.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
27
28
29
30
31

.Sondagem

.ROINES RUTIS

O site - www.rutis.org

.Comentários

Como é possível? Cada vez mais vejo a politica com...
É festa ninguém leva a mal. O barrete fica-lhe bem...
Não gosto do termo heróis pelo simples facto de ha...

.Arquivos

AGENDA ROINESXXI

.Links

.SENIORS - MAYORES - ANZIANI - 前輩 > SENIOR LIFE IN THE WORLD

ROINESXXI = SÉNIOR do século XXI | Journal du XXI siècle - Journal of XXI century - Diario del siglo XXI – Jornal do século XXI - Journal di XXI secolo | Portugal tem 245 universidades seniores, 35 mil alunos e 4.500 professores voluntários | Museu do Louvre (Paris) recebe 10 milhões de turistas/ano, Portugal recebe 18 milhões de turistas | Portugal apresenta o mais baixo nível salarial dentro da Zona Euro | Lisboa é das cidades mais "baratas" da Europa, Zurique é a mais cara | Mais de 455 mil pessoas já viram este blog | Tríade para ser feliz: QUERER, APRENDER, FAZER | A Constituição Portuguesa tem 296 artigos | Portugal tem 308 municípios e 3 091 freguesias | Dia dos roinesianos é a 19 de Fevereiro | Existem no mundo mais de 2.700 línguas, a mais falada é o mandarim | Cabo Girão (na Madeira) é o promontório mais alto da Europa e o 2.º mais alto do Mundo | A igreja Católica em Portugal tem 52 bispos e 3.797 padres | Blog ROINESXXI / address > http://roinesxxi.blogs.sapo.pt/
Quarta-feira, 26 de Julho de 2017

ALBERTO JOÃO JARDIM: "RIO-ME"

SOU UM HOMEM LIVRE

Alberto João Jardim, ex-presidente do governo da Madeira, não está esquecido nem ausente da coisa pública. Mantém a sua espinha dorsal sobre o estado do país, da democracia, liberdade e do politicamente correcto. Escreve, publica livros, profere palestras no país e no estrangeiro, sempre sem "papas na língua", como bem se vê no texto abaixo.

>>>

RIO-ME

jj.jpg

“Não sou politicamente correcto.
E se alguém tem dúvidas, coitado, até hoje não percebeu o mundo por onde anda.
O preço que paguei ao longo de uma longa carreira política por não ser politicamente correcto, nem sequer me incomoda. Gozo mesmo longamente com o longo que gozei dos politicamente correctos.
Por uma razão simplicíssima. É que sou um homem livre, gozo do que me apetecer, desde que não ofenda, os outros também são livres de me gozar.
Daí, eu goze dos politicamente correctos e alguns destes me gozem. Todos entendemos a Liberdade.
Mas a maior parte dos politicamente correctos não admitem que eu os goze, nem sabem como me gozar.
E eu ser politicamente incorrecto, começa pelo regime político português que não é uma democracia com as Democracias civilizadas da Europa.
Sou oposição a este regime constitucional de 1976, um negócio para então evitar uma guerra civil. Oposição minha, esta, que não politicamente correcta.


Ora, em coerência com este paleio politicamente incorrecto, portanto sou livre e permito-me dizer o que apetece sobre sexo, justiça, arte, segurança, raças, ambiente, transportes, relações laborais, saúde, etc. Sobretudo o que nesta sociedade mentirosamente dita “democrática” ou “livre”, é imposto como pensamento único. E somos criminalizados se não repetirmos, encarneirados, tal politicamente correcto!


Sempre a rir da pobre gente e do pobre país que, agarrados ao politicamente correcto, esqueceram como se ri.”

>>>

NB: Alberto João Jardim, 74 anos de idade, é jurista e jornalista. Durante a sua carreira profissional foi também funcionário público e professor. Foi presidente do Governo Regional da Madeira, entre 1978 e 2015.

publicado por j.gouveia às 08:32

link do post | comentar | favorito

MONUMENTOS NACIONAIS

Importante casa monástica

O Mosteiro de Santa Cruz, em Coimbra, da Ordem de Santo Agostinho, foi fundado em Julho de 1131 e tornou-se na base de apoio a D. Afonso Henriques, no princípio da nacionalidade.

De acordo com o registo histórico oficial, Santa Cruz "foi a mais importante casa monástica nos primeiros tempos da monarquia portuguesa. Na posse da Ordem de Santo Agostinho, o Mosteiro somou benefícios papais e doações régias, o que permitiu a acumulação de um património considerável, ao mesmo tempo que consolidava a sua posição no plano político-institucional e cultural do país.

mm.jpg

A sua escola foi fundamental, nestes tempos medievais, e ponto de passagem obrigatória para as elites do poder e da intelectualidade. O seu scriptorium foi o responsável pela máquina de propaganda do rei D. Afonso Henriques, não estranhando, assim, que este tenha escolhido sepultar-se precisamente em Santa Cruz de Coimbra." Neste mesmo Mosteiro também está sepultado D. Sancho I; e por ele passaram pessoas notáveis como Santo António de Lisboa, antes de se tornar franciscano.

Construído em várias fases arquitectónicas, o Mosteiro de Santa Cruz apresenta diferentes estilos (Românico, Manuelino e Renascença) e está classificado como monumento nacional.

publicado por j.gouveia às 08:01

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Julho de 2017

MEMÓRIA DE BERGMAN E ANTONIONI

Faz agora dez anos (Julho de 2007) que o mundo se despediu de dois grandes protagonistas da arte cinematográfica: Ingmar Bergman (morreu aos 89 anos) e Michelangelo Antonioni (morreu com 94 anos).

F1.jpgF2.jpg

Bergman e Antonioni 

O cineasta e encenador Ingmar Bergman era sueco e, ao longo da sua extensa carreira realizou mais de 40 filmes, entre os quais se destacam "O Sétimo Selo" (1957), "Morangos Silvestres" (1957), "Em Busca da Verdade" (1961), "Lágrimas e Suspiros" (1972) "Sonata de Outono" (1978) "Fanny e Alexander" (1982) ou "Saraband" (2003). Além da sua obra cinematográfica, Bergman foi durante toda a vida um homem de teatro, tendo encenado numerosas peças.

Já o cineasta italiano Michelangelo Antonioni, um dos grandes mestres do cinema europeu, distinguiu-se pela "incomunicabilidade ou da dificuldade de viver e amar". Dirigiu duas dezenas de filmes, entre os quais "Escândalo de Amor" (1950) e "O Grito" (1957), a trilogia constituída por "A Aventura" (1960), "A Noite" (1961) e "O Eclipse" (1962), e ainda "O Grito" (1957), "O Deserto Vermelho" (1964), "Blow-up" (1966), ou "Identificação de uma Mulher" (1982).

Consagrado internacionalmente, Antonioni ganhou o Leão de Ouro da Bienal de Veneza, em 1964, com "O Deserto Vermelho", a Palma de Ouro do Festival de Cannes, em 1967 com "Blow-up", o Prémio Especial do Júri de Cannes com "Identificação de uma Mulher", em 1982, um Óscar de Hollywood pelo conjunto da sua carreira, em 1955, e também um Leão de Ouro pela carreira em Veneza, em 1997.

publicado por j.gouveia às 15:02

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 24 de Julho de 2017

"O ALDRABÃO PASSOS COELHO"

ajj.jpg

Porquê será que no blog http://renovadinhos.blogspot.pt/ dito de pertencer a Alberto João Jardim, estampa-se em discurso directo "o aldrabão Passos Coelho"?

> "Aldrabão"?;

> “Roubou a eito portugueses”;

> “Mentiroso Passos, um homem que prejudicou o país e continua a desgraçar um partido”;

> “Antigo primeiro-ministro sem qualificações para o exercício do cargo”.

Frases fortes para qualificar um ex-primeiro ministro e presidente de um partido com a dimensão do PSD. Será que "o aldrabão Passos Coelho" vai reagir? Há legitimidade para tal.

Como português de pleno direito bem gostaríamos de saber o que estará por detrás destas duras adjectivações.

publicado por j.gouveia às 17:36

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

OBRA DO PADRE MANUEL ANTUNES

A Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, acolhe esta segunda-feira (24 de Julho), às 18 horas, com entrada livre, a apresentação do livro "A Anatomia do Presente e a Política do Futuro: Portugal, a Europa e a Globalização", do padre e professor universitário, jesuíta, Manuel Antunes, com organização e introdução de José Eduardo Franco. Apresentarão a obra Eduardo Lourenço e Guilherme d’Oliveira Martins.

Trata-se de um conjunto de textos dos "mais significativos de um dos mais brilhantes e destacados pedagogos do século XX português. Trata-se da recolha mais completa, até à data, dos grandes testemunhos da reflexão do padre Manuel Antunes, muitos de carácter prospetivo, que mantêm hoje uma atualidade plena".AP.jpg

O padre Manuel Antunes (1918-1985) foi conselheiro do general Ramalho Eanes, fundador e principal contribuidor da revista Brotéria e o autor multifacetado que escreveu "sob 124 pseudónimos, muitas vezes como forma de evitar a censura. Teve mais de 15.000 alunos, entre os quais se contam algumas das personalidades mais ilustres da sociedade portuguesa atual, incluindo o Presidente da República."

publicado por j.gouveia às 13:28

link do post | comentar | favorito
Domingo, 23 de Julho de 2017

PASSOS COELHO ENFIA O "BARRETE DE VILÃO"

pp.jpg

Pedro Passos Coelho, líder do PSD, foi à Madeira e lá enfiou o barrete de vilão. "Parece um típico vilhaozinho" comentavam alguns pepedistas na Festa do Chão da Lagoa, neste domingo de nevoeiro. Uma festa que nos tempos de Alberto João Jardim chegou a registar a presença de mais de 40 mil pessoas mas que este ano teve cerca de 20 mil. Marcelo Rebelo de Sousa, quando líder do PSD, chegou a participar na festa-comício, mas nunca enfiou o barrete de vilão. (foto: Funchal Notícias)

publicado por j.gouveia às 17:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

HIPÉRBOLES CHINESES

ccc.jpg

Um monumental jardim suspenso está a ser construído em Shanghai, capital da China, com inauguração prevista para abril de 2018. "Devido à sua aparência peculiar e à decoração recorrendo à plantação de árvores na fachada, o complexo foi apelidado de “Jardim Suspenso da Babilônia”. 

O projecto é do arquitecto Tomas Heatherwick, que desenhou o Pavilhão do Reino Unido na Expo Shanghai 2010. A sua fachada conta com várias pequenas plataformas na secção voltada para o rio Suzhou. Mais um hipérbole no "grande mundo" chinês, em constraste com as "controladas" liberdades sociais, políticas e religiosas.

cccc.jpg

publicado por j.gouveia às 16:49

link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Julho de 2017

POLÉMICA ESCULTURAL

i2.jpg

Estátuas inspiradas em personagens, com expressiva criatividade e irreverência, devem ser vistas com a devida distância. São muitas as semelhanças como são as dúvidas relacionais. Na cidade alemã de Aachen vamos encontrar, em praças, ruas e parques, inúmeras estátuas que para os estrangeiros são "obras de arte" mas para os locais nem todas estão livres de incisivas críticas. 

O que leva os autores (escultores) a moldar tais imagens, por vezes tão anómalas quanto enigmáticas, é a pergunta (sem resposta) que prevalece há milhares de anos. As estátuas de Cristiano Ronaldo colocam os escultores no fundo do poço. Um todo estranho! É que, nalguns casos, nem o escultor sabe explicar o desfecho final da obra.

i4.jpgi5.jpg 

A conclusão a que chegam os experts na matéria é que toda a escultura suscita polémica. Nenhum escultor escapa à crítica...

publicado por j.gouveia às 19:14

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Julho de 2017

A INQUISIÇÃO EM PORTUGAL

Milhares de pessoas condenadas à fogueira

A 21 de Julho de 1542, o Papa Paulo II institucionaliza a Inquisição..., com especial presença em Portugal e em Espanha, no despontar da Idade Moderna. Um sistema judicial e de grande "vigilância" para punir os infractores do regime vigente, quer secular, quer espiritual, e defender o que então se considerava ser o "melhor dos mundos", contra a ameaça e a invasão das ideias estrangeiras.

i.jpg

Antes desta data, e na Idade Média, já existira a Inquisição ou a lei do Santo Ofício contra as chamadas "heresias religiosas". Mas, no século XVI, a existência de tal "poder" foi de tal modo avassalador que ainda hoje se fala das "novas inquisições" quando, por exemplo, se classificam certas posições como algo "horroroso", por causa da "censura" ou da "espionagem" sem limites. Foram 300 anos de "controlo" que só terminariam, numa primeira fase, com o governo do Marquês de Pombal; mas que, na prática, continuariam através de outros meios...

"Os inquisidores tinham centenas de pessoas ao seu serviço e dispunham de uma rede de informadores a quem atribuíam recompensas e privilégios, como a isenção de pagar impostos, por exemplo. Trabalhar para a Inquisição, como ficou conhecido o tribunal do Santo Ofício, era também uma promoção social", de grande prestígio, à custa de milhares de vítimas, pessoas condenadas à prisão perpétua e à fogueira.

ii.jpg

"No que a Portugal diz respeito", recorda o historiador José Eduardo Franco, "o empenho diplomático de D. João III e dos seus sucessores, à semelhança do que tinham feito os vizinhos reis católicos de Espanha, conseguiu que (o tribunal do Santo Ofício) fosse instalado e subsidiado no país e no ultramar, com a legitimação suprema do poder papal através de bulas, breves e privilégios de vária ordem, a imensa rede de vigilância activa do Tribunal do Santo Ofício e dos seus tentáculos com uma eficácia repressiva sem par na história deste reino."

ll.jpg

Há muitos episódios que retratam o "poder sinistro" da Inquisição em Portugal, como a "matança" de judeus (entre dois a três mil mortos) no Largo da Igreja S. Domingos (Lisboa), no ano de 1506. Uma curiosidade: o espaço onde se encontra o actual Teatro D. Maria era a sede da Inquisição. Tempos passados, mas não esquecidos, a alertarem também para o nosso tempo armadilhado por tantos "medos", ameaças e faltas de respeito.

publicado por j.gouveia às 11:13

link do post | comentar | favorito

COMO VAI O NOSSO PAÍS

PORTUGAL EM NÚMEROS

  • No ano de 2015, a população residente em Portugal era de 10,341 milhões, continuando a assistir-se à tendência, ao longo de anos, da população residente ser maioritariamente composta por mulheres.
  • Em cada 100 pessoas sem nenhum nível de escolaridade, 71 são mulheres e 29 são homens. Em cada 100 pessoas com ensino superior completo, cerca de 60 são mulheres e cerca de 40 são homens.
  • LL.jpg

publicado por j.gouveia às 09:14

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Julho de 2017

SUGESTÃO DE LEITURA

Os livros guardam memórias de todos os tempos

São registos únicos, tesouros da humanidade, que impõem respeito e metem medo aos ignorantes, porventura até aos "detentores do poder", num contexto onde o efémero e a aparência valem mais do que tudo o que é essencial.

Os livros constituem verdadeiras testemunhas da passagem (breve) dos humanos por este mundo, dos progressos e das fragilidades das civilizações, dos avanços da ciência e da tecnologia através dos séculos.

Nos livros está toda a História. Desde sempre, organizaram-se em bibliotecas. Foram objecto de culto e adoração,  muitos deles proibidos, censurados/manipulados, e, pior que isso, condenados à fogueira, à destruição total, ao saque nos cenários mais devastadores das guerras...

HA.jpg

Desta infelicidade nos fala um livro que os "amantes da leitura" devem conhecer, intitulado "História Universal da Destruição dos Livros", de Fernando Báez. Um relato "impressionante", desde a Antiguidade Grega ao mundo actual, passando por todas as épocas, os regimes políticos e ideologias fanáticas, até ao terrorismo e às disputas electrónicas actuais.

HB.jpg

O autor foi levado a fazer esta História a partir da guerra no Iraque (tudo muito recente) e da destruição de Bagdad que "jaz em ruínas", com as suas "antigas bibliotecas, os seus museus reduzidos a escombros",...

Trata-se de uma obra imprescindível para se conhecer melhor a vida humana e respeitar o conhecimento do nosso passado, apesar das maldades, das perseguições, ódios e equívocos lançados contra os livros.

publicado por j.gouveia às 16:27

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Julho de 2017

A MAIOR PRAIA DO MUNDO

Em tempo de Verão, falar de praias, sol e mar é natural e benéfico..., e com algumas curiosidades interessantes melhor ainda. É o que se pode dizer da "maior praia do mundo", localizada na Lagoa dos Patos, na região do Cassino, a sul do Brasil, com um total de 220 quilómetros.

LL.jpg

A região do Cassino fica na cidade gaúcha de Rio Grande, a 22 quilómetros do centro, e tem uma população residente de cerca de 30 mil habitantes. Nesta praia, além dos banhistas, existe também um cenário natural de grandes potencialidades,  com "aves migratórias, leões e lobos marinhos, dunas preservadas, mar agitado para a prática de surf e até destroços de um navio que encalhou no local, em 1976."

Por sua vez, o Rio Grande, considerada a "cidade mais antiga do Rio Grande do Sul", situa-se na margem sul do "estuário que conduz ao oceano Atlântico as águas da imensa laguna, conhecida como Lagoa dos Patos".

Video > https://www.youtube.com/watch?v=2JVSPhUcKag

publicado por j.gouveia às 14:05

link do post | comentar | favorito

FÓRUM MUNDIAL DE JORNALISMO

O 70.º Congresso Mundial de Imprensa e o Fórum Mundial de Editores, promovido pela WAN-IFRA (Associação Mundial de Jornais e de Editores), vai decorrer em Portugal, de 7 a 9 de Junho de 2018.

Vincent Peyrègne, presidente executivo da WAN-IFRA, diz que é chegado ao momento para “voltarmos à Europa e celebrar os 70 anos num país com uma herança excepcional, onde se cruzam muitas culturas, uma ponte entre o passado e o futuro, o sítio ideal para uma reunião dos media de todo o Mundo”.

JJ.jpg

Peyrègne recorda que "tal como há 70 anos, vivemos uma época em que a confiança nos media é preciosa. As receitas da publicidade baseadas na relação com o leitor estão a reformular os fundamentos da indústria da Imprensa, de cada vez mais focada nas audiências, novas formas de colaboração e alianças, sendo fundamental a aposta no jornalismo de qualidade e de confiança”.

O evento terá lugar no Estoril. Esta é a segunda vez que Portugal recebe um Congresso Mundial de Imprensa – o primeiro foi em 1986 e decorreu em Lisboa.

publicado por j.gouveia às 09:41

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Julho de 2017

HERÓIS INESQUECÍVEIS

Este 18 de Julho, é o Dia Internacional Nelson Mandela (dedicado ao activismo), em referência à data do seu nascimento, no ano de 1918. Descendente do chefe da tribo Thembu da África do Sul, Mandela foi advogado, dirigente do Congresso Nacional Africano e presidente eleito do país em 1994, após quase 30 anos de prisão, por protestar com a "segregação racial", entre outras causas humanitárias, em defesa dos Direitos Humanos.

mm.jpg

Outros heróis se distinguem neste dia, como indicadores intemporais, com relevância também no nosso tempo: em 1374, morreu o poeta e humanista italiano Francesco Petrarca, autor de "Triunfos", "Do Lazer Religioso" e "Da Vida Solitária".

No ano de 1536, o rei inglês Henrique VIII anulou a autoridade do Papa, no domínio britânico, e assumiu a liderança da Igreja de Inglaterra; em 1697.

Também a 18 de julho morreu o padre António Vieira, missionário jesuíta português, diplomata, visionário, autor de "A Chave dos Profetas", célebre pelos sermões antidogmáticos.

mmm.jpg

Em 1886, morreu o poeta Cesário Verde, autor modernista e um dos "mestres" de Fernando Pessoa; e no ano de 1900, nasceu a escritora e filósofa francesa de origem russa Nathalie Sarraute, pseudónimo de Nathalie Tcherniak, autora de "A Era da Suspeita", entre outros livros.

publicado por j.gouveia às 12:01

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 17 de Julho de 2017

A LÍNGUA PORTUGUESA EM VÁRIAS LÍNGUAS!

A língua portuguesa é um mosaico de várias línguas. Um português abrasileirado, africanizado, polarizado ou simplesmente rebaptizado por gentes de todas as cores e de latitudes diferentes. Uma língua é isso mesmo… dona e serva de todos os falantes.

Primeiro gosto do português da minha terra, é a mais genuíno, naturalista, e com maior presença no mundo. A diáspora madeirense é um hino à língua que Camões imortalizou. O encanto da língua é ser falada em todas as línguas!

O breve texto que se segue é linguisticamente um mimo. Escrito em português por um guineense (Selo Djalo, no blog “viver para contar”). Para ler, já e sempre!

gg.jpg

"Busca Palavra"

> A miúda vinha a descer o passeio despreocupada. Ou talvez não. Nunca se sabe. Pavoneando-se como boa fruta da época que era.

De repente, fica presa. Ou melhor, a blusa leve e esvoaçante.

Volta-se. Era o arame farpado da cerca do templo a meter-se na sua vida. "Má nfalau"!

<<<

NB: No mundo, há mais de 244 milhões de falantes em língua portuguesa.

publicado por j.gouveia às 18:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

NUMA TENDA COM GÉNIOS DA POESIA

‘Visões da Ilha’ é o título de uma exposição em homenagem aos poetas Herberto Hélder e a José Tolentino Mendonça. Um e outro têm a sua escrita traduzida em várias línguas e estão no pódio da melhor poesia universal.

Segundo a entidade promotora do evento a “exposição multicultural conta com a colaboração de ilustres artistas oriundos de diversas áreas. Assim sendo, no campo da pintura temos a colaboração dos pintores Marcos Milewski e Sara Santos, no da fotografia temos os DDiarte, e no da música os Vértice”.

hh.jpg

Com inauguração aprazada para amanhã, 18 de Julho, a exposição “centra-se no interior de uma tenda, onde os visitantes poderão explorar os cinco sentidos, através da projecção de imagens, escuta de sonoridades da ilha e leitura gravada de poemas, apelando ainda ao olfacto, através de ervas aromáticas e folhas de louro, sendo que parte do chão será coberto com calhaus, de modo a tentar reproduzir as nossas praias”.

Local da exposição: CC La Vie (Funchal)

publicado por j.gouveia às 12:09

link do post | comentar | favorito

PALAVRAS E IMAGENS COM VIDA

f.jpg

António Victorino de Almeida, 77 anos de idade, é dos portugueses mais conhecidos no mundo, graças ao seu admirável talento como maestro, compositor, pianista e escritor, a par da sua participação em programas na tv e noutra áreas culturais.

Uma das suas frases predilectas é "Eu Quero é Ser Feliz". Já Fernando Pessoa escrevia que "a felicidade está em nós, é exclusivamente nossa, a felicidade fora de nós é fantasiosa, não existe".  Aqui, ali, em qualquer lugar.

ff.jpg

publicado por j.gouveia às 11:30

link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Julho de 2017

LEITURA DOMINGUEIRA - DOÇARIA PORTUGUESA

Os Pastéis de Belém, os Ovos-Moles de Aveiro, os Pastéis de Tentúgal, as Queijadas de Vila Franca do Campo, dos Açores, as Tigeladas de Abrantes, os Rebuçados de Ovo de Portalegre e o Bolo de Mel da Madeira, há muito que cativaram o gosto e o sabor de milhões de pessoas, cá e em todo o mundo.

Há muito que estes doces tradicionais figuram ou fazem parte da mais requintada confeitaria portuguesa e merecem estar registados em importantes iniciativas, como numa recente emissão de selos dos CTT, onde se conta a história de cada um.

tij.jpg

De acordo com os especialistas, e segundo a tradição, as Tigeladas de Abrantes “assumem uma particular semelhança com a receita das tigeladas de leite”, sendo “uma receita provavelmente desenvolvida e apurada no Convento de Nossa Senhora da Graça pelas professas dominicanas que ali residiram até 1891”; e “chamam-se tigeladas porque são cozinhadas em tigelas de barro vermelho vidrado”.

Por seu lado, os Rebuçados de Ovo de Portalegre foram inventados “nas cozinhas monacais, autênticos laboratórios onde a disponibilidade do açúcar permitia criações verdadeiramente prodigiosas”. São herdeiros da tradição do Convento de Santa Clara e “são um dos casos de singularidade na apresentação e simplicidade dos ingredientes típicos dos doces conventuais”.

pa.jpg

O Pastel de Belém tem o seu primeiro registo no Livro de Cozinha que a infanta D. Maria (1521-1577), neta do rei D. Manuel I, levou no enxoval, quando se casou com o Duque de Parma, Alessandro Farnese, com o nome de pastéis de leite. Mais tarde, foram como pastéis de nata registados por Lucas Rygaud em 1826 e passados 11 anos, iniciou-se a sua produção numas instalações próximas do Mosteiro dos Jerónimos, na freguesia de Santa Maria de Belém, em Lisboa.

pc.jpg

Os Ovos-Moles de Aveiro, também representados num selo, são obtidos “pela junção de gemas a uma calda de açúcar”. O facto destes doces se revestirem por um película idêntica à das hóstias “deve-se a uma religiosa do Convento de Jesus, em Aveiro, que assim tornou este doce mais manuseável”.

Os Pastéis de Tentúgal, originários do Convento carmelita do Carmo, em Tentúgal, no concelho de Montemor-o-Velho, “sobressaem pela suavidade das folhas que envolvem o doce de ovos e que, ainda hoje, são feitas numa dança, quase ritual, em que as pasteleiras desafiam a física e fazem o lençol de massa voar sob as suas mãos”.

As Queijadas de Vila Franca do Campo, na ilha açoriana de S. Miguel, são herdeiras dos doces feitos pelas freiras do Convento de Santo André, e “somente em meados do século XX foi possível recuperar esta receita”; o seu "sucesso depende da qualidade do leite que, depois de coalhado, serve de ingrediente principal.

pd.jpg

Bolo de mel da Madeira. Quando em tempos não havia açúcar, era o mel que adoçava a massa”.De mel puro de cana sacarina é o tradicional Bolo de Mel muito consumido na época do Natal, cuja receita mais antiga se deve às freiras do Convento de Santa Clara no Funchal, no século XV.

publicado por j.gouveia às 09:39

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 15 de Julho de 2017

É PROIBIDO LAMENTAR-SE

O Papa Francisco passa as suas “férias” no Vaticano, sem deixar a sua boa disposição por mãos alheias ou à espera de melhores ares e ambientes. Ainda esta semana, afixou na porta de seu quarto, na Casa Santa Marta, um aviso intitulado: “Proibido lamentar-se”.

E explica que “os transgressores estão sujeitos (ou são penalizados) com uma síndrome de vitimização, a consequente diminuição de bom humor e a falta de capacidade para resolver os problemas”. A sanção será dobrada “se cometida na presença de crianças”.

Alerta-se ainda que realizar "o melhor de si, deve concentrar-se nas suas potencialidades e não nos seus limites e em seguida"; por isso, é preciso "parar de se lamentar e agir para mudar a sua vida para melhor.”

pp.jpg

As frases são de autoria do psicoterapeuta Salvo Noé - autor de livros e de cursos de motivação - e que recentemente encontrou o Papa Francisco na Praça São Pedro, no final de uma Audiência Geral, oportunidade em que ofereceu ao Papa um pequeno texto, um livro e uma pulseira. Francisco disse-lhe na ocasião: “Vou colocá-la na porta do meu escritório, onde recebo as pessoas”.

O aviso, como não poderia deixar de ser, acabou chamando a atenção de algumas pessoas em Santa Marta, entre elas a de um sacerdote italiano, amigo de longa data do Papa, que depois de pedir autorização, tirou algumas fotos da mensagem/aviso para poder divulgar.

O sacerdote disse que encontrou Francisco tranquilo e sereno; apesar das "férias", o Papa continua a trabalhar, a estudar futuras nomeações para a Cúria e a preparar também os discursos para a sua próxima viagem à Colômbia.

publicado por j.gouveia às 18:03

link do post | comentar | favorito

COMUNICAÇÃO SOCIAL ENVIESADA

Gostava de voltar à leitura dos jornais com notícias frescas e sumarentas. De ouvir canções e músicas com mensagens explícitas e não expletivas. De ver na televisão noticiários, programas, reportagens, documentários e entrevistas inteligíveis. De sintonizar comentadores neutrais. Gostava, mas deixei de ter esse privilégio.

A comunicação social (antes mais conhecida por imprensa ou mass media) deixou-se contaminar pela ementa do que de mau tem o pantagruélico, onde todos sabem de tudo, falam de tudo e fazem questão de acentuar que sem eles não há pão à mesa. Eles sabem de política, governação, autárquicas, armamento, terrorismo, religião, incêndios, ensino, ciência, europeísmo, futebol, brexit, chang-chang e tsói-tsói.

E tudo dito e escritor em longos discursos. Encher páginas de jornais e alongar-se em enfadonhos tempos de antena dá-lhes ostentação. Um trabalhão. Tudo para nada, ou melhor, para piorar e penhorar o pouco de bom que ainda existe na comunicação social.

tv1.jpg

Ontem, ficámos a saber que a TVI (televisão privada portuguesa) foi adquirida por 440 milhões de euros pelo grupo francês Altice. Só não foi dito que a TVI estava na falência com dívidas da ordem dos 500 milhões de euros. É mais um exemplo do pobre estado da CS em Portugal… toda insolvente!

Ante este quadro: Como podemos ter uma CS isenta? Ao serviço de quem está a CS? É óbvio que é o peso do capital a fazer as notícias, a promover e a dar relevo a quem bem entende. A censura nunca esteve tão presente na profissão do jornalista como agora. Vozes contrárias são fumarolas.

tv2.jpg

O leitor é a vítima! Em quem confiar? Nos livros... e são tantos e bons os escritores, com obras traduzidas em português, a nos proporcionar leituras que nos informam e formam com saudáveis e actuais notícias. 

PS > Nos finais dos anos 90 do século passado, o Prof. Anibal Cavaco Silva, então primeiro ministro, respondendo a um jornalista disse: "Eu não leio jornais", dixit. Só não explicou porquê? E lá continuou como primeiro ministro e de seguida esteve dez anos como presidente da República portuguesa.

publicado por j.gouveia às 09:01

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito


REDE
UNIVERSAL
DE NOTÍCIAS

João Godim

FREELANCER


contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla



Mil Canções
dos últimos 30 anos


>REPORTAGENS

>EUROPA DIRECT

>METEOROLOGIA

>SOS URGENCIAS

>AEROPORTO LISBOA

>AEROPORTO MADEIRA

>TABELA DE MARÉS

.Fotos


GALERIA ROINESXXI
ROINES NOS MEDIA

.subscrever feeds

.pesquisar

 

EUROMILHÔES


BLOGS RECOMENDADOS


Ecclesia
Museu da Imprensa
Regador do Frei Boléo
Começar de Novo
Contextos Históricos
Portugalidade
USTV
Diversidades
Motivo(s) em foco
Guiné - Bart 1914
A TERRA E A GENTE
Actualidade
O Guardião
Fernando Pessoa
Eça de Queiroz
Laurinda Alves
Livros
Leituras
Livros em português
Hábito de Leitura
Casa dos Poetas
Biblioteca Nacional
Observatório da Língua
Língua Portuguesa no Mundo
NOVA ORTOGRAFIA
Português no Mundo Árabe
Observatório da Emigração


José Régio/João Vilaret
A Procissão/João Vilaret
Pablo Neruda
Gabriel Garcia Marques


Coro da Catedral
Projecto Tio
Televisão Saloia
U.Sénior Machico
U.Sénior Funchal
Academia Sénior
Gastronomia Madeirense

PAISES DO MUNDO

11 DE SETEMBRO 2001

ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL

FILMES DE OURO

FILMES PORTUGUESES

LA BALLADE DES GENS HEUREUX
LA VIE EN ROSE
ODE TO MAASTRICHT

VIDEOS MUSICAIS

Amália Rodrigues
Conjunto Académico João Paulo / Sérgio Borges
Manuel Freire
António Prieto
Love Story
Demiss Roussos
Frank Sinatra
Sinatra e Jobim
Vinicius de Moraes
Roberto Carlos
Julio Iglesias
Chico Buarque
Elvis Presley
Conjunto João Paulo
Música árabe
Música céltica
Maria Callas
Laura Pausini
Andrea Bocelli
Música relaxante
Vangelis
Mozart
You light up my Life
Beethoven
Franz Liszt
BeachBoys
Beatles
Elton John
Gigliola Cinquentti
Edith Piaf
Celine Dion
Pavarotti
Louis Armstrong
Nat King Cole
Dont Worry Be Happy

AS MAIS FAMOSAS CANÇÕES DE NATAL

VIOLA OK
Viola clássica Viola/Guitarra
Guitarra/Carlos Paredes
Viola/Gips Kings
Viola/intantil!
Viola/genial!!!
Guitarra Espanhola
Viola:Over the Rainbow
Viola: Kenny Rogers
Viola:José Feliciano