram répteis, macacos e pouco mais. Nem vestígios de tais animais vimos.

Leões.jpg

Passaram 46 anos e eis que, de repente, somos despertados para uma notícia intitulada “Leões da Guiné-Bissau em maior número”. Não pode ser!? É a nossa primeira reacção. A notícia fala de elefantes, leões, crocodilos, hipopótamos, búfalos, chimpanzés, onças, tigres, hienas, gazelas, répteis, babuínos…! Na Guiné-Bissau!?

Porquê havia de mentir o velho-sábio “chefe de tabanca”? Porquê durante dois anos, a viver no “mato” e a percorrer centenas e centenas de quilómetros na densa selva, nunca vimos um leão, hipopótamo e outros animais selvagens citados na notícia?crocodilo.jpe

Crocodilos, leões, hipopótamos... o "chefe de tabanca" mentiu?

Será marketing turístico? Parques naturais de vida selvagem? Promover a Guiné como destino turístico para ver leões e outras espécies, no seu habitat… não será vender gato por lebre? Viver no mundo do fantástico!

NB: "Chefe de tabanca" é o ancião reconhecido como o que mais sabe sobre a vida da comunidade. Homem experiente e sábio.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=dKbt-VCibZs

publicado por j.gouveia às 07:48

link do post | comentar | favorito

A TERRA VISTA DO ESPAÇO

nasa.jpgnasa 1.jpg

A NASA divulgou, esta madrugada, fotos da terra obtidas pelos astronautas, a partir de uma estação espacial. Imagens nunca vistas, com tanta nitidez. A terra nocturna vista do espaço.

publicado por j.gouveia às 07:36

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

DIA MUNDIAL DO TURISMO

DEZOITO MILHÕES DE TURISTAS EM PORTUGAL 

Assinala-se, hoje, 27 de Setembro, o "Dia Mundial do Turismo", uma efeméride destinada a destacar a importância do turismo, nos seus aspectos cultural, económico, político e social, através de várias iniciativas. O exponencial crescimento do turismo é visto, no horizonte do séc.XXI, como a maior indústria do mundo.turismo 1.jpg

O tema deste ano é: "Turismo para todos – promover a acessibilidade universal”. A Tailândia foi o país escolhido para acolher oficialmente o Dia Mundial do Turismo em 2016. O Qatar será o país acolhedor em 2017.

Em Portugal, este Dia Mundial do Turismo celebra-se com uma cimeira, em Lisboa, promovida pela Confederação do Turismo Português. Trata-se da III Cimeira sobre o sector e "pretende proporcionar um debate sério e construtivo sobre temas relevantes para o futuro do sector".

turismo 2.png

Mesmo em condições adversas, o turismo em Portugal tem mantido um ciclo de crescimento notável, gerando emprego e riqueza. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o Primeiro-Ministro, António Costa, entre outras individualidades vão estar no debate que se realiza no Museu do Oriente.

Portugal recebe, por ano, cerca de 18 milhões de turistas (quase o dobro da população residente no país), a que corresponde uma receita superior a 12 mil milhões de euros.

turismo 3.png

Música > https://www.youtube.com/watch?v=gt19BA-bNdQ

Video > https://www.youtube.com/watch?v=13_Hs45mCH8

publicado por j.gouveia às 07:50

link do post | comentar | favorito

SÍMBOLO DO PODER EM PORTUGAL

Presidenia.JPGsala bicas.jpg

Sala das Bicas onde, às quintas-feiras, o presidente reúne-se com o primeiro-ministro.

Um dos ex-libris da cidade de Lisboa é o Palácio de Belém, símbolo do poder em Portugal, construído em 1559. Monumento nacional desde 2007, o palácio passou a residência oficial, em 1886, mas nem todos os monarcas aqui viveram.

A partir de 1912, dois anos após a queda da monarquia (5 de Outubro de 1910), a presidência da República passou a ocupar o palácio mas, tal como aconteceu na monarquia, nem todos os presidentes quiseram viver neste edifício do século XVI, como acontece agora com Marcelo Rebelo de Sousa.

P. museu.JPG

Música > https://www.youtube.com/watch?v=AslroZ7JT8w

publicado por j.gouveia às 07:11

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

A UTOPIA DA GUERRA E DA PAZ

Passam hoje, 26 de setembro, 88 anos sobre a assinatura do Pacto da Sociedade das Nações, por vinte  e três países, documento que considera a guerra ilegal e que tem como objetivo a resolução pacífica dos conflitos.

 Resultado de imagem para sociedade das nações

Documento importante, credível, mas que, na realidade, os seus princípios, o seu conteúdo e finalidade são constantemente desmentidos, apesar dos esforços a favor da paz.

Basta ver o que se está a passar na Síria, antes no Iraque, na Bósnia..., para só lembrar os conflitos mais recentes, "promovidos" pelas chamadas "grandes potências".

A história da "Sociedade das Nações", também conhecida por "Liga das Nações" é longa e não foi por acaso que nasceu logo após a I Grande Guerra (1914-1918), teve a necessidade de se reforçar com um Pacto (em 1928), mas sucumbiu ao mesmo tempo da II Guerra Mundial (em 1946), dando lugar à Organização das Nações Unidas (ONU).

Resultado de imagem para guerra da ucrania 2016

Os líderes das maiores potências bélicas mundiais: Putin (Rússia) e Obama (EUA). Dois países assaz activos em todas as guerras. Porquê?

Como disse o nosso Nobel da Literatura (de 1998), José Saramago (1922-2010): "É mais fácil mobilizar os homens para a guerra que para a paz.

Ao longo da história, a Humanidade sempre foi levada a considerar a guerra como o meio mais eficaz de resolução de conflitos, e sempre os que governaram se serviram dos breves intervalos de paz para a preparação das guerras futuras.

Mas foi sempre em nome da paz que todas as guerras foram declaradas."

publicado por j.gouveia às 13:35

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

GRANDE TESTEMUNHO DA CULTURA CLÁSSICA

Uma grande sénior, assim se pode considerar a Professor Maria Helena da Rocha Pereira que, há poucos dias, neste mês de setembro, completou 91 anos de idade (nasceu no Porto, em 1925). Foi a primeira mulher catedrática da Universidade de Coimbra.

Professora na Faculdade de Letras, naquela universidade, é tida como a maior autoridade portuguesa em Estudos Clássicos, sendo um dos nomes mais importantes na investigação em Estudos Literários-Línguas e Literaturas Clássicas, Cultura e Literatura Gregas.

cultura.jpg

Retirada das lides docentes, continua, no entanto, a ser modelo para os mais novos e interessados na aprendizagem do verdadeiro saber e conhecimento, desde as suas mais profundas raízes.

Nas suas próprias palavras, "o estudo do Grego e do Latim, essas línguas cuja estrutura é tão propícia ao desenvolvimento do raciocínio e de cujo vocabulário brota quase toda a linguagem científica e técnica de que nos servimos – quer vinda directamente da Antiguidade, quer assente em neologismos a partir daquele constituídos”.

Continua a ser "necessário nos nossos dias", apesar de um certo menosprezo ou abandono da parte dos currículos académicos pelas "Humanidades".

Resultado de imagem para universidade de coimbra torre 

Em resposta a uma questão colocada numa entrevista pela revista Ler (em 2010) sobre: "Que é que perdemos com a queda do uso e do ensino do Latim?, afirmou:

"Em primeiro lugar, perdemos o ensino do Português. Em segundo, perdemos um caminho aberto para as outras línguas românicas. Acima de tudo, perdemos um treino da inteligência.

O Latim ocupa, no domínio das ciências humanas, um lugar paralelo ao da matemática no das ciências exactas. Parecendo que não, há muitas semelhanças entre o tipo de exercício mental a que ambos obrigam."

Música > https://www.youtube.com/watch?v=LqB8RAPC9QM

publicado por j.gouveia às 08:00

link do post | comentar | favorito

ÚNICO EDIFÍCIO ROMÂNICO DE LISBOA

sé.JPGsé 4.JPGsé 2.JPG

A Sé de Lisboa, com três naves, foi conquistada aos mouros em 1147. É o único edifício românico da capital portuguesa e antes de ser catedral(católica) foi mesquita(muçulmana).

publicado por j.gouveia às 07:44

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 25 de Setembro de 2016

CRISTÃOS JAPONESES - "FÉ CLANDESTINA"

O escritor japonês Shusaku Endo morreu em setembro de 1996, aos 73 anos de idade, mas a sua obra mantém flagrante actualidade, pelos temas que aborda e as reflexões que proporciona sobre a essência e o essencial do viver humano.

shusa 1.jpg

Um dos seus livros marcantes, considerado mesmo a sua "obra-prima", intitula-se "Silêncio". Narra a história do padre Sebastião Rodrigues que, em 1640, viajou para Japão, disposto a ajudar os cristãos japoneses, então vítimas da perseguição, e a descobrir a verdade sobre o que aconteceu ao seu antigo mentor, o padre Ferreira (ambos jesuítas portugueses), que, segundo os relatos da altura, teria rejeitado o "martírio" e abandonado a fé cristã.

tumblr_mx854si7X81sknvnko5_1280 

Nagasaki, berço do cristianismo no Japão. A bomba atómica caiu precisamente em cima do bairro católico da cidade.

Face à dura "opressão" contra os fiéis da Igreja, o próprio padre Rodrigues também se viu obrigado a fazer uma escolha impossível: "abandonar o seu rebanho ou o seu Deus".

O que até então teria sido pacífico, através do grande missionário do Oriente - São Francisco Xavier, era agora motivo de muita "crueldade" pois, as autoridades locais japonesas do século XVII estavam mais interessadas no "comércio" e nos "negócios" do que nas "conversões" religiosas, obrigando assim à prática de uma "fé clandestina".

shusa 4.jpgshusa 5.jpgshusa 3.jpg

Este "drama" histórico, foi também adaptado ao cinema pelo realizador Martin Scorsese, a partir precisamente do livro de Shusaku Endo - "Silence", estando a estreia do filme marcada para o próximo dia 22 de dezembro, na Austrália. Ambos, autor e realizador, propõem uma análise profunda sobre as raízes da fé religiosa, as suas exigências e dogmas.

Shusaku Endo (1923-1996), foi considerado um dos melhores escritores do século XX, comparado ao inglês Graham Greene (1904-1991) e ao russo Dostoiévski (1821-1881). Natural de Tóquio, ele próprio foi baptizado aos 12 anos, numa altura em que os cristãos representavam menos de 1 por cento da população japonesa.

Resultado de imagem para igreja católica em nagasaki japão 

Os primeiros portugueses chegaram ao Japão em 1543, entre eles sacerdotes. Na imagem, a nova igreja católica em Nagasaki.

Formou-se em Literatura Francesa, pela Universidade de Keio, e estudou em Lyon como Bolseiro do Governo japonês. Além de "Silêncio", escreveu outros livros representativos: "O Samurai" e "Rio Profundo", este último traduzido para português pelo padre franciscano, da Ordem dos Frades Menores, José David Antunes, que no início deste mês de setembro completou um século de vida (n. em Leiria a 5 de setembro de 1916).

Shusaku Endo foi galardoado com os mais importantes prémios literários do seu país e várias vezes nomeado para o Prémio Nobel de Literatura.

Música > https://www.youtube.com/watch?v=J5qi_4DnpKg

publicado por j.gouveia às 09:07

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 24 de Setembro de 2016

EDUCAÇÃO, LEITURA E CULTURA

A trilogia "Educação, Leitura e Cultura" é princípio e fim de tudo quanto somos na vida. Sem uma sólida educação não é possível interpretar os sinais que nos são permanentemente dados, seja a que nível for, seu âmbito e quadro social. Sem leitura (jornais, livros, revistas) ficamos à margem do conhecimento local e universal, pessoal e colectivo. Sem cultura é como viver numa casa vazia ainda que cheia de riqueza material.

Os dois "tak's" seguintes foram obtidos de uma entrevista a Arturo Pérez-Reverte, jornalista e escritor espanhol. Repórter do mundo em paz e em guerra, sempre com a palavra realista identificada com o que viu e viveu.

a.JPG

 b.JPG

PS: Não se entenda nem se confunda "Educação, Leitura e Cultura" por habilitações académicas. (Magro Ortega)

publicado por j.gouveia às 18:49

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

ÁRVORE COM MAIS DE 300 ANOS

árvore.JPG

Esta Phytolacca dioica (ombú) tem mais de 300 anos e vamos encontrá-la na zona do bairro de Alfama, em Lisboa. Por detrás da secular árvore ficava a antiga prisão do Limoeiro onde estiveram presos Luís de Camões e Barbosa do Bocage, entre outras figuras famosas. Foi neste mesmo local (num antigo edifício, construído em 1367) que D. João I matou o Conde de Andeiro, amante de D. Leonor Teles.ARVORE 2.JPG

Nas instalações da antiga prisão funciona, hoje, o Centro de Estudos Judiciários.

publicado por j.gouveia às 09:41

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 23 de Setembro de 2016

SABEDORIA DO OUTONO

A estação do Outono é propícia a interiorizações, a vivências profundas, a exemplo do que acontece com a natureza que se despede de acessórios e se distancia da dispersão.

Uma época em que os poetas e os pensadores mais se confessam e partilham pensamentos sábios, a partir de meditações serenas que as estações precedentes mais dificilmente permitiam.

Resultado de imagem para sabedoria do outono 

Para Dalai Lama (monge budista e actual líder temporal e espiritual do povo tibetano): "Uma árvore em flor fica despida no outono. A beleza transforma-se em feiúra, a juventude em velhice e o erro em virtude. Nada fica sempre igual e nada existe realmente. Portanto, as aparências e o vazio existem simultaneamente."

Na opinião de Albert Camus (1913-1960, jornalista, dramaturgo, romancista e filósofo argelino, Nobel da Literatura em 1957): "Outono é outra Primavera, cada folha uma flor."

E num poema de Miguel Torga (1907-1995), publicado no Diário X, em 1966, Outono é: "Tarde pintada / Por não sei que pintor. / Nunca vi tanta cor / Tão colorida! / Se é de morte ou de vida, / Não é comigo. / Eu, simplesmente, digo / Que há fantasia / Neste dia, / Que o mundo me parece / Vestido por ciganas adivinhas, / E que gosto de o ver, e me apetece / Ter folhas, como as vinhas."

Música > https://www.youtube.com/watch?v=_Z8_hi_Kvcg

publicado por j.gouveia às 10:12

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 22 de Setembro de 2016

PORTO DO FUNCHAL NO INÍCIO DO OUTONO

O Porto do Funchal continua famoso pelo acolhimento que dispensa aos principais navios, importantes barcos e paquetes, que por aqui passam, em escala de cruzeiro.

Neste primeiro dia de Outono, é um encanto ver-se a paisagem marítima com o "Queen Elizabeth " e o "Eclipse", por exemplo, e com os arredores cheios de passageiros e outros que, pela manhã, bem cedo, percorrem a antiga Avenida do Mar, hoje ocupada pelas "Praça do Povo" e "Praça do Mar"...

Parafraseando o título de um livro - "A ilha está cheia de vozes", podemos dizer que o porto e a baía do Funchal estão cheios de barcos, quase todos os dias, e cativam os olhares e os comentários de milhares de estrangeiros e residentes.

b.1.JPGb.pessias.JPG

b.2.JPG

Esta manhã, ainda o sol não raiava no horizonte e já o Porto do Funchal enchia-se de navios de cruzeiro, com cerca de 18 mil turistas em trânsito. Bem cedo já a capital madeirense era uma cidade cosmopolita, multicultural e internacional. Por ano, em média, a Madeira recebe mais de meio milhão de turistas em viagens de cruzeiro.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=HIsnegyZ2_8

publicado por j.gouveia às 13:48

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

MUDAR O MUNDO COM OS LIVROS

Resultado de imagem para livros e livrarias em obidos 

(ÓBIDOS, vila com o maior número de livrarias em Portugal)

Por muito que tenhamos à disposição recursos tecnológicos imparáveis e nunca vistos, o livro impresso, acomodado às mãos e aos olhos de leitores devotos, é e será sempre indispensável para a compreensão do mundo e dos ambientes que habitamos.

Por exemplo, para fazer consultas através da Internet, torna-se necessário estar preparado e saber o que se procura, e isso consegue-se pela leitura de livros ou obras literárias, científicas, técnicas e outras, de acordo com os interesses e objectivos pretendidos.

Esta "cooperação" é incentivada por diversos autores, nomeadamente os que escrevem sobre histórias reais e conhecem bem o objecto de que falam. É o que prova Arturo Pérez-Reverte (n. 1951), actualmente o escritor espanhol mais lido em todo o mundo, com livros centrados em temas como a aventura, a guerra, os conflitos, amizade e a morte.

arturo 1.jpg

Repórter de guerra durante muitos anos, Pérez-Reverte publica livros com notoriedade desde 1993, muitos dos quais traduzidos em cerca de 40 idiomas. A sua mais recente obra, traduzida também em português e intitula-se "Homens Bons" e assenta na convicção de que "é possível mudar o mundo através dos livros e do conhecimento".

Entre a ficção e a realidade, o autor retrata uma época marcante, a Europa do século XVIII, no contexto do Iluminismo e Enciclopedismo.             

arturo livro 3.jpgarturo livro 1.jpgarturo livro 2.jpg

Relata as peripécias de dois académicos, membros da Real Academia Espanhola, que tentam levar para Espanha uma "obra proibida", os 28 volumes da Enciclopédia Francesa de D'Alembert e Diderot. Uma "tarefa delicada", repleta de "heróis e vilãos, intrigas e incertezas", baseada em "acontecimentos e personagens reais".

Arturo Pérez-Reverte conduz-nos até a um tempo importante da nossa História, quando a "ânsia de liberdade derrubava a ordem estabelecida", e dá-nos a conhecer os  "heróis que quiseram mudar o mundo com os livros".

Música > https://www.youtube.com/watch?v=39DNaNAMKAU

publicado por j.gouveia às 08:18

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

REGRESSOU... O OUTONO

Resultado de imagem para ESTAÇÃO DO OUTONO 

Sim! Chegou o Outono espelhado na paisagem com tons coloridos únicos e ternurentos. As incontáveis cores, a intermitência no espaço suave, o vagabundear por lugares da nossa juventude inesquecível. É o vento que passa e não se vê mas que se sente, com o sol na sua trajectória a dar brilho às árvores e às folhas acastanhadas... tranquilamente. 

O OUTONO regressou, Viva o OUTONO.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=O9FI-h9a3D8

NB: A estação de Outono começou, hoje, 22 de setembro e termina a 21 de dezembro (início do inverno).

publicado por j.gouveia às 07:41

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 21 de Setembro de 2016

CÃES... ZULU, NAPOLEÃO, TIM-TIM E OUTROS

"O fiel amigo" tem nomes curiosos conforme a vontade do dono, a raça, a função que exerce, a aparência, a companhia, a tarefa que desempenha...

Enfim, de acordo com as influências das épocas em que vivem, procurando imitar uma "estrela", um "famoso", ou porque são treinados para obedecerem da forma mais simples às ordens recebidas... Assim, há o "Zulu", o "Pateta", o “Capitão”,  o "Cuca", o "Flecha", o "Tobias", o "Napoleão", o "Tim-Tim", a "Lili", a "Gioconda" , a "Isis" ou a "Sissi", etcétera, etcétera. 

cães.JPG

Nomes que entraram na linguagem e popularidade dos nossos dias e que se tornaram interessantes para quem é titular dos seus direitos ou simplesmente tem vizinhança com o animal, sejam eles mais ou menos simpáticos ou agressivos.

Seja como for, faz algum sentido a frase de Blaise Pascal: "Quanto mais conheço os homens mais gosto de cães".

publicado por j.gouveia às 17:44

link do post | comentar | favorito

SABER PELO SABER

A informação quanto mais concisa e objectiva mais cativa, em absoluto, quem tem o gosto pelo saber. Ler, reler; ouvir e voltar a ouvir; ver e rever; até se reter a informação... por vezes cansa, desapega-se do querer inicial. São Fases.

Um leitor do ROINESXXI fez-nos chegar um site que privilegia a "História de Portugal": Reis, Rainhas e Presidentes da República; As Constituições e outros documentos políticos, diplomas áticos e doutrinários. O saber pelo saber, directo. 

Click aqui > http://www.arqnet.pt/portal/Portugal/temashistoria/index.html

publicado por j.gouveia às 17:17

link do post | comentar | favorito

NAIPAUL (PRÉMIO NOBEL) EM ÓBIDOS

O festival "Fólio", em Óbidos, conta este ano com um convidado especial: V.S. Naipaul, o Prémio Nobel de literatura em 2001 e amplamente distinguido pelo conjunto das suas obras traduzidas em todo o mundo.

Resultado de imagem para NAIPAUL PRÊMIO NOBEL 

O escritor britânico-caribenho nasceu em Trinidad e Tobago, em 1932. Vive em Inglaterra desde 1952 e trabalhou como jornalista para a BBC.

Doutor honoris causa pelas universidades de Cambridge, Londres, Oxford e Columbia, foi sagrado cavaleiro britânico pela rainha Elizabeth II, em 1990.

Naipaul já esteve outras vezes em Portugal. A primeira em 1960, a segunda em 1980, para participar num colóquio promovido pela Gulbenkian, e agora vai estar em Óbidos, amanhã (quinta-feira), 22 de setembro.

naipul f.2.jpgnipul f.1.jpgnaipul f.3.jpg

O nosso país faz parte das memórias deste consagrado escritor presentemente com 84 anos de idade.... Naipaul lembra-se dos portugueses que trabalhavam na sua terra natal, nomeadamente "aqueles madeirenses donos de lojas de rum (aguardente)" na sua "Porto of Spain" e que serviram de inspiração para personagens dos seus primeiros livros.

É de aproveitar a sua presença entre nós e, sobretudo, é importante ler a sua obra literária pelos ensinamentos e interpretações sábias que dá sobre a actulidade do nosso tempo.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=yE7pAcPyD3c

 óbidos livros.jpg

publicado por j.gouveia às 07:31

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 20 de Setembro de 2016

MÚSICAS DA NOSSA IDADE

Resultado de imagem para radios antigos 

Quer saber qual era a música que estava no topo no dia em que nasceu? A música que a telefonia (rádio) mais rodava. Então tem agora a possibilidade de ouvir a música da sua idade (da nossa idade, da idade de cada um).

Click aqui > http://playback.fm/cancao-aniversario

publicado por j.gouveia às 14:22

link do post | comentar | favorito

BREVES NOTAS DA POLÍTICA

A entrada de Salazar na política activa dá-se por via do convite formulado por Vicente de Freitas, um militar experiente e com profundos conhecimentos da vida governativa. Vicente Freitas foi ministro do interior, ministro das finanças e primeiro-ministro (chefe do governo), entre 1928-1929. Posteriormente, foi presidente da Câmara Municipal de Lisboa (1933).

Na altura, António Oliveira Salazar era um dos mais reputados economistas e professor catedrático da universidade de Coimbra. O percurso político que Salazar veio a seguir acabou por colidir com os princípios defendidos por Vicente de Freiras, ao ponto de haver corte de relações.vicente.jpg

José Vicente de Freitas, militar, cartógrafo e político, nasceu na Calheta, Madeira, em 1869, e faleceu em Lisboa, em 1952 (faz este mês 54 anos). Como militar atingiu o posto de general, em 1928, com uma boa folha de serviços, entre os quais um sub-comando de brigada na primeira guerra mundial.

Video (terra natal de Vicente de Freitas) >

https://www.youtube.com/watch?v=CR_eM2rXqWE

publicado por j.gouveia às 07:18

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Setembro de 2016

SORRIR É O MELHOR REMÉDIO

velho sorri.jpg

Veja como um velho-sénior francês faz da vida uma janela de humor positivo.  

Click aqui: http://www.piecejointe.com/pps-humour/Ma-reputation-63284.html

De seguida click em:

Télécharger  (lado esquerdo – abaixo)

E em:

Ma-reputation (1).pps – (lado esquerdo -  abaixo)

Divirta-se!!!

publicado por j.gouveia às 19:07

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

MEMÓRIA DE LUIZ GOES

"Com Amália e Carlos Paredes, Luiz Goes está na galeria dos grandes intérpretes do século XX, expressões maiores do ser português", disse José Henriques Dias sobre o intérprete e compositor de referência da balada de Coimbra, Luiz Goes, falecido há quatro anos (18 setembro de 2012).

goes 0.jpg

Contemporâneo de outros nomes maiores da canção coimbrã, como Fernando Machado Soares (1930-2014), António Menano (1895-1969), José Afonso (1929-1987) e Adriano Correia de Oliveira (1942-1982), Luiz Goes (1933-2012) é, de facto, um nome incontornável da música portuguesa, a par da profissão de médico.

Era sobrinho de Armando de Goes, que foi colega de Edmundo Bettencourt, Paradela de Oliveira e Almeida d'Eça, também referências de Coimbra nas décadas de 1920 a 1940-50 e começou a cantar em público aos 14 anos, sendo então conhecido como "menino prodígio".

goes canção.jpg

Visto como "um cantor de uma invulgar convicção na forma como interpretava as letras, a profundidade que dava às palavras, além da melodiosa voz de grande extensão", considera o médico Camacho Vieira, que foi seu amigo, embora  "a sua dimensão artística" nunca tenha sido "devidamente reconhecida", apesar das "inúmeras digressões internacionais".

Esteve nas Nações Unidas, na Suíça, num Congresso da Cultura da Língua Portuguesa, na Universidade de Georgetown, em Washington D.C., numa homenagem a Beethoven, na Áustria; entre muitas atuações na Europa, África e Américas.

goes 3.jpg

Antes de cantar a solo, Luiz de Goes fez parte do Orfeão de Coimbra, na categoria de barítono solista, do Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra, na Tuna e no Coral da Faculdade de Letras.

Um dos seus maiores êxitos é o disco "Serenata de Coimbra", gravado em 1957, "um dos álbuns mais vendidos da música portuguesa, em Portugal e no estrangeiro, contando com mais de 15 edições com capas diferentes."

A sua carreira artística, entretanto, foi interrompida para cumprir o serviço militar na Guiné-Bissau, no contexto da guerra colonial. Quando regressou, em 1966, fixou residência em Lisboa, onde exerceu a profissão de Estomatologista até à reforma, em 2003.

goes 2.jpg

Da sua extensa discografia destacam-se os álbuns "Coimbra de ontem e de hoje" (1966), "Coimbra do mar e da vida" (1969), "Canções de Amor e de Esperança" (1969) e "Canções para quase Todos" (1983).

Música > https://www.youtube.com/watch?v=XknneTYyFk4

publicado por j.gouveia às 11:28

link do post | comentar | favorito

CRUZEIROS DE LUXO

barco1.JPG

(Porto de Lisboa)

Resultado de imagem para cruzeiros no porto do funchal

(Porto do Funchal)

São transatlânticos tipo "arranha-céus". Navegam  pelos cinco continentes em viagens de  lazer como se fossem habitações ambulantes luxuosas. O níquel escoa à velocidade do cruzeiro, uma vez a bordo tudo é acessível pelo cifrão mais alto. São seduções dos novos tempos.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=BE1mHzELjbc

publicado por j.gouveia às 10:28

link do post | comentar | favorito
Domingo, 18 de Setembro de 2016

VIVER NAS CAVERNAS

Um casal de anciãos chineses vive numa caverna (furna) há mais de meio século. Liang Zifu (81 anos) e Li Suying (77 anos) casaram e não tinham meios para pagar a renda de uma casa, o recurso foi viver numa caverna sem luz, sem água e sem casa de banho. Tal como viveu o homem primitivo.

china 1.jpg

Aqui criaram os seus quatro filhos. Na caverna tornada habitação, sem portas e sem janelas, fizeram três divisórias, uma cozinha, uma sala de estar e uma pocilga. Um espaço aproveitado ao milímetro. A temperatura ambiente, dizem: “é fresca no verão e mantém o calor no inverno”.

china o.jpg

Já foram convidados a sair da caverna mas não querem. O casal não troca a sua habitação por um apartamento disponibilizado pelas entidades públicas. O lar (o doce lar) é insubstituível!

Imagens in "http://portuguese.people.com.cn/"

Música > https://www.youtube.com/watch?v=iXFXpN1Jyno

publicado por j.gouveia às 18:48

link do post | comentar | favorito

LEONOR DE PORTUGAL NO IMPÉRIO ROMANO-GERMÂNICO

D. Leonor, filha de D. Duarte e de D. Leonor de Aragão, nasceu a 18 de Setembro de 1434, no castelo de Torres Vedras. Em 1451 (tinha 16 anos) casou com o imperador Frederico III, vinte anos mais velho.

leonor f.1.jpgleonor f.3.jpg

A coroação de ambos foi ratificada pelo Papa Nicolau V, na Basílica de São Pedro, em Roma, a 16 de Março de 1452. Desde então passou a ser conhecida por Leonor de Portugal. Foi a última imperatriz do sacro - império romano - germânico a ser coroada em Roma, pelo Sumo Pontífice.

Apesar da diferença de idades, o rei Frederico e a rainha Leonor tiveram uma vida em comum frutuosa. Do enlace nasceram cinco filhos mas apenas dois sobreviveram. Entre os seus bisnetos contam-se o imperador Carlos V e o imperador Fernando I.

leonor f.2.gif

D. Leonor foi a imperatriz, nascida em Portugal (faz hoje 582 anos), com maior poder no universo dos impérios. Uma imperatriz recordada e acarinhada que a história regista com elevada nobreza humanística. 

leonor f.4.jpg

(Castelo de Torres Vedras)

Video > https://www.youtube.com/watch?v=8ItgN4c92X8

publicado por j.gouveia às 10:17

link do post | comentar | favorito
Sábado, 17 de Setembro de 2016

GOVERNO DE CÓCORAS, POVO DESCONSIDERADO

PORTUGAL QUIS VENDER

A MADEIRA AOS INGLESES

A Madeira foi encontrada e povoada pelos portugueses há quase 600 anos (1419). A sua localização geográfica serviu de plataforma ou rampa de lançamento para a conquista e propriedade de "novos mundos".

Na ilha, prepararam-se e abasteceram-se populações para outros destinos, disputaram-se contendas, a favor e contra a Governo centralizado em Lisboa, deram-se garantias a estrangeiros em nome de uma "antiga aliança" ou porque defendiam os locais dos piratas e corsários.

ram sec. XIX.jpg

A História, neste contexto insular, está cheia de episódios curiosos. E se, num passado distante, em plena monarquia ou poder da Coroa, era costume dar-se como "dote" uma ilha ou um certo território… no século XIX, por exemplo, no ambiente da "guerra civil" e das "lutas liberais", essa tradição vestiu-se de outras roupagens.

No caso da Madeira, a ilha esteve para ser vendida (oferecida), por duas vezes, entre as décadas de 30 e 40, e o mais interessante desta hipótese é que seria vendida aos ingleses! Aos "súbditos de Sua Majestade" que na ilha já desenvolviam negócios e serviam de "mediadores" entre muitas "causas perdidas", dirimidas entre os "poderes" da ilha e os "interesses da Nação".

ram hoje.jpg

É caso para perguntar: Quanto custa ser independente? Quantas "moedas" são precisas para manter a identidade histórica? A quem de direito cabe decidir da vontade e do futuro de um povo?

Pelos vistos, esta realidade permanece bem vistosa ainda no nosso tempo, com outros governantes e instâncias... Não se fala de "venda", antes de "cooperação", "ajudas a fundo perdido", "vantagens a rodos", "empréstimos eternos"... E, no entanto, a força para resistir vem da letra do Hino nacional: "Heróis do mar, Nação valente, Povo imortal...".

ram descob..jpg

NB: O Arquipélago da Madeira (ilhas do Porto Santo, Madeira, Desertas e Selvagens) foi descoberto pelos navegadores genoveses (italianos), em 1335. Os portugueses encontraram o arquipélago em 1419.

Hino > https://www.youtube.com/watch?v=iuGAtdHl8Xc

publicado por j.gouveia às 08:36

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 16 de Setembro de 2016

UMA PIDE DEPOIS DA PIDE

A entrevista do juiz Carlos Alexandre à SIC (uma caixa em termos jornalísticos) mais do que ter eventualmente ofendido castos e impolutos veio demonstrar que a liberdade de expressão em Portugal é uma ilusão. Algumas reacções vindas a público aproximam-se do desatino.

Resultado de imagem para juíz carlos alexandre na SIC

Andar a promover e a defender a liberdade para logo amordaça-la é como se houvesse uma Pide depois da Pide, uma censura após a extinção do exame prévio. A jornalista perguntou, Carlos Alexandre respondeu."Preso por ter cão e preso por não ter". Vamos ao que interessa, o que disse o juíz, ipsis verbis:

> "Não tenho fortuna pessoal, nem herdada, não tenho amigos pródigos, os meus encargos só são sustentados com trabalho sério”.

> "Não tenho dinheiro ou contas bancárias em nome de amigos"

> “Não tenho livros publicados, não vou a conferências, não tenho pós graduações, trabalho muito”.

> "Sinto-me escutado no meu dia-a-dia, sob várias formas".

> “Se tivesse medo, não me levantava da cama, eu aceito o meu futuro e o meu destino".

Resultado de imagem para liberdade de expressão

Ante estas afirmações, em discurso directo, onde está a ofensa? Recorrendo à velha expressão popular “a mim, a ti, a ele?”. Pois… só que não devia ter dito o que disse, porque tem dossiers escandalosos e escaldantes sob a sua alçada (Banco Espírito Santo; Ex-1.º ministro J. Sócrates; entre outros).

Conotações e ilações fazem parte da fertilidade humana. Louvo (sem medalha) a assumida liberdade de expressão do juiz Carlos Alexandre. Não pode haver uma Pide depois da Pide, de má memória. A entrevista fica para a história.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=6sBueXRnEZ4

publicado por j.gouveia às 11:41

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

PORTO DE ABRIGO DOS SENIORES

Ter uma boa memória é como dispor de um bom porto de abrigo. Todavia, “é necessário muito treino e principalmente atenção ao que estiver a ser realizado”, porque “o córtex cerebral recebe uma nova informação sensorial”.cérebro 1.jpg

A realidade é que “as sinapses formam conexões entre os neurónios nas diferentes áreas do cérebro, havendo a codificação das informações”. Quer isto dizer que “haverá informações que serão descartadas e outras mantidas por se relacionarem a padrões já existentes no cérebro”.

cerebro 2.jpg 

Em suma “caso não existam esses padrões e as informações forem de valor, ou satisfatórias, então, novos padrões de conexão passam a se estabelecer”. Não é por casualidade que o cérebro é o órgão sede das “funções psíquicas e nervosas da actividade intelectual”.

publicado por j.gouveia às 10:31

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Setembro de 2016

EFÍGIE DE AMÁLIA EM ALFAMA

amalia.JPG

Quem por ali passa quase que não vê. A efígie de Amália, feita em calçada portuguesa, está numa pequena parede de rua, no Bairro de Alfama.

Num banco de jardim, três alfacinhas de cabelos grisalhos, põem a conversa em dia. Amália aqui? "Pois, ela nasceu aqui, neste bairro", resposta pronta, ainda a nossa observação ia a meio.

"A mais aclamada voz de Portugal e uma das mais brilhantes cantoras do século XX", nasceu e andou por estes becos e ruelas de Lisboa antiga. Não muito longe do Panteão Nacional onde está sepultada.

Música > https://www.youtube.com/watch?v=v6P68KXeBy4

publicado por j.gouveia às 17:15

link do post | comentar | favorito

A EUROPA DOS MILHÕES

Falar de milhões de pessoas, de euros, de competições, de libras e de qualquer coisa..., é tão banal na Europa, como outrora o foi para os povos nossos antepassados que criaram e delimitaram o espaço que hoje se designa europeu e através do qual limitamos a nossa própria identidade geográfica, num complexo e continuado confronto entre Oriente e Ocidente.mapa 1.jpg

Na origem de tudo, entretanto, está um mito literário grego, uma espécie de tentativa racional para explicar como foi o início e qual a razão de ser assim..., e que hoje persiste em manter-se atual.

Os especialistas em literatura dizem que a Europa é a filha do rei da Fenícia (actual Líbano). Foi raptada por Zeus, disfarçado de touro, e levada para Creta, onde deu à luz o futuro rei Minos... A partir daí a história prolonga-se pela Grécia e Roma antigas, até aos nossos dias.

Resultado de imagem para zeus

O que se conclui que há sempre um interesse em qualquer existência, um "mais forte" e "um mais fraco", em que os "mais ágeis e capazes" são os que ficam a dominar sobre todo o resto à sua volta.

Os exemplos abundam nesta matéria, mas nos nossos dias, neste momento, percebe-se como esta situação se encaixa no "mito" da Antiguidade.

É ler e ver o que se passa à volta das competições do futebol europeu, com milhões em disputa apenas por um jogo; e também na política europeia, em que os interesses alemães desejam um outro candidato à liderança da ONU, em detrimento de um português, só por que em causa também se apresenta a hegemonia da Rússia, etc.

Resultado de imagem para super poderes na união europeia

É uma questão de milhões que gira em torno de um "mito" e que remete para uma dialética Ocidente/Oriente, mas hoje em dia mais ligado a conceitos económicos, religiosos, políticos e raciais, ainda que os métodos da propaganda e do marketing nos façam crer o contrário.

publicado por j.gouveia às 08:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 14 de Setembro de 2016

Pe.JOÃO FREITAS FERREIRA - UM PEDAGOGO CRIADOR

A memória dos homens pode ser curta, mas há personalidades que jamais se esquecem. É o que se pode provar com a vida e profissão religiosa do padre João Freitas Ferreira, cuja ordenação sacerdotal faz hoje 58 anos (dia 15 de Setembro), na cidade alemã de Weissenhorn, após estudos de Teologia na Universidade de St. Georgen / Frankfurt, entre 1954 e 1958.pe.1.JPG

Natural da freguesia do Faial, concelho de Santana e diocese do Funchal, o padre João Freitas Ferreira - actualmente com 83 anos de idade, é membro dos Claretianos, uma Congregação fundada em Espanha, em 1849, pelo arcebispo Santo António Maria Claret, com o carisma apostólico dedicado ao “ministério da Palavra de Deus, em resposta às necessidades mais urgentes, com os conteúdos evangélicos mais oportunos e os meios mais eficazes”. Está em Portugal desde 1898.pe. revista.JPG

Com apenas 12 anos, o jovem João Freitas Ferreira entrou na Congregação e frequentou o Noviciado no Seminário dos Carvalhos (Vila Nova de Gaia), onde fez votos perpétuos em 1954, seguindo de imediato para a Alemanha, onde se formou em Filosofia e Teologia, sendo o primeiro madeirense (e dos poucos portugueses) a ordenar-se sacerdote neste país.pe.4.jpg

De regresso a Portugal, passou a integrar a comunidade do Colégio Internato dos Carvalhos, onde ainda permanece, desenvolvendo a sua acção como professor, superior da comunidade religiosa e director do Colégio, destacando-se pela sua “competência, dedicação, empatia, solidariedade, disponibilidade e compreensão”, com “um número incontável de amigos” e admiradores em todas as áreas.

A sua formação académica e pedagógica tem sido amplamente reconhecida por várias gerações de alunos.

No Colégio Internato dos Carvalhos, foi Professor de Língua Portuguesa, Literatura Portuguesa e Língua Alemã, por muitas décadas, tendo obtido mais tarde uma segunda Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (variante de estudos Portugueses e Alemães), na Faculdade de Letras do Porto, onde foi distinguido com o Prémio Pe. Guimarães Dias, atribuído ao aluno que concluísse o curso com a mais alta classificação, entre outras distinções.

logo.jpg

Outra faceta notável do padre João Freitas Ferreira, foi o seu trabalho e investimento permanente na “implementação de um novo modelo de ensino que alterasse o estado do ensino em Portugal” que, após a “Revolução dos Cravos” de 1974, acabou com as escolas Industriais e Comerciais.  

Nesse contexto, foi membro da Comissão Regional do Norte para o Ensino Técnico-Profissional e dirigente nacional da Associação de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo. Ao mesmo tempo, prosseguia os seus estudos para melhor desempenhar o seu apostolado de religioso e cidadão exemplar.pe. revista 1.gif

Fez um Mestrado em Literaturas Românicas Modernas e Contemporâneas; publicou, entre outros estudos, um ensaio sobre “Pedagogia do Léxico” e foi co - fundador e director da Associação Portuguesa do Ensino Superior Privado.

Foi ainda co-fundador e presidente da direcção do Instituto Superior Politécnico de Gaia; membro da Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior; e co-fundador e director da Revista “Psicologia, Educação e Cultura”, entre muitas outras tarefas que merecem ser recordadas e que, com certeza, permanecem actuantes na memória de muitos.

Guten Morgen Pe. João.pe.2.jpg

(Faial, Madeira)pe.3.jpg

 (Weissenhorn, Alemanha)

Video (Faial) > https://www.youtube.com/watch?v=8avfcJ81jzo

Video (Weissenhorn) > https://www.youtube.com/watch?v=cZG0N8me_wA

Música > https://www.youtube.com/watch?v=4JU1kr7aVTw

publicado por j.gouveia às 23:08

link do post | comentar | favorito


REDE
UNIVERSAL
DE NOTÍCIAS

João Godim

FREELANCER


contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla



Mil Canções
dos últimos 30 anos


>REPORTAGENS

>EUROPA DIRECT

>METEOROLOGIA

>SOS URGENCIAS

>AEROPORTO LISBOA

>AEROPORTO MADEIRA

>TABELA DE MARÉS

.Fotos


GALERIA ROINESXXI
ROINES NOS MEDIA

.pesquisar

 

.subscrever feeds


EUROMILHÔES


BLOGS RECOMENDADOS


Ecclesia
Museu da Imprensa
Regador do Frei Boléo
Começar de Novo
Contextos Históricos
Portugalidade
USTV
Diversidades
Guiné - Bart 1914
Actualidade
O Guardião
Fernando Pessoa
Eça de Queiroz
Laurinda Alves
Livros
Leituras
Livros em português
Hábito de Leitura
Casa dos Poetas
Biblioteca Nacional
Observatório da Língua
Língua Portuguesa no Mundo
NOVA ORTOGRAFIA
Português no Mundo Árabe
Observatório da Emigração


José Régio/João Vilaret
A Procissão/João Vilaret
Pablo Neruda
Gabriel Garcia Marques


Coro da Catedral
Projecto Tio
Televisão Saloia
U.Sénior Machico
U.Sénior Funchal
Academia Sénior
Gastronomia Madeirense

PAISES DO MUNDO

11 DE SETEMBRO 2001

ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL

FILMES DE OURO

FILMES PORTUGUESES

LA BALLADE DES GENS HEUREUX
LA VIE EN ROSE
ODE TO MAASTRICHT

VIDEOS MUSICAIS

Amália Rodrigues
Conjunto Académico João Paulo / Sérgio Borges
Manuel Freire
António Prieto
Love Story
Demiss Roussos
Frank Sinatra
Sinatra e Jobim
Vinicius de Moraes
Roberto Carlos
Julio Iglesias
Chico Buarque
Elvis Presley
Conjunto João Paulo
Música árabe
Música céltica
Maria Callas
Laura Pausini
Andrea Bocelli
Música relaxante
Vangelis
Mozart
You light up my Life
Beethoven
Franz Liszt
BeachBoys
Beatles
Elton John
Gigliola Cinquentti
Edith Piaf
Celine Dion
Pavarotti
Louis Armstrong
Nat King Cole
Dont Worry Be Happy

AS MAIS FAMOSAS CANÇÕES DE NATAL

VIOLA OK
Viola clássica Viola/Guitarra
Guitarra/Carlos Paredes
Viola/Gips Kings
Viola/intantil!
Viola/genial!!!
Guitarra Espanhola
Viola:Over the Rainbow
Viola: Kenny Rogers
Viola:José Feliciano