PORTUGAL

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
29
30

.Sondagem

.ROINES RUTIS

O site - www.rutis.org

.Comentários

São os mitos criados à medida dos interesses. Até ...
Em país algum da Europa onde ocorreu mudança de re...
Em 25 de Abril de 1974 morava em Lisboa e trabalha...

.Arquivos

AGENDA ROINESXXI

.Links

.SENIORS - MAYORES - ANZIANI - 前輩 > SENIOR LIFE IN THE WORLD

ROINESXXI = SÉNIOR do século XXI | Journal du XXI siècle - Journal of XXI century - Diario del siglo XXI – Jornal do século XXI - Journal di XXI secolo | Portugal tem 245 universidades seniores, 35 mil alunos e 4.500 professores voluntários | Museu do Louvre (Paris) recebe 10 milhões de turistas/ano, Portugal recebe 18 milhões de turistas | Portugal apresenta o mais baixo nível salarial dentro da Zona Euro | Lisboa é das cidades mais "baratas" da Europa, Zurique é a mais cara | Mais de 455 mil pessoas já viram este blog | Tríade para ser feliz: QUERER, APRENDER, FAZER | A Constituição Portuguesa tem 296 artigos | Portugal tem 308 municípios e 3 091 freguesias | Dia dos roinesianos é a 19 de Fevereiro | Existem no mundo mais de 2.700 línguas, a mais falada é o mandarim | Cabo Girão (na Madeira) é o promontório mais alto da Europa e o 2.º mais alto do Mundo | A igreja Católica em Portugal tem 52 bispos e 3.797 padres | Blog ROINESXXI / address > http://roinesxxi.blogs.sapo.pt/
Sexta-feira, 28 de Abril de 2017

FUNCHAL, CIDADE DE SONHO

ff.jpg

A capital madeirense está no guinness como cidade cosmopolita universal, desde meados do século XIX. Registos de imagens em fotos, filmagens e videos são aos milhares, muitos de autores (turistas) estrangeiros. O mais recente video produzido pela autarquia funchalense, intitulado "Funchal, Cidade de Sonho"  já corre mundo.     

Video > https://www.facebook.com/camaramunicipaldofunchal/videos/vb.119814981366887/1713567655324937/?type=2&theater

l1.jpg

Complexo Balnear do Lido (água do mar), no Funchal.

publicado por j.gouveia às 12:24

link do post | comentar | favorito

PRÉMIO LITERÁRIO PARA MÁRIO CLÁUDIO

O romance "Astronomia", de Mário Cláudio, é o vencedor do Prémio D. Diniz 2017, da Fundação da Casa Mateus. No ano passado, o título "Astronomia" já tinha sido referenciado pelo júri do Prémio Estoril Sol/Fernando Namora como um romance de "muito apreço", não tendo porém recebido o galardão, que foi para "Flores", de Afonso Cruz.

m1.jpg

Segundo as Publicações D. Quixote, que editaram o livro no ano passado, "este é o romance da vida do Mário Cláudio, um livro sobre três fases da vida de um homem, que não por acaso é o próprio escritor". O livro divide-se "em três partes - Nebulosa, Galáxia, Cosmos".

Referindo-se à obra, adianta a editora do grupo LeYa: "No escritório da casa demolida, o velho, munido de uma pena, recorda agora o menino que foi, a nebulosa infância cheia de interditos, porque os perigos rondavam e, se não eram os gelados ou o soalho acabado de encerar, podiam ser as visitas do tio-anjo, morto aos três anos, ou até a intimidade com as criadas, acusadas de trazerem para dentro de casa o papão da tuberculose e 'os bichos ferozes e as caverninhas' do pecado, castigado, evidentemente, com o fogo eterno".

Mário Cláudio é o pseudónimo do escritor Rui Manuel Pinto Barbot Costa, de 75 anos, nascido no Porto, licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, diplomado como Bibliotecário-Arquivista, pela Faculdade de Letras da mesma Universidade, e "Master of Arts" em Biblioteconomia e Ciências Documentais, pela Universidade de Londres.

m11.jpg

Mário Cláudio assina uma multifacetada obra que abarca ficção, crónica, poesia, dramaturgia, ensaio e se encontra traduzida em várias línguas. O autor foi já distinguido com o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores, por duas vezes, e os prémios PEN Clube, Eça de Queiroz, Vergílio Ferreira, Fernando Namora e Pessoa.

A entrega do galardão realiza-se no próximo dia 18 de junho, numa sessão solene presidida pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na Casa Mateus, em Vila Real.

publicado por j.gouveia às 11:19

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Abril de 2017

A LIVRARIA PREFERIDA

A Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), pelo quinto ano sucessivo, desafia os leitores a escolherem a sua "Livraria Preferida", através de uma votação 'online', que está a decorrer no sítio da APEL na internet, www.apel.pt

A votação elege ainda a Livraria com "Melhor Ambiente", "Melhor Atendimento", "Melhor Catálogo" e o Prémio Conveniência de Serviços, terminando no dia 28 de maio, sendo os vencedores anunciados durante a Feira do Livro de Lisboa, que decorrerá de 1 a 18 de junho.

A "Livraria Preferida" é uma iniciativa da APEL, no âmbito do projeto "Ler em Todo Lado", que tem "como principal objectivo a promoção dos hábitos de leitura junto de diversos públicos em diferentes locais e através de diversas acções".

lili.jpg

A primeira edição, em 2013, começou por premiar a livraria preferida dos lisboetas, tendo sido escolhida a Bertrand do Chiado, em Lisboa. No ano seguinte, a eleição alargou-se ao território nacional.

No ano passado, houve "mais de 4.500 participantes que votaram 'online'", tendo saído vencedora, pela segunda vez consecutiva, a livraria "A das Artes", em Sines. Em 2.º lugar ficou a livraria "Aqui Há Gato", em Santarém, na 3.ª posição, "LeYa na Bucholz", em Lisboa, no 4.º lugar "A Arquivo", em Leiria, e no 5.º lugar a "Traga-Mundos", em Vila Real.

O Prémio Melhor Ambiente foi atribuído à "Lello & Irmão", no Porto e o de Melhor Catálogo foi para a "FNAC Colombo", enquanto o Prémio Conveniência foi entregue à "Livraria Barata", em Lisboa.

publicado por j.gouveia às 11:41

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Abril de 2017

IGREJA DOS PASTORINHOS - ÚNICA NO MUNDO

A primeira (e única) igreja do mundo dedicada aos Pastorinhos de Fátima, inaugurada a 1 de maio de 2005, fica em Alverca do Ribatejo. Um templo surpreendente pela sua grandeza, porventura o maior espaço de culto construído em Portugal no século XXI. Um investimento avultado que teve nos fiéis e nas empresas da região os principais financiadores, tendo o governo participado com 20 por cento do custo total da obra orçada em milhões de euros. 

A ampla infra-estrutura integra a igreja de Alverca, com capacidade para 500 pessoas sentadas, o centro João Paulo II, um edifício de 4 pisos que inclui a residência paroquial, biblioteca, três capelas funerárias, espaços administrativos e várias salas polivalentes.

Imagem relacionada 

A primeira igreja dedicada aos pastorinhos de Fátima (Lúcia e os agora santos Francisco e Jacinta), tem uma torre com 47 metros de altura e um carrilhão com 72 sinos. É o segundo maior carrilhão de bronze da Europa e o terceiro do Mundo, pesando 42 toneladas. Recomenda-se. 

publicado por j.gouveia às 09:13

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Abril de 2017

"OS RAPAZES DOS TANQUES" NO 25 DE ABRIL

RRR.jpg

"Os Rapazes dos Tanques" é o título do livro que regista imagens e testemunhos na primeira pessoa dos militares que participaram na "coluna" de Salgueiro Maia, e outros, no dia histórico do 25 de Abril de 1974, que permitiu a "Revolução" e a queda do "Estado Novo".

A obra oferece-nos registos "exclusivos dos homens que estiveram frente a frente no Terreiro do Paço e no Carmo", através das fotografias de Alfredo Cunha e das entrevistas feitas pelo jornalista Adelino Gomes que relatam o que então se passou em termos das "dúvidas, receios, ansiedade, tensão, esperança, alegrias vividas por cidadãos que, depois desse dia, regressaram, na maior parte dos casos, ao anonimato"; ao mesmo tempo que também dão a conhecer "o olhar que esses homens têm sobre o país quarenta e três anos depois".

LLL.jpg

O livro foi apresentado, ontem, no Funchal (Teatro Baltazar Dias), com o apoio da Câmara Municipal e a presença dalguns daqueles militares protagonistas, "oficiais, furriéis e cabos que não obedeceram às ordens de fogo do brigadeiro comandante das forças fiéis ao regime" e que "souberam estar à altura do desafio", como explicou na apresentação Adelino Gomes.

Entre esses militares contavam-se alguns madeirenses, nomeadamente António Gonçalves, Henrique Silva e José Alves Costa que tiveram acção directa na tomada de posse do quartel do Carmo, inclusive abrindo as portas à entrada e vitória dos tanques comandados por Salgueiro Maia.

publicado por j.gouveia às 12:25

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 24 de Abril de 2017

REVOLUÇÃO DE ABRIL DE 1974

Faz hoje 43 anos (24 de Abril de 1974) que oficiais do MFA (Movimento das Forças Armadas) procederam à instalação do "Posto de Comando no Regimento da Pontinha". Ainda nesta data, os Emissores Associados de Lisboa transmitiram a canção "E depois do Adeus" (canção de Paulo de Carvalho para o Eurofestival), a primeira senha do levantamento militar contra a ditadura do "Estado Novo".

Entre os militares que estiveram na "Pontinha" destacam-se: Garcia dos Santos, Otelo Saraiva de Carvalho, Vítor Crespo e Sanches Osório.

mfa.jpgmfaa.jpg

Sobre os tempos da "Revolução" já se escreveu muito, mas vale a pena lembrar sempre alguns contributos importantes da parte de quem viveu e foi protagonista dos principais acontecimentos, como é o caso do General Garcia dos Santos (especialista em comunicações, um dos cérebros operacionais do MFA.

Garcia dos Santos foi Secretário de Estado, no I Governo Provisório, Chefe do Estado-Maior do Exército, entre 1982 e 1983, presidente da Junta Autónoma das Estradas no governo liderado por António Guterres, da qual saiu após denunciar casos de corrupção; e é autor do livro "Memórias Políticas", entre outras publicações.

A propósito da "democracia" trazida pelo "25 de Abril", disse numa entrevista que: "Salazar foi uma pessoa que resolvia todos os problemas e que forçava os portugueses a não se preocuparem com nada. E, portanto, os nossos pais não aprenderam a viver em democracia, não souberam ensinar os filhos a viver em democracia e, por sua vez, nós, filhos dos nossos pais, temos dificuldades em ensinar os filhos em viver em democracia”.

E vai mais longe: “Isto significa que nós, pelo menos durante quatro gerações, não vamos saber viver em democracia. E isso é visível, hoje, no dia-a-dia."

dd.jpg

Resta questionar - "E depois do adeus" o que ficou, que herança estamos a defender no presente e para o futuro?

Um dos símbolos que mais terá marcado o 25 de Abril de 1974 foi a canção de Zeca Afonso "Grândola Vila Morena". Todo o mundo entoou e continua a entoar. Um grito de liberdade que extravassa todas as vidas de todas as gerações. 

Canção > https://www.youtube.com/watch?v=gaLWqy4e7ls

publicado por j.gouveia às 09:18

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 23 de Abril de 2017

UTILIDADE PÚBLICA - ATENTADO À SEGURANÇA

CARTÕES DE CRÉDITO FILMADOS NOS HIPERMERCADOS

Tudo é feito em nome da segurança... mas que acaba por criar graves riscos aos utentes que usam os cartões de crédito ou débito nos estabelecimentos comerciais, desde hipermercados, postos de combustíveis, restaurantes, farmácias, etc. etc. No tecto das lojas, logo por cima das caixas, estão instaladas câmaras de alta resolução que filmam claramente os cartões e os códigos digitados. 

Imagem relacionada

A segurança e a privacidade são violadas sem o utente saber. Recomendamos aos usuários que pagam as suas contas com cartão de crédito ou débito, que adquiram o hábito de colocar uma das mãos sobre o teclado enquanto digitam suas senhas, a fim de obstruir a filmagem e conservarem sua privacidade com proteção.

Lembre-se: O sistema é operado por funcionários comuns, que podem aproveitar-se de seus dados!!

publicado por j.gouveia às 19:06

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

MANUSCRITO INÉDITO DA IRMÃ LÚCIA

Pastorinhos presos na cadeia de Ourém

Um manuscrito inédito da irmã Lúcia vai ser exibido, pela primeira vez, no novo núcleo museológico que a Câmara de Ourém prevê abrir, em setembro, nos antigos Paços do Concelho, em cuja cadeia estiveram os videntes de Fátima

O documento, redigido pela irmã Lúcia, em Coimbra, a 18 de maio de 1998, a pedido do antigo presidente do município, David Catarino, relata em apenas seis linhas o período em que os três pastorinhos estiveram em Ourém, em 1917.

"No tempo das aparições, os pastorinhos de Fátima, foram detidos e levados para Ourém, estiveram, parte do tempo, em casa do Administrador, parte na cadeia juntamente com outros presos, que os trataram bem procurando distrai-los e rezando com eles, o terço", lê-se no manuscrito, no qual a irmã Lúcia (1907-2005) justifica ao ex-autarca que "por falta de saúde" só conseguiu responder à carta naquela data.

ll.jpg

Cadeia onde estiveram presos os pastorinhos, hoje transformada em museu.

Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém, Paulo Fonseca, sublinha que o núcleo nos velhos Paços do Concelho, vai ter "motivos de relevo para a História das aparições que é importante sublinhar e, no fundo, trazer à luz do dia e, este ano do centenário, é a época mais relevante para isso".

"Com certeza que os interessados pelo fenómeno das aparições, e pela importância e pelo impacto que Fátima tem gerado no mundo, em crescendo, terão curiosidade de conhecer mais este elemento das aparições que é a estada dos pastorinhos aqui", observa Paulo Fonseca, assinalando que este polo "vai ser um elemento relevantíssimo de uma rota dos pastorinhos em Ourém".

Segundo o autarca, "de futuro, e a partir deste centenário, as pessoas vão saber que a História de Fátima está complementada num polo museológico em Ourém".

publicado por j.gouveia às 09:45

link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Abril de 2017

OBRAS DO MUSEU DO VATICANO EM LISBOA

Cerca de 70 obras de pintura de proveniência italiana, representativas da Virgem Maria, fazem parte da mostra "Madonna - Museus do Vaticano", a inaugurar a 19 de maio, no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa.

Trata-se de uma mostra que o MNAA está a preparar há cerca de dois anos, que decorre da tradicional prática de grandes exposições do museu e que agora faz todo o sentido, devido à visita a Portugal do papa Francisco e às comemorações do centenário das “aparições” de Fátima.

mum.jpg

A exposição, que integra também alguns exemplares de desenho e têxteis, é composta por mais de 40 obras do Museu do Vaticano e complementada com obras vindas das galerias de arte antiga do Palácio Corsini e do Museu Borghese de Roma.
Estas obras estão também relacionadas com a Virgem Maria e o Vaticano.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=n7F_Fmf_lFA

publicado por j.gouveia às 12:00

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Abril de 2017

PORTUGAL... SELVAGEM

Portugal tem lugares selvagens! Quem assim diz (escreve) é Edwina Pitcher, autora do guia Wilde Guide Portugal (Guia Selvagem de Portugal), cuja notícia foi publicada no jornal britânico The Guardian. Portugal que é dos países mais antigos do mundo, com mais de 800 anos, é visto como tendo locais selvagens.

Uma visão que deixa muito a desejar. Que o nosso país tem ricos meios naturais, alguns classificados como património mundial da humanidade, todos sabem. Escrever num guia sobre Portugal que há lugares no nosso país que são selvagens é puro grosseirismo. Um Portugal selvagem… só na cuca de uma repórter inglesa. 

g1.png

Descobrir locais selvagens em Portugal... locais nunca conhecidos pelo homem, onde? Salvo se selvagem toma outro significado (...) no léxico britânico.

publicado por j.gouveia às 16:45

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)

NOVOS SANTOS PORTUGUESES

O Papa Francisco vai canonizar, a 13 de Maio, os videntes Francisco e Jacinta Marto, por ocasião da sua visita ao Santuário de Fátima para celebrar o centenário das aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria a três pastorinhos.

Os futuros santos, Francisco e Jacinta Marto, vão juntar o seu nome a uma lista que começa antes do início da nacionalidade portuguesa. De acordo com os historiadores, há registo de vários Santos que demonstram a implantação que, desde bem cedo, o catolicismo teve em Portugal, como São Manços (primeiro Bispo de Évora, séc. I), São Vítor de Braga (mártir do séc. I), São Dâmaso (Papa do séc. IV que alguns afirmam ter nascido em Guimarães), São Sisenando (Diácono e mártir do séc. IX, nascido em Beja), São Rosendo (Bispo do séc. X, nascido em Santo Tirso) ou Santa Senhorinha (beneditina do séc. X, de Vieira do Minho). Desta época, destaca-se ainda a vida e obra de três bispos de Braga, os Santos Martinho de Dume, Frutuoso e Geraldo.

ii.jpg

Após a independência de Portugal (século XII), contam-se entre os fiéis canonizados pela Igreja Católica: São Teotónio, Santo António de Lisboa, a rainha Santa Isabel, Santa Beatriz da Silva, São João de Deus, São Gonçalo Garcia, São João de Brito e D. Nuno Álvares Pereira - São Nuno de Santa Maria, o santo condestável.

Outros santos católicos estão ligados à história de Portugal, ainda que não tenham nascido no país: a 16 de Janeiro de 1220 morreram, degolados em Marrocos, os franciscanos italianos Vital, Berardo, Pedro, Acúrsio, Adjuto e Otão, mais tarde denominados como Santos Mártires de Marrocos, com festa litúrgica a 16 de janeiro; os seus restos mortais foram enviados para Portugal pelo infante D. Pedro.

São Lourenço de Brindes, capuchinho italiano que morreu a 22 de julho de 1619, em Lisboa, foi canonizado por Leão XIII em 1881 e, em 1959, foi proclamado Doutor da Igreja pelo Papa João XXIII.

pp.jpg

Ainda este ano, para além de Francisco e Jacinta, a Igreja vai contar com mais um santo a partir de Portugal: trata-se do sacerdote português Ambrósio Francisco Ferro, morto no Brasil a 3 de outubro de 1645 durante perseguições anticatólicas, por tropas holandesas, e que será canonizado a 15 de outubro.

A última canonização de uma figura portuguesa da Igreja Católica tinha acontecido a 14 de janeiro de 2015, quando o Papa Francisco proclamou como santo o padre José Vaz (1651-1711), nascido em Goa, então território português.

publicado por j.gouveia às 09:14

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Abril de 2017

ALBERTO JOÃO JARDIM FAZ O "RELATÓRIO DE COMBATE"

aj1.png

O livro de memórias de Alberto João Jardim é de "leitura obrigatória" para quem se interessa pelo percurso sócio-político e governamental do Portugal democrático. Intitular a obra de "Relatório de Combate" é já, em si, um desaforo. Está escrito "relatório". Pode ser comparado e questionado em qualquer etapa da história. Outra coisa é o "combate" que nos leva para o campo da luta, da batalha ou mesmo do pugilismo!

Num livro com mais de 800 páginas encontra-se a história recente de um Portugal ilhéu, continental e estado-membro da CEE/UE. Nunca um político português foi tão longe na sua vida pessoal e governamental. Põe todos os pontos em todos os is. Sem reticências.aj2.jpg

Uma obra recomendada. (Abril 2017 - Edições D. Quixote).

publicado por j.gouveia às 09:04

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Abril de 2017

O PRIMEIRO E O ÚLTIMO REI DE PORTUGAL

O primeiro e o último rei de Portugal tiveram o mesmo nome: Afonso Henriques. Uma curiosidade histórica que talvez poucos conheçam, mas que revela uma "coincidência" em relação à monarquia portuguesa, fundada há mais de 8 séculos, e que começou a ruir, tragicamente, em 1908, com o assassinato de D. Carlos I e do príncipe herdeiro D. Luís Filipe.

Na lista de sucessão, seguem-se D. Manuel II (filho de D. Carlos) e o seu tio Afonso Henriques (irmão de D. Carlos). Com a implantação da República, em Outubro de 1910, D. Manuel II foi aconselhado, pelo seu tio, a seguir para o exílio (em Inglaterra), em vez de combater o novo regime através da oposição e resistência a partir do Porto.

ra.jpg

O título de "herdeiro da coroa" também cabia a D. Afonso Henrique, de seu nome completo: Afonso Henrique Maria Luís Pedro de Alcântara Carlos Humberto Amadeu Fernando António Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis João Augusto Júlio Valfando Inácio de Bragança. Era o único irmão de D. Carlos I, filho de D. Luís e D. Maria Pia de Sabóia.

Foi Duque do Porto, Condestável de Portugal e o último vice-rei da Índia Portuguesa. General do exército, inspector da arma de artilharia e comandante honorário dos bombeiros voluntários da Ajuda.

Entretanto, com a instauração  do regime republicano, exilou-se em Itália, com sua mãe. Casou-se em Madrid, em 1917, com uma mulher de condição social inferior, perdendo por isso certas prerrogativas e não deixou descendência.

Faleceu em Nápoles, em 1920, aos 55 anos de idade. Encontra-se sepultado no Panteão dos Bragança em São Vicente de Fora, Lisboa, para onde foi transladado em 1921.

rb.jpg

A par desta possibilidade de ser rei, sucedendo numa eventualidade ao seu sobrinho D. Manuel II (que morreria em 1932), D. Afonso Henrique não tinha grandes ambições políticas, antes, era um amante de carruagens e automóveis, que conduzia em alta velocidade pela cidade, tendo sido, aliás, responsável pela organização das primeiras corridas de carros em Portugal.

De tal modo a sua condução automóvel era considerada "louca" que ficou conhecido pelo apelido de "Arreda", porque corria pelas ruas da cidade no seu automóvel aos gritos "Arreda, Arreda" (afastem-se, afastem-se) para que as pessoas saíssem da frente...

Enfim, não deixa de ser curioso: a monarquia portuguesa, como num círculo, iniciou-se e acabou com o mesmo nome - Afonso Henrique(s). Coincidências interessantes, apesar de pouco estudadas.

NB: Confirma-se que no registo do nome completo consta: Afonso Henrique Maria Luís Pedro de Alcântara Carlos Humberto Amadeu Fernando António Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis João Augusto Júlio Valfando Inácio de Bragança. Já no nome do primeiro Rei de Portugal está Afonso Henriques (com "s"). O seu a seu dono!

publicado por j.gouveia às 15:58

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 18 de Abril de 2017

IMAGEM DO DIA

bb.jpg

Dança do bambu, na ilha de Hanana, a sul da China.

publicado por j.gouveia às 08:37

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Abril de 2017

SENIORES - INOVAÇÃO E ENVELHECIMENTO

O II congresso sobre a temática da Inovação Social e do Envelhecimento vai decorrer, em Almeirim, a 18 de Maio. Sob a égide da RUTIS, presidida por Luís Jacob (Dr.), o evento deste ano centra-se em três áreas distintas mas relacionadas entre si. Escalpelizar o “ser e estar” da idade sénior ante os “novos mundos” que se revelam a um ritmo inimaginável, bem como tomar conhecimento com o mercado da inovação e das ideias, através do tópico “luzes da ribalta”.

ru.jpg

Em foco: A Economia e o Envelhecimento; Repúblicas Seniores em Espanha; Provedor do Idoso; Biblioteca Itinerante, etc. Entre os oradores, destaque para o Prof. Doutor João César das Neves (português) e o Arq. Rogelio Ruiz (espanhol).

Mais informação > http://m18.rutis.pt/

publicado por j.gouveia às 19:19

link do post | comentar | favorito

ARQUIVOS DA RTP AO ALCANCE DE TODOS

Foi lançado há pouco o novo "site" RTP-Arquivos, no âmbito das comemorações dos 60 anos da estação pública. Trata-se de um acervo de cultura muito importante que recorda emissões de outros tempos com a colaboração de inesquecíveis personalidades.

Surge como uma alternativa interessante às muitas ofertas e propostas dos actuais canais televisivos que exageram em programas sobre desporto/futebol, telenovelas e política.

rt.jpg

A propósito deste novo serviço público da RTP, o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, considera que "os próximos anos serão marcados em Portugal, tal como em todos os demais países, por uma profunda transformação estrutural dos meios de comunicação social. Nas sociedades desenvolvidas a oferta e o consumo de produtos audiovisuais conheceram grandes alterações nos últimos anos, a tecnologia teve o papel decisivo nesta transformação, permitindo aceder aos conteúdos a qualquer hora e em qualquer lugar".

Clique aqui > https://arquivos.rtp.pt/

publicado por j.gouveia às 17:57

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

A MULHER MAIS VELHA DO MUNDO TEM 117 ANOS

JA.jpg

Violet Brown, natural da Jamaica, com 117 anos e 36 dias de vida, é a pessoa mais velha do mundo, segundo o Gerontology Research Group (GRG).

Nascida em 10 de Março de 1900, Brown, também conhecida como "Aunt V" (Tia V), reside em Duanvale, na província jamaicana de Trelawny, a 170 quilómetros ao oeste da capital, Kingston.

O GRG, com sede na Califórnia, dedica-se a pesquisar pessoas "supercentenárias", ou seja, que completaram 110 anos. Especula-se que haja entre 300 e 400 pessoas "supercentenárias" no mundo.

O primeiro-ministro da Jamaica, Andrew Holness, felicitou Brown pela marca. "Violet teve uma extraordinária vida e sempre será recordada pela sua força para continuar adiante na vida", sustentou Holness. Os pais de Brown, Elizabeth Riley e John Mosse, morreram aos 96 anos cada um.

NB > AS 10 MULHERES MAIS VELHAS DO MUNDO (Abril 2017):

01 - Violet Brown, 117 anos e 36 dias – Jamaicana

02 - Nabi Talima, 116 anos e 254 dias – Japonesa

03 - Chiyo Miyalco, 115 anos e 348 dias – Japonesa

04 - Ana Maria Vela Rubio, 115 anos e 168 dias – Espanhola

05 - Maria Josephine Gaudetta, 115 anos e 21 dias – Italiana

06 - Giuseppina Projetto, 114 dias e 320 dias – Italiana

07 - Kane Tanaka, 114 anos e 103 dias – Japonesa

08 - Giusep Robucci, 114 anos e 26 dias – Italiana

09 - Isso Nakamura – 113 anos e 357 dias – Japonesa

10 - Tae Ito, 113 anos e 278 dias – Japonesa.

publicado por j.gouveia às 11:18

link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Abril de 2017

PERFIL DO PAPA QUE VISITA FÁTIMA EM MAIO

O papa Francisco visita Fátima nos próximos dias 12 e 13 de maio, para assinalar o centenário das "aparições" de 1917.
O acontecimento, para o qual são esperados milhões de fiéis, vai para além do simples facto religioso, de tal modo que até os não crentes e população em geral estão a manifestar grande interesse pela personalidade do líder máximo da Igreja Católica. Após a sua eleição, a 13 de março de 2014, Jorge Maria Bergoglio brincou, dizendo que os cardeais foram buscar um papa ao "fim do mundo". Afinal, Francisco - o nome que escolheu a pensar nos pobres, numa referência a São Francisco de Assis, é o primeiro papa oriundo da América Latina e também o primeiro jesuíta.

PA1.jpg

Bergoglio era cardeal-arcebispo de Buenos Aires quando foi eleito o 266.º papa da história, após cinco votações, no segundo dia do conclave. Já na escolha de Bento XVI, em abril de 2005, o cardeal argentino esteve à beira da eleição, disputando as três primeiras votações com Joseph Ratzinger, ao receber os votos de uma minoria que queria impedir os dois terços necessários à eleição do alemão. No entanto, Bergoglio terá dado sinais de que não se sentia preparado para o cargo e, à quarta e definitiva votação, Ratzinger recebeu 84 votos, contra 26 para o argentino.

Um ano depois da eleição de Francisco, o papa emérito Bento XVI manifestava a sua alegria por ter renunciado, afirmando que "Deus preparou um fenómeno" para lhe suceder.

PA2.jpg

Após mais de quatro anos de pontificado, o papa continua a ver a sua popularidade a aumentar. Logo em 2013, foi eleito 'Personalidade do Ano' pela revista norte-americana Time, que destacou a sua "humildade" e "compaixão", e, um mês passado, a revista de cultura popular Rolling Stone italiana colocou na capa um papa sorridente e com o polegar levantado, destacando que Francisco "conquistou todos os jovens com as suas palavras de atenção aos mais pobres, com uma atitude decididamente popular".
O papa já admitiu os seus receios perante esta popularidade, reconhecendo-se "fraco, no sentido de não ter poder e também porque o poder é uma coisa passageira", mas recordando que Jesus definiu que "o verdadeiro poder é servir, realizar os serviços mais humildes", um caminho no qual considera que ainda pode progredir.

PA3.jpg

Jorge Mario Bergoglio, oriundo de uma família de emigrantes italianos, nasceu a 17 de dezembro de 1936, na capital argentina, sendo o mais velho de cinco filhos.
Foi ordenado a 13 de dezembro de 1969 e dedicou grande parte da sua vida ao ensino, tendo passado por colégios, seminários e faculdades. Na sua preparação sacerdotal, viajou para Espanha, onde regressaria como diretor espiritual da Companhia de Jesus. Concluiu o doutoramento na Alemanha.
Em 1992, foi nomeado bispo pelo papa João Paulo II e cinco anos mais tarde, foi apontado como arcebispo coauditor de Buenos Aires. No ano seguinte, subiu a arcebispo da capital argentina.
Quando foi eleito papa, ressurgiram acusações ao seu papel durante a ditadura militar na Argentina, chefiada por Jorge Videla entre 1976 e 1983, nomeadamente no desaparecimento de dois missionários jesuítas, detidos em março de 1976 e torturados num centro de detenção conhecido pela sua crueldade. Um desses padres, aliás, viria a celebrar uma missa com Bergoglio, num sinal de "paz e harmonia".

Resultado de imagem para mensagem do papa francisco na páscoa 2016

Bergoglio sempre rejeitou responsabilidades neste caso, alegando ter feito o que estava ao seu alcance. Foi ouvido pela justiça argentina na qualidade de testemunha, sem qualquer acusação, sobre crimes ocorridos neste período.
O Vaticano repudiou as acusações "caluniosas e difamatórias" segundo as quais o papa Francisco foi conivente com a repressiva junta militar que governou a Argentina, atribuindo-as à "esquerda anticlerical", e salientou que "há provas de que fez muito para proteger as pessoas durante a ditadura".

Imagem relacionada
Uma das características de Francisco que mais tem surpreendido os fiéis é a sua simplicidade. Quando foi eleito, rejeitou viver no Palácio Apostólico -- onde trabalha e realiza audiências -, e preferiu continuar a viver na Casa de Santa Marta, uma casa de hóspedes, onde realiza uma missa pública todas as manhãs e come no refeitório. "Isto faz-me bem e evita que fique isolado", justificou.Também rejeitou a ostentação típica dos líderes da Igreja Católica, preferindo um trono simples e sem ornamentos, vestes brancas, o seu crucifixo em aço e não em ouro, e os seus sapatos normais e não os distintivos sapatos vermelhos (múleos) dos papas. É conhecido o seu bom humor, com que também tem respondido às críticas que se vão fazendo ouvir. Ao contrário de antecessores, Francisco tem promovido o debate no seio da Igreja Católica, ao invés de silenciar os opositores, que o acusam de ser autoritário e centralizador.

Resultado de imagem para papa francisco almoço com os pobres
O cardeal norte-americano Raymond Leo Burke é considerado o líder da contestação às propostas de maior abertura da Igreja, sendo um dos quatro signatários de uma carta que pedia a Francisco que esclarecesse a sua posição sobre a possibilidade de comunhão para católicos em segunda união, mencionada na exortação 'Amoris Laetitia' (A Alegria no Amor).
Sobre os cartazes críticos à sua figura, espalhados recentemente em Roma, Francisco respondeu que são "simplesmente geniais" e que foram escritos por alguém muito inteligente, acrescentando que é essencial manter o bom humor.
Nos seus discursos, lança críticas duras aos efeitos da crise, àqueles que só procuram o lucro, aos autores das guerras, à falta de capacidade da Europa de acolher os migrantes e os refugiados, mas vai além das palavras.
A sua primeira viagem, depois de eleito, foi à ilha italiana de Lampedusa, onde chegavam então milhares de migrantes, vestindo-se de roxo como sinal de penitência. Em abril do ano passado, visitou a ilha grega de Lesbos e levou consigo para o Vaticano três famílias muçulmanas, no total de 12 pessoas, das quais metade eram crianças.

Resultado de imagem para papa francisco mensagem pascoa
Também na primeira Páscoa que celebrou enquanto líder da Igreja Católica, inovou ao escolher uma prisão, e não a basílica de São Pedro, em Roma, e, ao cumprir o ritual do lava-pés, escolheu homens e mulheres (pela primeira vez, e incluindo muçulmanas).
É um reconhecido adepto de futebol e o seu clube de eleição é o San Lorenzo de Almagro, clube fundado em Buenos Aires pelo padre Lorenzo Massa em 1908. Francisco é ainda um grande leitor dos escritores argentinos Jorge Luis Borges e Leopoldo Marechal e do russo Fiodor Dostoievsky, e também amante de ópera.

publicado por j.gouveia às 13:23

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 13 de Abril de 2017

TEMPO PASCAL

roines logo.jpg

    FELIZ PÁSCOA

publicado por j.gouveia às 08:11

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 12 de Abril de 2017

TEMPO PASCAL - INÉDITOS DE JOSEPH RATZINGER

Evolução e involução das civilizações

Uma antologia de textos inéditos do cardeal e teólogo Joseph Ratzinger - Papa emérito Bento XVI, será publicada no próximo domingo, dia 16, por ocasião do seu 90.º aniversário natalício. Entre os temas, destaca-se a obraO tempo e a história. O sentido de nossa viagem”, textos escritos entre os anos de 1960 a 1976.

No geral, trata-se de uma síntese e reflexão sobre as luzes e sombras da modernidade: os ídolos e os horrores do tempo presente, a obscuridade que caracterizou algumas fases históricas, a evolução e involução das civilizações, as questões sempre abertas entre fé e ciência, o desaparecimento dos “homens de Deus” que sustentaram no passado a cristandade.

jr.jpg

Entre as tantas novidades, encontram-se ainda quatro textos publicados entre 1960 e 1976, escritos por Ratzinger antes de ser nomeado Arcebispo por Paulo VI, em 1977.

Em maio de 1957, Ratzinger obteve a cátedra em Teologia Fundamental na Universidade de Munique e, em dezembro do mesmo ano, a cátedra em Teologia Dogmática e Fundamental no Instituto Superior de Teologia e Filosofa de Frisinga.

Em 1959, lecionou na Universidade de Bona. Em 1963, transferiu-se para a Universidade de Münster. Em 1966, foi nomeado para a cátedra de Teologia Dogmática junto à Universidade de Tubinga (em alemão: Eberhard Karls Universität Tübingen), onde foi colega de Hans Küng.

Os textos compreendem o arco de tempo em que foi docente universitário e estudioso, assim como o período conciliar. Para o jovem professor foi uma experiência fundamental a participação, a partir de 1962, no Concílio Vaticano II, onde adquiriu notoriedade internacional.

publicado por j.gouveia às 17:06

link do post | comentar | favorito

MULHERES PIONEIRAS

Nos últimos dias, em Portugal, morreram duas personalidades que não podem cair no esquecimento: uma delas, Maria Helena da Rocha Pereira, especialista em estudos literários, línguas e literaturas clássicas, cultura e literatura gregas, tinha 91 anos de idade.

Natural do Porto, foi autora de centenas de publicações, entre livros, traduções, monografias e artigos enciclopédicos; foi, também, professora na Universidade do Porto, onde deu aulas de latim e grego antigo e, em 1964, tornou-se na primeira professora catedrática da Universidade de Coimbra, regendo literatura grega, além de ocupar cargos de vice-reitora da Universidade de Coimbra, presidente do Conselho Científico da Faculdade de Letras e directora dos institutos de Arqueologia e de Estudos Clássicos da mesma Universidade, entre outros cargos.

Um nome de prestígio até a nível internacional, a professora Maria Helena da Rocha Pereira foi distinguida com a Grã-Cruz da Ordem de Santiago de Espada e doutorada "honoris causa" pela Universidade de Lisboa, entre outras condecorações e homenagens.

Sobre as línguas clássicas dizia que continuavam e merecer grande respeito e consideração da parte dos portugueses mais exigentes, em especial os poetas, como Sofia de Mello Breyner e Eugénio de Andrade.

M. Helena 1.pngEng.ª 1.ª.jpg

Maria Helena e Maria Amélia, mulheres pioneiras.

A outra figura que nos deixou há pouco, centenária e pioneira, é Maria Amélia Sousa Ferreira Chaves de Almeida Fernandes (1911-2017), "a primeira engenheira portuguesa". Soubemos da notícia da sua morte através do simples anúncio de jornal, no espaço dedicado à necrologia, informando a "missa do 7.º dia" na Basílica da Estrela...

Maria Amélia Chaves foi a primeira mulher a ter a «ousadia» de entrar para o Instituto Superior Técnico, em 1931. Foi a primeira mulher a licenciar-se em Engenharia Civil, pelo IST, em 1937. Foi a primeira mulher a inscrever-se na Ordem dos Engenheiros. Só por isto (que não é pouco!) merecia uma abordagem noticiosa sóbria e digna por parte da Comunicação Social (CS). Lapsos imperdoáveis.

publicado por j.gouveia às 07:10

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Abril de 2017

PRIMEIRA VIAGEM AÉREA PORTUGAL - MACAU

A primeira travessia aérea entre Portugal e Macau foi realizada por Brito Paes, Manuel Gouveia e Sarmento Beires. A aventura pioneira começou a 7 de Abril de 1924, na Vila Nova de Milfontes (Alentejo), e terminou, em solo macaense, a 20 de Junho do citado ano. Foram 74 dias de navegação, com várias paragens ao longo do arrojado percurso. O feito histórico dos navegadores está assinalado num monumento erguido na Praça da Barbacã, junto ao forte, na V.N. Milfontes.

vnm0.jpgvnm.jpgf.jpg

publicado por j.gouveia às 12:40

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS

pp.jpg

Património Cultural e Turismo Sustentável é o tema seleccionado, em 2017, pelo ICOMOS (Conselho Internacional da UNESCO) para o Dia Internacional de Monumentos e Sítios, assinalado a 18 de Abril. A escolha deste tema prende-se com a definição pelas Nações Unidas do Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento e no contexto da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

No âmbito desta efeméride, o Palácio de São Lourenço, no Funchal (monumento do séc. XVI), promove diversas iniciativas destinadas a residentes e turistas. Amanhã, dia 12, no Salão Nobre do Palácio, terá lugar um recital de guitarra clássica de Rebeca Oliveira, artista madeirense que frequenta presentemente o Conservatório Superior de Música de Vigo (Espanha)

No dia 18, além das visitas livres ao Palácio e jardins, terá lugar uma  visita temática “Da cisterna às Fontes de João Diniz: os caminhos da água”, na Área Museológica do Palácio. Recomenda-se.

publicado por j.gouveia às 11:12

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 10 de Abril de 2017

FOTO DO DIA - CHÁ DA CHINA

c1.jpg

Foi na China, há mais de cinco mil anos, que se iniciou o cultivo do chá, a segunda bebida mais consumida no mundo, a seguir à água.

Na foto, imagem do 1º Festival da Colheita do Chá na Montanha de Xiaoliang, na China. Sendo a indústria do chá o pilar da economia agrícola local, a fazenda do chá no condado de Mabian, com uma área de 15 mil hectares, é tratada como o “banco verde” para os mais de 80 mil agricultores. O chá produzido na China é dos mais apreciados no mundo.

publicado por j.gouveia às 11:51

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 9 de Abril de 2017

DOMINGO DE RAMOS INICIA SEMANA SANTA

SSA.jpg

Funchal, esta manhã: Benção dos ramos seguida de procissão. 

A Igreja Católica está a viver a Semana Santa, iniciada hoje com o Domingo de Ramos. Trata-se de um conjunto específico de celebrações litúrgicas para assinalar a "Paixão, Morte e ressurreição de Jesus". Durante a celebração do Domingo de Ramos no Vaticano, o Papa denunciou  os “interesses” por trás da exploração humana, das guerras e do terrorismo.

Os momentos centrais da Semana Santa começam, na quinta-feira, com a Missa Crismal - que reúne em torno do bispo o clero da Diocese, na qual são abençoados os óleos dos catecúmenos e dos enfermos e consagrado o santo óleo do crisma;e a Missa da Ceia do Senhor - que inicia o Tríduo Pascal da Paixão e em que se comemora a instituição dos Sacramentos da Eucaristia e da Ordem, e o mandamento do Amor (o gesto do lava-pés).

Na Sexta-feira Santa não se celebra a Missa, tendo lugar a celebração da morte do Senhor, com a adoração da cruz; o silêncio, o jejum e a oração marcam este dia.

No Sábado Santo a Igreja recolhe-se no silêncio e na meditação; celebra a Vigília Pascal, evocando a Ressurreição de Cristo, com "a bênção do fogo novo e do círio pascal, entre outros aspetos.

publicado por j.gouveia às 18:21

link do post | comentar | favorito

A GUERRA NÃO TERMINA NO CAMPO DE BATALHA

la.jpg

Um século depois, a memória nacional ainda continua perturbada pelas consequências trágicas da participação dos portugueses na I Grande Guerra (1914-1918), em particular com o Corpo Expedicionário Português (CEP), destroçado na Batalha de La Lys, em França, que durou entre os dias 9 e 29 de Abril de 1918.

A segunda divisão portuguesa, comandada pelo General Gomes da Costa (futuro presidente de Portugal), com cerca de 20 mil homens, perdeu cerca de 300 oficiais e 7 mil soldados, mortos, feridos ou presos, ao resistir ao ataque de quatro divisões alemãs, de 50 mil homens... Foi uma espécie de combate desproporcionado entre  "David e Golias", com uma dose quase "romântica" das tropas lusas que confiaram demasiado nas suas poucas forças.

O saldo desta Guerra foi devastador para as esperanças  portuguesas, com o "repatriamento" feito de "traumas" e mutilados física e psicologicamente, e as humilhações que afastaram o CEP do grupo dos vencedores...

Caso para dizer que La Lys foi uma batalha que não acabou no campo de batalha. A recordar também a morte nesta batalha do Alferes de Infantaria Veiga Pestana, natural do Funchal, e que hoje dá nome a uma rua nos arredores da cidade.

lb.jpg

Video > https://www.youtube.com/watch?v=VbPoLuK0Ffw

publicado por j.gouveia às 10:39

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 8 de Abril de 2017

EM MEMÓRIA DOS ESCRAVOS

Um dos maiores crimes da humanidade

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai visitar a ilha de Gorée, no Senegal, lugar simbólico onde o papa João Paulo II pediu perdão pela escravatura, em 1992, num gesto repetido por Lula da Silva, em 2005.

Resultado de imagem para negocio de escravos

Dias depois da morte de João Paulo II, em abril de 2005, o então Presidente do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva, visitou Gorée e repetiu esse gesto, invocando o seu exemplo: “Quando se comete um grave erro histórico, como no caso dos negros e dos judeus, o papa nos ensinou que é fácil pedir perdão”.

“Não tenho nenhuma responsabilidade com o que aconteceu no século XVIII, nos séculos XVI e XVII, mas penso que é uma boa política dizer ao povo do Senegal e ao povo da África: perdão pelo que fizemos aos negros”, afirmou.

Lula da Silva esteve na ilha acompanhado pelo músico brasileiro Gilberto Gil, na altura ministro da Cultura, que ali cantou “La Lune de Gorée”, uma canção com música sua e letra do poeta Capinan, que termina com estes versos: “Mas a lua de Gorée / Tem uma cor profunda / Que não existe / Em nenhuma outra parte do mundo / É a lua dos escravos / A lua da dor”.

eb.jpg

A ilha de Gorée foi visitada Nelson Mandela em 1991, um ano após ter sido libertado pelo regime do ‘apartheid’, e três anos antes de se tornar o primeiro presidente negro da África do Sul. Conta-se que Mandela se sentou sozinho numa das pequenas celas da “Casa dos Escravos” e considerou que o sofrimento dos seus 27 anos de prisão não se podia comparar ao dos escravos que por ali passaram.

Muitos negros norte-americanos deslocam-se a Gorée em busca de uma imagem do sofrimento dos seus antepassados africanos, e os três últimos presidentes dos Estados Unidos visitaram a ilha: Bill Clinton, em 1998, George W. Bush, em 2003, e Barack Obama, em 2013.

Durante a sua visita, Bush disse que a escravatura foi “um dos maiores crimes da História”. Obama, por sua vez, declarou: “Obviamente, para um afro-americano, um presidente afro-americano, poder visitar este lugar dá-me uma motivação ainda maior no que respeita à defesa dos direitos humanos em todo o mundo”.

ea.jpg

Dakar, capital do Senegal, fica na ponta mais ocidental do continente africano e a pequena ilha de Gorée – com menos de um quilómetro de comprimento e, na sua parte mais larga, 350 metros de largura – está logo em frente à cidade, a 20 minutos de barco, mas é banhada por águas profundas, que permitiam a atracagem dos navios negreiros.

A ilha de Gorée foi classificada como património da humanidade pela UNESCO em 1978.

Marcelo Rebelo de Sousa efectua, a partir de hoje, 8 de abril, uma visita de Estado a Cabo Verde; e ao Senegal nos próximos dias 12 e 13.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=4GPICBDb87M

publicado por j.gouveia às 09:44

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 7 de Abril de 2017

A GRANDEZA DO SANTUÁRIO DE FÁTIMA

O Papa Francisco estará no Santuário de Fátima nos próximos dias 12 e 13 de Maio, para celebrar o centenário das aparições.

c.jpg

A primitiva capela das Aparições foi edificada em 1919, tendo sido destruída por uma bomba em março de 1922 e reconstruída no mesmo ano; a primeira missa celebrou-se a 13 de outubro de 1921. Ao longo dos anos, a Capela sofreu alterações, mas o arranjo actual foi inaugurado antes da primeira visita do papa João Paulo II, em 1982. 

No Santuário, o Papa Francisco estará na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, construída a partir de um projeto do arquiteto holandês Gerard Van Kriechenb, que morreu a meio da construção. Depois, a obra foi continuada pelo arquitecto português João Antunes. Demorou cerca de 25 anos a construir e a sua sagração aconteceu a 7 de outubro de 1953.

bb.jpg

Construída com pedra da região, os altares são em mármore de Estremoz. A torre tem 65 metros de altura, 70 metros de comprimento e 37 de largura. O carrilhão tem 62 sinos. Tem 14 altares laterais.

Outra Basílica a ser visitada pelo Papa é a da Santíssima Trindade: mais recente, demorou quatro anos ser construída e foi projectada pelo arquiteto grego Alexandros Tombazis, com uma decoração inspirada na arte bizantina e ortodoxa.Tem quase nove mil lugares sentados e a capela é inclinada, acompanhando o terreno original. A imagem de Nossa Senhora de Fátima é do italiano Vanni Rinaldi. No interior, há painéis de azulejo de Siza Vieira.

O Papa ficará hospedado na Casa Nossa Senhora do Carmo, inaugurada a 13 de maio de 1986, onde já ficaram os Papas João Paulo II e Bento XVI – nas suas visitas a Fátima; fica situada num edifício contíguo àquele onde funciona a reitoria do santuário, a poucos metros da Capela das Aparições, e antes de ser casa de retiros, funcionou ali um hospital.

f2000.jpeg

O Santuário de Fátima voltará a receber milhares de fiéis.

publicado por j.gouveia às 10:07

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Abril de 2017

"BREXIT"... PRÉ-HISTÓRICO

Há 450 mil anos, a Terra estava sob uma era glacial e todo o espaço entre o que é hoje a Grã-Bretanha e o resto do continente europeu não era mar, mas uma paisagem gelada que acabou por ficar inundada quando se rompeu uma muralha de rocha entre as zonas de Calais, em França, e Dover, na Inglaterra, que continha um lago, revelam pesquisas científicas recentes.

gba.jpg

Abriram-se cataratas gigantes que cavaram ainda mais a rocha, criaram vales profundos no solo e finalmente tudo cedeu, dando lugar a uma inundação catastrófica que moldou para sempre a paisagem, conclui um estudo de investigadores do Imperial College de Londres publicado na revista Nature Communications.

A equipa de investigadores considera que os buracos profundos encontrados no leito marinho, alguns com vários quilómetros de diâmetro de profundidade, são provas das enormes quedas de água que jorravam da parede de rocha que unia a Europa à Grã-Bretanha. Essa parede viria a ruir ao cabo de muitos milhares de anos e deu origem à segunda fase da inundação.

gbb.jpg

Sem este processo, a Grã-Bretanha poderia ainda estar unida por terra ao continente, como acontece com a Dinamarca, mas o "Brexit 1.0", como lhe chamou um dos autores do estudo, Sanjeev Gupta, foi "sem dúvida um dos acontecimentos mais importantes da história da Grã-Bretanha". Foi o "'Brexit' para o qual ninguém votou", afirmou, referindo-se ao referendo que no ano passado iniciou o processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

Os cientistas ainda não têm certeza das datas do evento geológico, pelo que querem retirar amostras dos sedimentos nos vales subaquáticos do Canal da Mancha, o que será uma dificuldade enorme, quer pelas marés imprevisíveis quer pelo tráfego marítimo numa das rotas mais utilizadas do mundo.

publicado por j.gouveia às 07:34

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Abril de 2017

MILITAR QUE LIDEROU O "GOLPE DAS CALDAS"

c1.jpgc2.jpg

Virgílio Varela, o capitão que liderou a coluna militar do malogrado "golpe das Caldas", dois meses antes do 25 de Abril de 1974, morreu, terça-feira, aos 78 anos. Após o golpe falhado, e por ter liderado a única força que marchou sobre Lisboa, Virgílio Luz Varela foi detido e estava na Casa de Reclusão da Trafaria quando o Movimento das Forças Armadas (MFA) derrubou o governo de Marcello Caetano e o Estado Novo, a 25 de abril de 1974.

Libertado no próprio dia, comandou operações militares nas ruas de Lisboa, ainda durante o golpe de Estado que levou à instauração da democracia, como lembra o Manuel Bernardo no seu livro "Marcello e Spínola: a Ruptura. As Forças Armadas e a Imprensa na Queda do Estado Novo. Portugal 1973-1974".

Pertenceu à Junta de Salvação Nacional (JSN), que tomou o poder, e pertenceu à 2.ª Divisão do Estado Maior-General das Forças Armadas. Foi membro da Assembleia do MFA até ao 11 de março de 1975, tendo depois sido detido por cerca de 50 dias.

Resultado de imagem para Virgílio Canísio Vieira da Luz Varela

Virgílio Canísio Vieira da Luz Varela nasceu a 27 de Abril de 1938, na Ponta do Sol, Madeira, e tinha os cursos de Transmissões, de Criptólogos e de Estado-Maior (Geral) e o Estágio de Segurança NATO. Cumpriu uma comissão em Angola, nos anos 60.

Condecorado com a Medalha D. Afonso Henriques e a de Mérito Militar, em 1981, desempenhou funções no Comando Geral da PSP e foi promovido a coronel em 1994.

Imagem relacionada

A coluna militar saíu do quartel de Caldas da Rainha em direcção a Lisboa, às 4 horas da madrugada, comandada pelo capitão Varela. Dia 16 de Março de 1974. Uma acção corajosa que veio a culminar, com êxito, no 25 de Abril.

publicado por j.gouveia às 19:52

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito


REDE
UNIVERSAL
DE NOTÍCIAS

João Godim

FREELANCER


contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla



Mil Canções
dos últimos 30 anos


>REPORTAGENS

>EUROPA DIRECT

>METEOROLOGIA

>SOS URGENCIAS

>AEROPORTO LISBOA

>AEROPORTO MADEIRA

>TABELA DE MARÉS

.Fotos


GALERIA ROINESXXI
ROINES NOS MEDIA

.subscrever feeds

.pesquisar

 

EUROMILHÔES


BLOGS RECOMENDADOS


Ecclesia
Museu da Imprensa
Regador do Frei Boléo
Começar de Novo
Contextos Históricos
Portugalidade
USTV
Diversidades
Motivo(s) em foco
Guiné - Bart 1914
A TERRA E A GENTE
Actualidade
O Guardião
Fernando Pessoa
Eça de Queiroz
Laurinda Alves
Livros
Leituras
Livros em português
Hábito de Leitura
Casa dos Poetas
Biblioteca Nacional
Observatório da Língua
Língua Portuguesa no Mundo
NOVA ORTOGRAFIA
Português no Mundo Árabe
Observatório da Emigração


José Régio/João Vilaret
A Procissão/João Vilaret
Pablo Neruda
Gabriel Garcia Marques


Coro da Catedral
Projecto Tio
Televisão Saloia
U.Sénior Machico
U.Sénior Funchal
Academia Sénior
Gastronomia Madeirense

PAISES DO MUNDO

11 DE SETEMBRO 2001

ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL

FILMES DE OURO

FILMES PORTUGUESES

LA BALLADE DES GENS HEUREUX
LA VIE EN ROSE
ODE TO MAASTRICHT

VIDEOS MUSICAIS

Amália Rodrigues
Conjunto Académico João Paulo / Sérgio Borges
Manuel Freire
António Prieto
Love Story
Demiss Roussos
Frank Sinatra
Sinatra e Jobim
Vinicius de Moraes
Roberto Carlos
Julio Iglesias
Chico Buarque
Elvis Presley
Conjunto João Paulo
Música árabe
Música céltica
Maria Callas
Laura Pausini
Andrea Bocelli
Música relaxante
Vangelis
Mozart
You light up my Life
Beethoven
Franz Liszt
BeachBoys
Beatles
Elton John
Gigliola Cinquentti
Edith Piaf
Celine Dion
Pavarotti
Louis Armstrong
Nat King Cole
Dont Worry Be Happy

AS MAIS FAMOSAS CANÇÕES DE NATAL

VIOLA OK
Viola clássica Viola/Guitarra
Guitarra/Carlos Paredes
Viola/Gips Kings
Viola/intantil!
Viola/genial!!!
Guitarra Espanhola
Viola:Over the Rainbow
Viola: Kenny Rogers
Viola:José Feliciano