PORTUGAL

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
28
29
30
31

.Sondagem

.Comentários

Fabuloso. Nunca pensei que fosse possível tocar tã...
Fiquei deliciado com o seu artigo sobre o Poeta e ...
Não vejo mal nenhum. Cada qual usa a roupa que que...

.Arquivos

AGENDA ROINESXXI

.Links

.SENIORS - MAYORES - ANZIANI - 前輩 > SENIOR LIFE IN THE WORLD

ROINESXXI = SÉNIOR do século XXI | Journal du XXI siècle - Journal of XXI century - Diario del siglo XXI – Jornal do século XXI - Journal di XXI secolo | Portugal tem 245 universidades seniores, 35 mil alunos e 4.500 professores voluntários | Museu do Louvre (Paris) recebe 10 milhões de turistas/ano, Portugal recebe 14 milhões de turistas | Portugal apresenta o pior nível salarial dentro da Zona Euro | Lisboa é das cidades mais baratas da Europa, Zurique é a mais cara | Mais de 268 mil pessoas já viram este blog | Tríade para ser feliz: QUERER, APRENDER, FAZER | Congressos nacionais da Rutis (Rede das Universidades/Academias Seniores): 2014 - Grândola; 2015 - Miranda do Corvo | A Constituição Portuguesa tem 296 artigos | Portugal tem 308 municípios e 3 091 freguesias | Dia dos roinesianos é a 19 de Fevereiro | Existem no mundo mais de 2.700 línguas, a mais falada é o mandarim | Cabo Girão (na Madeira) é o promontório mais alto da Europa e o 2.º mais alto do Mundo | A igreja Católica em Portugal tem 52 bispos e 3.797 padres | Blog ROINESXXI / address > http://roinesxxi.blogs.sapo.pt/
Sábado, 27 de Agosto de 2016

ARTISTAS DE SEMPRE

Fica a saudade em relação a dois artistas portugueses que partiram no mês de agosto, ambos ligados às canções... Um de morte prematura - Carlos Paião (1957-1988); e outra cuja fama se prolongou por mais tempo - Maria Eugénia (Pinto Amaral) (1927-1916), mais conhecida por "Menina da Rádio".

Resultado de imagem para maria eugénia 

Dois intérpretes que a memória dos mais antigos guarda com gratidão e sempre lhes rende homenagem quando ouve os seus discos ou vê os filmes... Em relação a Maria Eugénia (agora falecida), o ministro da Cultura (o poeta Castro Mendes) recorda que ela "já fazia parte da memória coletiva como a eterna "Menina da Rádio", filme de Arthur Duarte, realizado em 1944, no qual interpretava o papel da "menina Geninha" e onde contracenou, entre outros, com Maria Matos, António Silva, Curado Ribeiro e Maria Olguim.

Também a Academia Portuguesa de Cinema lamentou a morte da atriz, considerando que bastaram sete filmes para ter um "lugar inesquecível na História do cinema português". Outro sucesso da "nova estrela do cinema", como se lhe referiu a imprensa da época, foi "O Leão da Estrela", de 1947, também de Arthur Duarte.

Resultado de imagem para filme "o leao da estrela" com maria eugénia  

A fotogenia de Maria Eugénia e a "naturalidade de desempenho", como escreveu jornal "O Século," chamaram à atenção de cineastas estrangeiros. Em Espanha participou em vários filmes, entre eles, "O hóspede do quarto n.º 13", uma coprodução luso-espanhola, e ainda "Los héroes del 95" (1947), de Raúl Afonso, "Cuándo los ángeles duermen" e "Conflicto inesperado", ambos de 1947 e de Ricardo Gascón.

Nestes dois últimos filmes contracenou, entre outros, com o ator Amedeo Nazzari (1907-1979) que levou a que o realizador Vittorio de Sica a convidasse para ir filmar a Itália, mas a atriz portuguesa recusou o convite.

Além do cinema e da rádio, Maria Eugénia participou também em várias peças de teatro, tanto em Espanha como em Portugal. Paralelamente desenvolveu uma carreira de cantora, tendo participado em vários programas radiofónicos, designadamente no popular "Serão para trabalhadores", da ex-Emissora Nacional.

 Resultado de imagem para carlos paião play back

Carlos Paião, por seu lado, foi um promissor intérprete e compositor de "cantigas populares", com êxitos que ainda hoje estão no ouvido e na simpatia de muitos, como são os "Versos de amor", "Cinderela", "Pó de arroz"..., entre dezenas e dezenas de outros trabalhos musicais também interpretados por cantores de nomeada.

Licenciado em Medicina... mas a música foi a sua grande paixão e sempre falou mais alto, tendo inclusive representado Portugal no Festival Eurovisão da Canção, realizado em Dublin, no ano de 1981, com o tema "Play back".

Morreu aos 30 anos de idade, num acidente de automóvel, quando ia a caminho de mais um espectáculo, entre muitos em que participava no mês de agosto, de norte a sul de Portugal.

Filme (Menina da Rádio) > https://www.youtube.com/watch?v=kVbWP3WTM3Q 

Música (Plaby-Back) > https://www.youtube.com/watch?v=Ao8rQYxQ0WI

 

publicado por j.gouveia às 12:37

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Agosto de 2016

PORTUGUESES NO ORIENTE - CURIOSIDADES

É comum dizer-se que não há lugar no mundo em que não se encontrem vestígios da presença portuguesa. São séculos de História que atestam a chegada pioneira de heróis portugueses, militares, missionários e comerciantes, aos locais mais distantes da terra então conhecida, particularmente durante a época dos Descobrimentos.

Conhecem-se também relatos de aventureiros, como Fernão Mendes Pinto, no seu livro "A Peregrinação". Os factos neste contexto são em número superior às dúvidas e, hoje em dia, é possível comprovar e confirmar os feitos dos portugueses em todo o mundo, porque estão bem documentados através de várias obras de historiadores e de aturadas investigações académicas.

f - 3 fernão M.P..pngf - 2 peregrinação.jpg

Por exemplo, actualmente, ninguém contesta a chegada dos portugueses à Austrália, muito antes do capitão James Cook e de outros europeus. Tudo isto está bem explicado no livro do historiador Paulo Jorge de Sousa Pinto - "Os Portugueses Descobriram a Austrália?" e outras "100 perguntas", uma espécie de "guião" sobre os Descobrimentos dos séculos XV e XVI, e que nos "permite compreender melhor a forma como um povo pequeno conseguiu, entre o desejo de conhecer e a vontade de descobrir, abrir-se ao mundo, espalhar-se pelos cinco continentes e alterar, de forma irreversível, o curso da História de culturas, impérios e civilizações”.

f - 5 c.m..png 

Também o investigador australiano Peter Trickett defende que os portugueses descobriram a Austrália 250 anos antes do navegador inglês James Cook (1728-1779). Segundo este historiador, terá sido o navegador Cristóvão Mendonça, por volta de 1522, o primeiro português a avistar as costas australianas, quando navegava na zona por ordem de D. Manuel I.

Cristóvão Mendonça procurava a "ilha de Ouro" citada nos relatos do mercador veneziano Marco Polo (1254-1324). Por seu lado, o historiador João Oliveira e Costa confirma igualmente esta convicção: "Não há dúvidas que foram os portugueses a chegar lá primeiro, ainda no reinado de D. Manuel I (1469-1521".

f - australia livro.jpgf - 4 livro aldeia.jpg

Outra curiosidade que não oferece hesitações é o facto histórico da "espingarda" ter sido introduzida no Japão pelos portugueses durante o século XVI. A "espingarda" não foi objecto de comercialização ou negócio a favor de Portugal, mas os japoneses aproveitaram-se bem do instrumento como "forma de combate" que pôs fim a anos de guerra civil entre os senhores feudais da altura.

Resultado de imagem para espingardas portuguesas no japão 

No Japão a "espingarda" é conhecida como “Tanegashima”, nome da ilha onde ela foi depositada pela primeira vez, quando um navio com portugueses ali deu à costa, por causa de uma forte tempestade, em 1543.

Interessante, já agora, é a obra "Conquistadores - Como Portugal Criou o Primeiro império Global", livro do historiador e escritor Roger Crowley, autor de outro título notável - “Impérios do Mar”.

publicado por j.gouveia às 12:31

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Agosto de 2016

MEMÓRIA DE AUGUSTO ABELAIRA

Escritor, professor, tradutor e jornalista, se fosse vivo, Augusto Abelaira celebraria este ano o seu 90.º aniversário natalício. Nasceu em 1926, em Cantanhede, de famílias oriundas da Galiza, e faleceu em 2003. Deixou obra literária significativa, mas, como tantos outros, hoje em dia está esquecido...

Formado em Ciências Histórico-Filosóficas pela Universidade de Lisboa, trabalhou pela cultura em vários campos: no Diário Popular, em O Século onde assinou a rubrica “Entrelinhas”, como cronista em O Jornal com um espaço intitulado “Escrever na água”  e no Jornal de Letras com a crónica “Ao pé das letras”.

 Resultado de imagem para augusto abelaira jornalista 

Foi director de programas da RTP (1977-78) e das revistas Vida Mundial (1974-75) e Seara Nova (1968-69); presidente da Associação Portuguesa de Escritores (1978-79).

Cidadão empenhado, participou nos movimentos estudantis de oposição, contra o regime salazarista e chegou a ser preso pela PIDE, em 1965, por ter atribuído, na qualidade de presidente do júri, o Grande Prémio da Novelística da Sociedade Portuguesa de Escritores ao escritor angolano José Luandino Vieira (então preso no Tarrafal) pelo livro "Luanda".

au - livro 1.jpgau - livro 2.jpgau - livro 3.jpg 

Augusto Abelaira é mais recordado como dramaturgo e romancista. O seu primeiro livro - "A Cidade das Flores", publicado em 1959, retrata a juventude portuguesa depois da II Grande Guerra (1939-45). Em "As Boas Intenções", de 1963, romance distinguido com o Prémio Ricardo Malheiros, traça o perfil da pequena burguesia citadina.

Ainda na lista das suas principais criações literárias, destacam-se o títulos:"Sem Tecto entre Ruínas", que lhe valeu o Prémio Cidade de Lisboa, em 1979; "Deste Modo ou Daquele" e "Outrora Agora", este último livro obteve o Grande Prémio de Romance e Novela, da Associação Portuguesa de Escritores.

Resultado de imagem para AUGUSTO ABELAIRA JORNALISTA 

Augusto Abelaira, jornalista.

"Ainda não há muitos anos, a cultura possuía um poder marcado pela integridade e pelas recusas morais dos autores. Confundiu-se tudo agora…", costumava dizer Augusto Abelaira. "Invulgarmente culto, nunca impôs os formidáveis conhecimentos que possuía, desde a literatura à física, da pintura à música, da filosofia ao cinema e ao teatro”, recorda Baptista Bastos, seu velho amigo. 

Enfim, ainda que esquecidos, os verdadeiramente grandes são insuperáveis. Sejamos corajosos em lê-los.

Música > https://www.youtube.com/watch?v=xKnZgDyS38g&feature=related

publicado por j.gouveia às 07:25

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Agosto de 2016

UM SÉCULO DE LÉO FERRÉ

Músico, intérprete, compositor, anarquista, mestre dos "sete ofícios", Léo Ferré (1916-1993) nasceu há um século, no dia 24 de agosto. Era natural do Principado do Mónaco, onde o seu pai trabalhava como chefe do pessoal do Casino de Monte-Carlo, e a sua mãe era costureira, de origem italiana.

Cedo se familiarizou com a música e poetas de eleição. Estudou música clássica e foi maestro, dirigindo concertos de Beethoven, entre outros. Interpretou musicalmente textos de Baudelaire e Louis Aragon, poemas de Ronsard, Apollinaire e Rimbaud.

  

"Inconformista radical", a sua atenção tendia para os temas do "amor, morte e a passagem do tempo", como é exemplo o poema "Avec le temps":
>  "Com o passar do tempo
 Com o passar do tempo tudo vai embora
 Esquecemos o rosto e esquecemos a voz
 O coração, quando deixa de bater, não vale a pena
 Procurar mais longe, é preciso deixar andar, e está muito bem. (...)
> Léo Ferré, um dos maiores vultos da moderna música francesa, foi contemporâneo de Georges Brassens, Jacques Brel, Jean Ferrat, Charles Trenet...

Música > https://www.youtube.com/watch?v=aiXcUTTLud4

publicado por j.gouveia às 09:49

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Agosto de 2016

"BRAGUINHA" TOMA NOME MUNDIAL DE "UKULELE"

Faz, hoje, 137 anos que a Braguinha da Madeira chegou ao Havai. Um instrumento que em Portugal é mais conhecido por Cavaquinho. A internacionalização da Braguinha, fabricada por madeirenses, começou com a chegada a Honolulu Harbor (Havai), a 23 de Agosto de 1879, transportada por emigrantes provenientes da Ilha da Madeira. 

Quando Augusto Dias, Manuel Nunes e José do Espírito Santo, madeirenses fabricantes e tocadores de Braguinha (também conhecido por Machete) começaram a actuar em festas populares havaianas longe estavam de pensar que a Braguinha viria a tornar-se no famoso Ukulele mundialmente conhecido.

  Hohner Lanikai ULU21CS Ukulele

O Ukulele, tal como a Braguinha, obedece a quatro tipos de tamanho e de afinação, consoante as características sonoras: Concerto, Soprano, Tenor e Barítono. O Ukulele (Braguinha) é tocado por milhões de pessoas em todo o mundo, incluisve por famosos intérpretes da arte musical e da canção, como Elvis Presly e Frank Sinatra. 

Na Madeira, o ensino da Braguinha faz parte do currículo educativo/escolar. É a região do país com mais jovens a tocar "Cavaquinho", o mesmo acontece nas escolas do Havai. Para os investigadores da difusão e evolução musical, a "Braguinha" toma o nome Mundial de "Ukulele", desde a última década do século XIX.

Música (1) > https://www.youtube.com/watch?v=r6BYgBnyDQs

Música (2) > https://www.youtube.com/watch?v=V1bFr2SWP1I&feature=related

 

NB: O arquipélago do Havai, situado no oceano pacífico, é um dos 50 estados dos EUA. Barack Obama, presidente americano, nasceu em Honolulu, capital do Havai. A população do país é da ordem dos 1,3 milhões. Os portugueses começaram a chegar ao Havai a partir de 1820, na sua maioria madeirenses e açorianos.

publicado por j.gouveia às 14:19

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

RETRATO TEATRAL DAS SOCIEDADES POLÍTICAS

Por estes dias, apresenta-se em Setúbal, e uma vez mais, a peça de teatro "O Homúnculo", texto de Natália Correia. Publicado pela primeira vez em 1965, é um texto sobre a sociedade portuguesa no tempo de Salazar, mas mantém flagrante atualidade. A primeira edição da obra foi logo apreendida pela PIDE, a polícia política da ditadura, pelas evidentes insinuações políticas.

n. frase.png                  

O cenário da peça decorre no palácio de "el-rei Salarim", nome que a escritora utilizou para parodiar Salazar, senhor absolutíssimo de "Mortocália", a metáfora grotesca de Portugal, e onde se faz também representar uma série de acólitos, representantes dos poderes eclesial (o bispo), militar (o general) e académico e corporativo, então designado como o "Bobo Mnemésicus".

No dizer de Armando Nascimento Rosa, "O Homúnculo (tragédia jocosa)" é uma das raras obras mestras que no teatro português consegue operar o cruzamento entre a estética surrealista, o teatro do absurdo e a sátira política".

n. livro 1.jpgn. livro 3.jpg 

Natália Correia, uma das vozes mais originais da literatura portuguesa do século XX, nasceu na Fajã de Baixo, ilha de São Miguel, Açores, a 13 de setembro de 1923, e faleceu em Lisboa a 16 de março de 1993. Notabilizou-se como poetisa e como política, tendo sido deputada na Assembleia da República entre 1980 e 1991. É a autora da letra do Hino da Região Autónoma dos Açores.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=rVBe2rb9Pdw

publicado por j.gouveia às 09:24

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Agosto de 2016

MEMÓRIA DE PEDRO HOMEM DE MELLO

Onde estão os nossos poetas e escritores que deixaram prodigiosa obra mas que, no presente, caíram no esquecimento? Quem está na moda, logo se identifica com os prémios, as publicidades e as mediatizações às catadupas. 

Nunca como agora, se publicou tanto... mas quantidade não significa qualidade e torna-se cada vez mais difícil distinguir os bons autores dos simplesmente "autores". Num país como o nosso, com uma baixa taxa de leitores, editar uma média de 25 mil novos títulos/ano, no último quinquénio, é garantidamente lixo a mais. 

Resultado de imagem para pedro homem de melo   

Ser escritor não é escrever (...) um livro, como ser agricultor não é plantar uma árvore. Invocar o poeta lírico e autor de uma vasta obra como Pedro (da Cunha Pimental) Homem de Mello, nascido na cidade do Porto em 1904, no mês de setembro, e falecido aos 80 anos de idade, é homenagear um autor com letras maiúsculas. Formado em Direito pela Universidade de Lisboa, cedo se notabilizou como poeta original e fiel intérprete do sentimento português.

Amália Rodrigues imortalizou alguns dos seus versos, particularmente os títulos “Povo que lavas no rio”, “O rapaz da camisola verde”, “Havemos de ir a Viana” e “Fria Claridade”, temas incontornáveis do Fado; ou ainda Camané, com o poema "Sei de um rio".

   Resultado de imagem para pedro homem de mello livros 

Ainda que seja um autor pouco divulgado, Pedro Homem de Mello assume o lugar distinto no panorama da cultura nacional, como testemunham os vários prémios que recebeu: Prémio "Antero de Quental" (1939), Prémio "Ocidente" (1964), e o Prémio "Nacional de Poesia", em 1972.

Música > https://www.youtube.com/watch?v=AwUtVhQr8hs

publicado por j.gouveia às 15:10

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

BIKINI INOFENSIVO, BURKINI PERIGOSO

A França tem sido o país europeu mais atingido por ataques terroristas, todos com origem em países muçulmanos. Tudo quanto seja "imagem" muçulmana toca como campainha de alarme, causa dúvida e, nalguns casos, medo. Seja em Paris ou noutra cidade francesa. A desconfiança anda no ar... e no mar.

banho burka.jpg 

Fato de banho tradicional das mulheres islamitas.

Mulheres islamitas, há muito residentes em França, foram à praia vestidas de fato de banho islâmico que só deixa o rosto, mãos e pés à mostra, um tal "burkini". A reacção das mulheres europeias com os seus bikinis "extremistas", de quase tudo à vista, foi de uma tempestade agressiva contra os "burkinis".

O inesperado foi a reacção do governo de proibir o uso do "burkini" nas praias francesas. A própria França, de um momento para outro, toma uma posição que contraria o que sempre foi uso normal por mulheres muçulmanas residentes e nascidas em França há muitos anos.

Nas praias banhadas pelo "Canal da Mancha", a norte de França, vimos, por diversas vezes, famílias muçulmanas (homens, mulheres e crianças) na praia com os seus tipicos fatos de banho.banho 1.jpg 

Fato de banho dos europeus nos anos 30 do séc. passado.

O medo vê terrorismo até nos fatos de banho islâmicos. Nos fatos de banho europeus não há perigo, pensam os franceses. Um dia havemos de saber se a Declaração Universal dos Direitos Humanos, criada em 1948, tem ou não aplicação.

Anos antes do "burkini" muçulmano, mulheres europeias frequentavam as praias com "fatos de banho" pretos e a tapar quase todo o corpo. Querer considerar que o bikini é inofensivo e o burkini é perigoso é desconhecer as leis da física. O perigo não está no parecer mas no ser!

Video > https://www.youtube.com/watch?v=z157MJj60lc

publicado por j.gouveia às 08:40

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 21 de Agosto de 2016

SUÉCIA DEIXA DE TER "DINHEIRO EM PAPEL"

A Suécia prepara-se para ser o primeiro país europeu a suspender o uso de “moeda em papel e metálica”. O anúncio foi feito pelo Banco Central sueco, fundado em 1668 (o mais antigo do mundo), cujo fim da “coroa sueca”, em papel, estará concluído dentro de dez anos.suecia moeda.jpg 

Estudos revelam que “a tendência global é para uma sociedade sem dinheiro”, a denominada “cashless society”. No futuro, “as economias modernas serão dominadas pelo uso do cartão, a moeda electrónica à escala mundial”.

A economia sueca tem os seus pilares na grande indústria transformadora intensiva, orientada para a exportação. Entre outras marcas de expansão internacional destaque para: Ericsson, Volvo, Scania, IKEA, Securitas, SKF, Sony, AB, Electrolux, Nordea, etc. 
Recentemente, o Fórum Económico Mundial classificou a Suécia como a 4ª economia mais competitiva do mundo e a que tem melhor criatividade na Europa.
suecia bandeira.png

Apesar de ter aderido à União Europeia em 2001, a Suécia, com pouco mais de 9 milhões de habitantes, rejeitou, por referendo, a adesão à moeda única (euro).

Video (economia) > https://www.youtube.com/watch?v=TAB9lBzMi60

Video (reformados) > https://www.youtube.com/watch?v=HdYWl4qcuQs

Música > https://www.youtube.com/watch?v=IX79VxZ5j4g

NB: Desde 2015 que o horário de trabalho no sector público, na Suécia, passou de 8 para 6 horas/dia, mantendo-se o mesmo valor salarial. “A ideia é aumentar a produtividade e a felicidade das pessoas”.

Esta alteração de horário de trabalho no sector público já é praticada, há mais de dez anos, por algumas empresas privadas, “com resultados positivos quer ao nível da motivação dos trabalhadores quer ao nível dos resultados”.

publicado por j.gouveia às 08:36

link do post | comentar | favorito
Sábado, 20 de Agosto de 2016

CRIANÇAS VÍTIMAS DA GUERRA

menino-guerra.jpg

Omran Daqneesh, 5 anos de idade, foi atingido por um bombardeamento aéreo na casa onde vivia. “De shorts, sujo de sangue e completamente coberto de poeira, a imagem está a ser muito compartilhada e a causar comoção nas redes sociais. Em estado de choque, o menino aguarda atendimento no interior de uma ambulância.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), nos ataques, ocorridos na passada quarta-feira, em Aleppo, norte da Síria, terão morrido 52 pessoas. “A imagem, feita pelo grupo opositor sírio Aleppo Media Center (AMC), foi divulgada pela agência Associated Press. A BBC informou que os pais e os três irmãos do garoto teriam sobrevivido ao bombardeio”.

Video (chocante!) > https://www.youtube.com/watch?v=tTaVIRUTyUs

 

NB: A guerra na Síria começou em Março de 2011 e já causou mais de 270 mil mortos, 18 mil dos quais crianças com menos de seis anos de idade.

publicado por j.gouveia às 15:59

link do post | comentar | favorito

"AS ILHAS ENCANTADAS" COM AMÁLIA RODRIGUES

amalia tela.jpg 

"As Ilhas Encantadas" é um filme franco-português adaptado da novela de Herman Melville, escritor e ensaísta norte-americano, realizado por Carlos Vilardebó, natural de Lisboa, com produção de António da Cunha Teles, cineasta madeirense. Pela primeira vez Amália Rodrigues participa num filme de longa-metragem, como actriz principal.

amalia 1.jpg

O filme teve estreia nacional em 1965, em Lisboa, e no ano seguinte (1966), em Paris. Sinopse revela que “no século XIX, numa ilha deserta do Atlântico, dá-se o encontro entre Pierre Duchemin, jovem marinheiro dum barco francês, e Hunila (Amália) recolhida por um veleiro português, em 1830”.

amalia 3.jpg

Um filme mágico numa paisagem mágica, à moda antiga, que conta uma história ocorrida numa ilha (Porto Santo) tantas vezes saqueada pelos corsários (piratas).

Música > https://www.youtube.com/watch?v=gt19BA-bNdQ

Filme > https://www.youtube.com/watch?v=EsRtc530RFw

publicado por j.gouveia às 09:21

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 19 de Agosto de 2016

FOTOGRAFIA E FOTÓGRAFOS

Assinala-se, hoje, o Dia Mundial da Fotografia, em referência à apresentação formal da "daguerreotipia" na França, em 1839, no dia 19 de agosto. De então para cá muitos têm sido os desenvolvimentos e progressos neste matéria, constituindo-se ao mesmo tempo um património de incalculável valor através de imagens únicas.f. 3.jpg

No presente, "tirar fotografias" à "moda antiga" é já uma raridade, mas o encanto, a magia e o registo pessoal continuam como uma marca indelével, como ficaram na História as celebridades e os artistas do "retrato". Neste dia, torna-se também interessante recordar alguns dos famosos fotógrafos, entre nós, a par dos "mestres" mundiais, como:
- Henri Cartier-Bresson (França, 1908-2004), considerado por muitos o pai do fotojornalismo;
- Andrei Friedmann, ou Robert Capa (1913-1954), indiscutivelmente um dos maiores e mais conhecidos fotógrafos de guerra, tendo coberto a Guerra Civil espanhola e os principais conflitos da primeira metade do século XX.f. 1.jpg 

- Joshua Benoliel (1873- ), o pioneiro da foto-reportagem em Portugal. Nasceu no seio de uma família judia de Cabo Verde. A sua primeira foto foi publicada na revista “Tiro Civil”, em 1899, com a qual colabora, durante alguns anos, como fotógrafo amador.

Nas primeiras duas décadas do século XX, o seu trabalho, já como fotógrafo profissional, ganha plena notoriedade ao ser escolhido pela Casa Real para repórter dos principais acontecimentos da sociedade lisboeta da época, trabalhando ainda para o Jornal "O Século";

- Vicente Gomes da Silva (1827-1906), pioneiro da fotografia no nosso país e criador do Museu de fotografia mais antigo existente em Portugal, fundado em 1848 e, na atualidade, com cerca de 800 mil negativos, provenientes não só da Coleção Vicente´s, como também de outros fotógrafos profissionais e amadores.

Com as suas máquinas, Vicente Gomes da Silva fotografou, além do povo em geral, inúmeras personalidades nacionais e estrangeiras, como:

A Imperatriz Elisabeth da Áustria; o presidente e deputado pela Madeira, Manuel de Arriaga; os descobridores Hermenegildo Capelo e Roberto Ivens; o poeta António Nobre;

O rei D. Carlos e a rainha D. Amélia, aquando da visita dos monarcas à Madeira em 1901; os aviadores Gago Coutinho e Artur Sacadura Cabral, entre outros famosos.

f. 5.jpg 

- Manuel Olim Perestrello (1854-1929), é outro nome pioneiro da produção fotográfica na região e no país, destacando-se na área da foto-reportagem.

São da sua autoria as fotos de algumas personalidades que correram mundo, como Winston Churchill, Albert Schweitzer, o Rei Humberto de Itália, George Bernard Shaw, John dos Passos ou o Imperador Carlos d’Áustria.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=GyNa1OdJJcg

publicado por j.gouveia às 14:25

link do post | comentar | favorito

MEMÓRIA DE GARCIA LORCA

"O que é mais importante, é viver" 

Faz hoje 80 anos (no início Guerra Civil de Espanha) que o poeta e dramaturgo andaluz Frederico Garcia  Lorca (1898-36) foi fuzilado pelas forças nacionalistas do ditador Francisco Franco, junto à Fonte das Lágrimas, nos arredores de Granada. "Todas as coisas têm o seu mistério e a poesia é o mistério de todas as coisas", escreveu Lorca um dia.

A sua máxima "o que é mais importante, é viver" foi traída, cruelmente aniquilada, quando tinha apenas 38 anos de idade. 

g. frase.jpg 

Na disputa de ideais, entre forças extremadas, sob a forma de ensaios e testes de materiais bélicos, a Guerra Civil espanhola (1936-39) serviu como prelúdio do conflito mundial que iria começar poucos anos depois, a II Grande Guerra (1939-45).

Tudo previsto e calculado, a tragédia humana no palco da Europa foi outra vez enorme, com a morte de inocentes e o desaparecimento imediato dos mais esclarecidos, como foi o caso de Lorca, cuja popularidade era grande entre os seus contemporâneos. Acontece que, passados 80 anos sobre o seu assassinato, há agora a possibilidade de fazer justiça 

 

Frederico Garcia Lorca (3.º na 2.ª fila)

A juíza argentina María Servini de Cubría que há anos investiga violações dos direitos humanos em Espanha, durante a ditadura do general Francisco Franco, aceitou a denúncia pelo desaparecimento do poeta Federico Garcia Lorca apresentada pela Associação para a Recuperação da Memória Histórica.

A denúncia, que foi formalizada em abril deste ano, comprovava "de maneira indubitável" as circunstâncias da detenção e do assassinato de Federico Garcia Lorca, a partir de um documento da Polícia de Granada, datado de 9 de julho de 1965.

O referido relatório oficial assinalava que o poeta foi fuzilado juntamente com outra pessoa e definia-o como "socialista e maçom", entre outros aspetos.

g. livro 3.jpgg. livro 2.jpgg. livro 1.jpg  

Garcia Lorca foi considerado o mais notável de entre um grupo de poetas surgidos durante a guerra, conhecido como a "Geração de 27", destacando-se entre os maiores poetas do século XX. Foi ainda um excelente pintor, compositor e pianista precoce.

Música > https://www.youtube.com/watch?v=N4Ylp1bPefY

publicado por j.gouveia às 09:56

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 18 de Agosto de 2016

PADRE PORTUGUÊS AVIADOR "SALVA JUDEUS"

  

Video > http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2014-12-11-Padre-portugues-que-salvou-judeus-distinguido-em-Jerusalem

 

Narrativa >  http://religionline.blogspot.pt/2014/12/padre-joaquim-carreira-o-quarto.html

publicado por j.gouveia às 08:36

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

ESCRITOR "MADEIRENSE" JOHN DOS PASSOS

passos cara.jpg

John dos Passos, consagrado escritor no panorama literário norte-americano e mundial, descendente de madeirenses, terá o seu nome no novo avião da TAP A330. É recordado com Hemingway, Faulkner e Caldwell um dos vultos notáveis das letras no século XX, traduzido em várias línguas.

Licenciado em Harvard, em 1916, integrou o contingente de tropas americanas na Europa, durante a I guerra mundial.  John Roderigo Dos Passos (14.01.1896-28.09.1970), visitou a Madeira por três vezes tendo na oportunidade estado com familiares residentes na Ponta do Sol (freguesia na zona oeste da ilha) e no Funchal.

passos.jpg

 (Ponta do Sol - Madeira)

livro 2.jpglivro 3.jpg   

Video > https://www.youtube.com/watch?v=oehvydEcdP0

publicado por j.gouveia às 07:44

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Agosto de 2016

RACISMO ONDE NÃO EXISTE

bolt.png 

Ellen, apresentadora americana de televisão, está a ser acusada de racista pelo facto de ter postado no Twitter uma imagem em que surge às cavalitas de Usain Bolt, atleta jamaicano campeão olímpico e mundial dos 100 e 200 metros.

Ellen DeGeneres, líder de audiências, já veio dizer que não teve qualquer intenção em ofender Bolt e muito menos de identificar-se com racismo. "Quem assim pensa é que é racista", observa.

Uma tensão que os americanos não conseguem libertar-se, em tudo vêem racismo. Nem mesmo quando na presidência dos EUA está um respeitável "preto". Enfim...intolerâncias!

Video > https://www.youtube.com/watch?v=yIDX3TSVuSg

Música > https://www.youtube.com/watch?v=9AQ3Fcb3sjk&feature=related

publicado por j.gouveia às 18:30

link do post | comentar | favorito

A LIBERDADE NÃO SE RECEBE, CONQUISTA-SE

O tempo histórico passa mas as marcas que os protagonistas de cada tempo deixaram jamais se apagam, sejam boas ou menos boas; ficam para sempre, resistem às inovações, e elevam-se como monumentos, como testemunhos para as gerações vindouras.

Na lista dos resistentes com valor, apesar das circunstâncias em que foram chamados a governar, há quem mereça ser lembrado, mais não seja pelo saber e o conhecimento aprofundados, fruto de todo um trabalho feito a pulso, procurado e vivido com humanismo, a exemplo de tantos outros nos séculos precedentes, figura Marcello Caetano, jurista, professor universitário, "delfim do Estado Novo", último presidente do Governo, antes do 25 de Abril de 1974.

cae 2.jpgcae.livro 1.jpeg

No seu pensamento político, considerava que não pode haver sociedade sem "autoridade"; e costumava dizer que "a liberdade não se recebe, conquista-se. Só que não é pelo verbalismo irresponsável nem pelo anarquismo revolucionário que os povos podem conquistar as liberdades de que precisam. Eu entendo que os cidadãos só conquistam a liberdade à maneira que vão assumindo responsabilidades", dizia o especialista em Direito Administrativo numa entrevista a António Alçada Baptista, publicada em livro em 1973, intitulada "Conversas com Marcello Caetano".

 

Um livro com muitas lições para o nosso tempo caracterizado por superficialidades e em que faltam estadistas de nível. Um livro que não deixa de ser actual ou ter muito de actualidade, digamos, intemporalidade. Sem melindres, sem parcialidades e sem ideologias. Uma leitura livre e isenta. Sem preconceitos.

Música > https://www.youtube.com/watch?v=4BkFsINeL5U

publicado por j.gouveia às 13:55

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

"VELHOS" ESTÃO A FICAR MAIS JOVENS

Portugal tem cerca de 248 mil pensionistas com mais de 85 anos de idade. Os “velhos” (seniores) portugueses nunca foram tão jovens como agora, tão saudáveis e tão capazes. Nos países nórdicos (Noruega, Dinamarca, Finlândia, Islândia e Suécia), os governos criaram múltiplas áreas de actividade que mantém os seniores activos, registando substanciais melhorias na saúde e bem-estar dos idosos.

Em Portugal pouco ou nada existe neste âmbito. Não está em causa a questão económica mas sim o estar activo, estar a fazer algo de útil, as mais-valias ocupacionais, sem esquecer o ócio. 

 

Em finais de 2014, Portugal tinha mais de 3,59 milhões de pensionistas, um número que soma os quase três milhões de reformados no regime geral e os 613 mil da Caixa Geral de Aposentações.

Música > https://www.youtube.com/watch?v=9kmwY1Z3YNY

publicado por j.gouveia às 12:39

link do post | comentar | favorito

MEMÓRIA DE DELFIM SANTOS

Foi há 50 anos que faleceu o filósofo, pedagogo e professor universitário português Delfim Santos (n. Porto, em novembro de 1907, m. Cascais, em setembro de 1966). Licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas (1931), na Universidade do Porto, onde teve como mestre Leonardo Coimbra e por companheiros José Marinho, Álvaro Ribeiro e Sant´Anna Dionísio, todos grandes referências da chamada "Filosofia portuguesa" no século XX.

delfim 1.jpg

Após a licenciatura, foi professor de liceu em Coimbra e em Lisboa. Mas a sua paixão pela Filosofia levou-o até muito mais longe. Como bolseiro da Junta de Investigação Nacional, Delfim Santos estudou em Viena, Berlim, Londres e Cambridge, importantes núcleos do saber filosófico na Europa, onde frequentou as aulas e os seminários de verdadeiros mestres como Nicolai Hartmann e Martin Heidegger.

Seguiu-se o doutoramento na Universidade de Coimbra, com uma tese intitulada "Conhecimento e Realidade", em 1940, ocupando nesse mesmo ano o lugar de leitor em Oxford.delfim 3.jpgdelfim 2.jpg

Obteve ainda uma bolsa para se especializar em orientação vocacional e profissional, nos E.U.A. Tornou-se professor catedrático, em 1950; e à hora da sua morte (precoce, aos 58 anos de idade) era diretor do Centro de Investigação Pedagógica da Fundação Calouste Gulbenkian, instituição que publicou as suas Obras Completas, divididas em três volumes: da Filosofia, do Homem e da Cultura.

Música > https://www.youtube.com/watch?v=ZpA0l2WB86E

publicado por j.gouveia às 07:39

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Agosto de 2016

LA VIDA, LA VIDA...

A boa harmonia de sons produz músicas que podem ter duração passageira como permanecer por tempo indeterminado. A música clássica terá despontado no século XVII e continua a ser protótipo para quem pretende interpretar a “melhor música de todos os tempos”.

Mas há muitas outras variantes musicais que o “tempo” não deixa ficar para trás. São sons e canções multiculturais, universais, inesquecíveis.

 

Recordamos, hoje, a mítica “La Bamba”, cujas raízes estão no folclore mexicano, em 1958, vindo a celebrizar-se, em 1960, através do filme “La Bamba”.

La Vida, La Vida”, para os seniores, em especial.  

Música > https://www.youtube.com/watch?v=k5dkwQY-_tk

publicado por j.gouveia às 11:54

link do post | comentar | favorito

PAPA ENVIA MENSAGEM DE SOLIDARIEDADE

O Papa Francisco enviou uma “mensagem de solidariedade e bênção" para as vítimas dos incêndios que nos últimos dias assolaram a Madeira.

 

Papa Francisco com D. António Carrilho, Bispo do Funchal.

Numa carta assinada pelo secretário de Estado do Vaticano Pietro Parolin, e dirigida ao bispo do Funchal, o Santo Padre manifesta-se "consternado com a triste notícia dos terríveis incêndios na ilha da Madeira”; e pede que se “transmita às famílias das vítimas as suas condolências e a sua participação na dor de todos os enlutados, bem como a sua solidariedade e proximidade espiritual junto daqueles que perderam os seus lares”.

A missiva foi dada a conhecer por D. António Carrilho, bispo do Funchal, durante a festa litúrgica de Nossa Senhora do Monte, ontem realizada.MISSA E PROCISSÃO MONTE16.jpg

Milhares de pessoas, de todas as idades e de várias localidades da ilha, incluindo as principais entidades públicas, participaram nesta festa e na tradicional procissão de Nossa Senhora do Monte que, desde há séculos, percorre os arredores da igreja paroquial e o mítico Largo da Fonte.

Na homilia, D. António Carrilho disse que: “Não podemos deixar de lembrar os que morreram e manifestar a mais profunda solidariedade a quantos, de algum modo, sofreram momentos de grande angústia e aflição, em especial os que perderam as suas casas e todos os seus bens.

E se na nossa memória não passam as imagens dramáticas, que vivemos de perto ou entraram nas nossas casas, jamais esqueceremos também os gestos de solidariedade e a generosidade de tantos familiares, vizinhos e profissionais, o acolhimento e todo o apoio prestado por tantas instituições”.MISSA E PROCISSÃO MONTE25 (2).jpg

Toda a comunidade diocesana, e população em geral, expressou a sua confiança nas capacidades do povo madeirense: “jamais esqueceremos, ainda, a capacidade de reagir, por parte de muitos, perante situações inesperadas e tão difíceis, com a força e a coragem de querer começar a olhar em frente e projetar o futuro”, sublinhou o bispo do Funchal perante a grande assembleia de fiéis, com milhares de velas e orações.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=YFW2EaY-un4

Untitled7 

Papa João Paulo II na Madeira, em Maio de 1991.

publicado por j.gouveia às 07:16

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016

CATÓLICOS EXPULSOS DA SUA IGREJA

igreja padre A.jpg

O Padre a ser arrastado pela polícia para fora da igreja, diante dos fiéis em protesto. Um caso insólito. 

Estamos no século XXI e a Europa em degradação. A França tem sido alvo de ataques terroristas que já mataram dezenas de cidadãos. Actos bárbaros repudiados por todos. Porém, condenar os pecadores e incorrer em pecados de semelhante (...) gravidade é ficar sob o farol da contestação.

Na passada semana, católicos foram expulsos à força da Igreja de Santa Rita em Paris. O espaço onde está o templo vai ser transformado em estacionamento para viaturas. Houve resistência dos fieis e estes foram retirados pelas forças policiais e militares.igreja interior.jpg

As críticas são mais que muitas. "Incrível a crueldade com que os cristãos franceses são tratados e o amor que os islâmicos recebem, por isso tanta maldição sobre a França, esperamos que um dia volte para casa a filha primogênita da Igreja", observam os fiéis incrédulos.

 

 

A Câmara de Paris decidiu demolir a Igreja de Santa Rita com a justificação de haver outras igrejas católicas nas proximidades. Uma completa aberração.

Video > https://www.youtube.com/watch?v=kqWC-Cj7Zo8

Música > https://www.youtube.com/watch?v=2F4G5H_TTvU

publicado por j.gouveia às 09:40

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 14 de Agosto de 2016

MEMÓRIA E PROFECIA

A propósito dos trágicos acontecimentos dos últimos dias, no Funchal e noutras localidades da Madeira, torna-se oportuno e imperativo recordar uma personalidade que muito se debruçou sobre as questões ambientais e da natureza, como muito poucos.

Trata-se do engenheiro silvicultor Cecílio Gomes da Silva (1923-2005), natural do Funchal, colaborador nos jornais do seu tempo com frequentes artigos em que alertava para as situações que exigiam o respeito e a responsabilidade da parte de todos, governantes e população em geral, e a competência técnico-científica.

    

São exemplo disso a colaboração na revista Islenha e no antigo Jornal da Madeira, vindo a revelar-se profético o texto “Eu tive um sonho”, publicado em 1985, no Diário de Notícias do Funchal, sobre a iminência de enxurradas desastrosas para cidade.

No mesmo sentido, já tinha alertado para "O Problema dos Altos-Chãos da Madeira: floresta ou pastorícia?", através de um livro com o mesmo título, publicado, em 1996, pela Região Autónoma da Madeira.

O autor escreveu ainda sobre variada temática sócio-cultural, com destaque para “um importante trabalho, do ponto de vista etnográfico”, como demonstram as “Figuras, usos e costumes madeirenses”, publicados no antigo Jornal da Madeira.

Música > https://www.youtube.com/watch?v=AslroZ7JT8w

publicado por j.gouveia às 16:22

link do post | comentar | favorito

CENTENÁRIO "JORNAL DA MADEIRA"

jm.jpg 

O centenário "JORNAL DA MADEIRA", fundado em 27 de março de 1906, surge com um novo formato e renovados conteúdos. A sua matriz inicial sai reforçada como "instrumento da pastoral diocesana e em especial da pastoral da comunicação social".

Numa época de abundante informação-desinformação, muita notícia sem notícia, a publicação de um órgão de comunicação social com a transparência, ética e deontologia que o "JORNAL DA MADEIRA" centenariamente releva, é motivo para saudar esta "renovação" e manifestar saudações duradoras.

Endereço: www.diocesedofunchal.com

Video > https://www.youtube.com/watch?v=TUGXnxVIe_8

publicado por j.gouveia às 08:52

link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Agosto de 2016

O MUNDO FELIZ

Se a felicidade é difícil de alcançar, a nível individual e coletivo, é porque se caminha lentamente para a sua conquista ou vamos muito devagar ao seu encontro.

Além disso, depende muito de como a buscamos, em termos positivos... E talvez aqui esteja o principal problema, pois, a tendência é mais para não acreditar do que confiar.

Neste sentido, faz bem recordar as palavras sábias de Bertrand Russell (1872-1970), um dos mais importantes matemáticos e filósofos do século XX, no seu livro:

A ÚLTIMA OPORTUNIDADE DO HOMEM  

 russel.png

"O nosso mundo vive demasiado sob a tirania do medo e insistir em mostrar-lhe os perigos que o ameaçam só pode conduzi-lo à apatia da desesperança.

O contrário é que é preciso: Criar motivos racionais de esperança, razões positivas de viver. Precisamos mais de sentimentos afirmativos do que negativos.

Se os afirmativos tomarem toda a amplitude que justifiquem um exame estritamente objetivo da nossa situação, os negativos desagregar-se-ão, perdendo a sua razão de ser. Mas se insistirmos em demasia nos negativos, nunca sairemos do desespero".

Vídeo > https://www.youtube.com/watch?v=IJcqP9fGBSk

Música > https://www.youtube.com/watch?v=6SvxaNQ6d7M

publicado por j.gouveia às 08:58

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Agosto de 2016

MEMÓRIA DE MIGUEL TORGA

Pseudónimo de Adolfo Correia da Rocha, Miguel Torga nasceu a 12 de agosto de 1907, em S. Martinho de Anta. Escritor e poeta, recolheu ao longo da vida experiências importantes para a notável produção literária que o coloca entre os principais autores da literatura portuguesa no século XX.

 

Esteve emigrado no Brasil, durante a adolescência, formou-se em  Medicina na Universidade de Coimbra, cidade onde conviveu com a geração da Revista Presença, com José Régio, Branquinho da Fonseca e outros. Da sua obra literária destacam-se os dezasseis volumes do Diário: A Criação do Mundo, Bichos, e Novos Contos da Montanha.

Como escritor dramático, Miguel Torga publicou Terra Firme, Mar e O Paraíso. Recebeu o Prémio Camões em 1989 e o prémio Vida Literária (da Associação Portuguesa de Escritores) em 1992. Faleceu em 1995.

Alguns dos seus versos foram interpretados musicalmente, como o poema "Santo e Senha", cantado por Fr. Hermano da Câmara:

> Deixem/ passar quem vai na sua estrada./ Deixem passar/ Quem vai cheio de noite e de luar./ Deixem passar e não lhe digam nada/

Deixem, que vai apenas/ Beber água de sonho a qualquer fonte;/ Ou colher açucenas/ A um jardim que ele lá sabe, ali defronte./ Vem da terra de todos, onde mora/ E onde volta depois de amanhecer./Deixem-no pois passar, agora/ Que vai cheio de noite e solidão/Que vai ser uma estrela no chão". 

Música > https://www.youtube.com/watch?v=_xMx7a0v7Xk

publicado por j.gouveia às 14:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

ESCRIBAS E TROGLODITAS

O jornalismo português está doente, sem norte e sem ética, sem formação e sem cultura do saber. A liberdade de registo de órgãos de comunicação social, sem primeiro assegurar a qualidade redactorial e jornalística, estará no princípio da morte lenta de jornais, revistas, rádios e televisões.

Diários outrora líder de leitores, de vendas e de receitas ("Diário de Notícias de Lisboa" e "A Bola"), entre outros, estão hoje pelas ruas da amargura. Um país com um jornalismo troglodita é um país mal informado, inculto e perdedor.

  

Para ver as barbaridades escritas sobre o incêndio que atingiu uma pequena parcela do centro histórico do Funchal, basta clicar no endereço abaixo:

> http://www.msn.com/pt-pt/noticias/sociedade/o-que-restou-do-centro-hist%C3%B3rico-do-funchal/ar-BBvwHUR?li=BBoPWjC&ocid=iehp

publicado por j.gouveia às 14:04

link do post | comentar | favorito

TELEVISÃO SIC ADULTERA INFORMAÇÃO

sic.JPG

> "O Governo de Timor-Leste decidiu esta quarta-feira doar dois milhões de euros a Portugal para “reforço da resposta no terreno” para combater os incêndios que assolam o país. Já não é a primeira vez que o faz.

O Governo timorense vai doar dinheiro a Portugal para combater os incêndios. O Conselho de Ministros do Governo timorense reuniu-se de forma extraordinária esta quarta-feira em Díli e decidiu doar dois milhões de euros a Portugal.

A maior parcela deste apoio, de 1,25 milhões de euros, servirá para "apoiar as autoridades portuguesas no combate aos incêndios". Os restantes 750 mil euros "são para socorro directo às populações afectadas".jornal negocios.jpg

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/timor_doa_dois_milhoes_de_euros_a_portugal_para_ajudar_a_combater_incendios.html

NB: A televisão SIC adultera a informação ao dizer que os dois milhões de euros são para a Madeira. Uma notícia facciosa a roçar a mediocridade. Porquê? Como podem querer credibilidade?

publicado por j.gouveia às 13:27

link do post | comentar | favorito

JORNALISMO ALARMISTA

fogo.JPGRecebo e-mails de amigos e de leitores do ROINESXXI com mensagens assustadoras: João, leio nos jornais que "a Madeira está a arder”; “os madeirenses fogem para o mar para não morrerem queimados pelo fogo”; “A ilha tornou-se num inferno”; “turistas em aflição tentam sair da ilha”; etc. etc.

Citam os jornais. Por momentos fico a pensar que as notícias que temos inserido no blogue não têm sido clarividentes.

Vou à banca dos jornais. Quero confirmar o que dizem os amigos e leitores. Não quero acreditar. Títulos, escritos e comentários devastadores. “A ilha da Madeira está a arder”; “O centro do Funchal está deserto, não tem multidões de pessoas de outros dias”. “A ilha do Funchal às escuras”. Passaram dos limites!

 

A ilha da Madeira com 263 mil habitantes, tem uma área de 742 kms quadrados, 54 kms de comprimento e 23 kms de largura. A capacidade hoteleira é da ordem das 35 mil camas. O Funchal nunca teve multidões de pessoas nas ruas (como podia ter?) e no centro histórico da cidade apenas uma pequena parcela foi atingida pelo fogo.  

Os incêndios devastaram, mataram, abateram casas e destruiram bens, mas a ilha não dexou de ter a sua identidade secular. É penoso perder o que tanto custou a construir. Porém, nada na vida é irreversível! Jornalismo não é especulação, é dar a notícia pela notícia.

NB: Ao Paulo Salvador e à Judite de Sousa, da TVI; não existe a "Ilha do Funchal", como terão, alguma vez, dito. A Ilha é a Madeira e o Funchal é a capital do Arquipélago.

 

Video > https://www.youtube.com/watch?v=GPAnm8iMW8o

publicado por j.gouveia às 07:43

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 11 de Agosto de 2016

INCÊNDIOS NA MADEIRA TRANSMITIDOS PELA CNN

  

A televisão norte-americana CNN International, presente em 212 países e posicionada entre as estações líderes mundiais de audiências, está a transmitir os incêndios na Ilha da Madeira. Click aqui: 

http://edition.cnn.com/2016/08/10/europe/portugal-madeira-wildfires/

publicado por j.gouveia às 15:45

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito


Rede
Universal de Notícias

João Godim

Gestor do Blog


contador de visitas
Contador de visitas
Diseño Web Sevilla



Mil Canções
dos últimos 30 anos


>REPORTAGENS

>EUROPA DIRECT

>METEOROLOGIA

>SOS URGENCIAS

>AEROPORTO LISBOA

>AEROPORTO MADEIRA

>TABELA DE MARÉS

.Fotos


GALERIA ROINESXXI
ROINES NOS MEDIA

.pesquisar

 

.subscrever feeds


EUROMILHÔES


BLOGS RECOMENDADOS


Ecclesia
Museu da Imprensa
Regador do Frei Boléo
Começar de Novo
Contextos Históricos
Portugalidade
USTV
Diversidades
Guiné - Bart 1914
Actualidade
O Guardião
Fernando Pessoa
Eça de Queiroz
Laurinda Alves
Livros
Leituras
Livros em português
Hábito de Leitura
Casa dos Poetas
Biblioteca Nacional
Observatório da Língua
Língua Portuguesa no Mundo
NOVA ORTOGRAFIA
Português no Mundo Árabe
Observatório da Emigração


José Régio/João Vilaret
A Procissão/João Vilaret
Pablo Neruda
Gabriel Garcia Marques


Coro da Catedral
Projecto Tio
Televisão Saloia
U.Sénior Machico
U.Sénior Funchal
Academia Sénior
Gastronomia Madeirense

PAISES DO MUNDO

11 DE SETEMBRO 2001

ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL

FILMES DE OURO

FILMES PORTUGUESES

LA BALLADE DES GENS HEUREUX
LA VIE EN ROSE
ODE TO MAASTRICHT

VIDEOS MUSICAIS

Amália Rodrigues
Conjunto Académico João Paulo / Sérgio Borges
Manuel Freire
António Prieto
Love Story
Demiss Roussos
Frank Sinatra
Sinatra e Jobim
Vinicius de Moraes
Roberto Carlos
Julio Iglesias
Chico Buarque
Elvis Presley
Conjunto João Paulo
Música árabe
Música céltica
Maria Callas
Laura Pausini
Andrea Bocelli
Música relaxante
Vangelis
Mozart
You light up my Life
Beethoven
Franz Liszt
BeachBoys
Beatles
Elton John
Gigliola Cinquentti
Edith Piaf
Celine Dion
Pavarotti
Louis Armstrong
Nat King Cole
Dont Worry Be Happy

AS MAIS FAMOSAS CANÇÕES DE NATAL

VIOLA OK
Viola clássica Viola/Guitarra
Guitarra/Carlos Paredes
Viola/Gips Kings
Viola/intantil!
Viola/genial!!!
Guitarra Espanhola
Viola:Over the Rainbow
Viola: Kenny Rogers
Viola:José Feliciano